sexta-feira, 9 de novembro de 2012

PARAÍBA QUERO TE VER CANTAR




O Instituto dos Cegos da Paraíba – Adalgisa Cunha – ICPAC e o Espaço Cultural – FUNESC cor realizarão um show, cuja renda líquida será integralmente destinada ao financiamento de parte das despesas que o ICPAC tem no cumprimento de suas atividades. O evento beneficente será realizado na Praça do Povo, do Espaço Cultural, neste sábado, dia 10 de novembro, das 18h até a meia note, com os artistas convidados:

Forró Bakana
Tuareg's
Forró das Arábias
Forró das Mina
Grupo De Bobeira
Forró Di Rico
DJ Alisson e DJ Sidartha 

A organização do Evento aguarda 10 mil pessoas que queiram se divertir e, a um só tempo, contribuir para esta causa cidadã, que é incluir as pessoas com cegueira ou com baixa visão em todo o contexto social.

O ICPAC é uma Organização não governamental, sem fins lucrativos, destinada a prestar serviços de educação, assistência social, reabilitação visual e social, formação profissional e inclusão educacional, no mercado de trabalho e renda e, finalmente, a plena inclusão social das pessoas com cegueira ou com baixa visão.

Hoje, o ICPAC atende cerca de 120 alunos e reabilitados, entre crianças, adolescentes e adultos com deficiência visual.

Os materiais didáticos pedagógicos, de reabilitação visual, de reabilitação social e a mão de obra especializada destinados à educação e à reabilitação da pessoa com cegueira são bastante onerosos e o Poder Público não têm fornecido os recursos financeiros necessários para que o ICPAC possa desempenhar estas atividades.

Apesar disto, o ICPAC tem recebido seus alunos com deficiência visual, que são oriundos das camadas sociais mais pobres do estado, e tem feito um trabalho de formação inclusive profissional e inclusão no mercado de trabalho de pessoas com cegueira, muitas das quais, por sua competência, são bastante conhecidas em João Pessoa/PB.

Sendo assim, para continuar suas atribuições, precisa muito de apoio financeiro, esperando que em determinados eventos, possa arrecadar recursos, para adquirir e manter seus equipamentos e materiais especializados e pagar os salários e especialmente o décimo terceiro de seus empregados.


Informa Tayná Freire do Instituto dos Cegos da Paraíba Adalgisa Cunha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário