quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

MAC-UEPB REALIZA A 3ª EDIÇÃO DO SARAU AO PÔR DO SOL


O MAC-UEPB realiza a 3ª edição do Sarau ao Pôr do Sol, nesta quinta-feira, 06 de dezembro, às 18h, o projeto que visa promover a Poesia e a Literatura.

Nessa edição, o projeto irá celebrar a poesia de duas grandes e importantes poetisas: a paraibana Anayde Beiriz e a portuguesa Florbela Espanca, duas mulheres da literatura que estiveram à frente de seu tempo, com o sarau A HORA DA ESTRELA, menção à escritora Clarice Lispector.

O Mac-UEPB fica localizado na Rua João Lélis, nº 581, Catolé, em Campina Grande/PB.

Outras informações: (83)3337-3637/3337-3607.

Conheça a programação:

- Painéis

1. A poetisa e professora (UEPB) Vitória Lima expõe sobre Anayde Beiriz.
2. O professor (UEPB) Adalberto Teixeira Rodrigues expõe sobre Florbela Espanca.

3. Poetisas

a. Poetisa Almira Araujo -  poema de Florbela e Canto Negro (autoral)
b. Professora, médica e poetisa Deborah Dantas - Fanatismo de Florbela Espanca e Quero Ser (autoral)
c. Jornalista e poetisa Sandra Medeiros - Vaidade de Florbela Espanca e Mantra Divino (autoral)
d. Poetisa Rochelle Melo -
e. Poetisa Mirtes Waleska -

4. Lançamento do livro "50 Versões de Amor e Prazer", coletânea de contos eróticos organizados pelo professor da UFPB e escritor Rinaldo de Fernandes.

A coletânea, que sai pela Geração Editorial (SP), será concorrente nacional do best-seller "Cinquenta tons de cinza".

Sobre RINALDO DE FERNANDES:

Escritor premiado, doutor em Teoria e História Literária pela UNICAMP e professor de literatura da UFPB. Publicou os livros de contos O Caçador (EDUFPB, 1997), O perfume de Roberta (Rio de Janeiro: Garamond, 2005) e O professor de piano (Rio de Janeiro: 7Letras, 2010) e o romance Rita no Pomar (Rio de Janeiro: 7Letras, 2008 – finalista do Prêmio São Paulo de Literatura e do Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon). É autor ainda de Vargas Llosa: um Prêmio Nobel em Canudos – ensaios de literatura brasileira e hispano-americana (Rio de Janeiro: Garamond, 2012).

Organizou as coletâneas O Clarim e a Oração: cem anos de Os sertões (São Paulo: Geração Editorial, 2002), Chico Buarque do Brasil: textos sobre as canções, o teatro e a ficção de um artista brasileiro (Rio de Janeiro: Garamond/Fundação Biblioteca Nacional, 2004), Contos cruéis: as narrativas mais violentas da literatura brasileira contemporânea (São Paulo: Geração Editorial, 2006), Quartas histórias: contos baseados em narrativas de Guimarães Rosa (Rio de Janeiro: Garamond, 2006) e Capitu mandou flores: contos para Machado de Assis nos cem anos de sua morte (São Paulo: Geração Editorial, 2008). Já participou de antologias de contos como Futuro presente: dezoito ficções sobre o futuro (Rio de Janeiro: Record, 2009 – org. Nelson de Oliveira), 90-00: cuentos brasileños contemporáneos (Lima: PetroPeru/Ediciones Cope, 2009 – org. Maria Alzira Brum Lemos e Nelson de Oliveira),Tempo bom (São  Paulo: Iluminuras, 2010 – org. Sidney Rocha e Cristhiano Aguiar), entre outras. Seu conto “Beleza”, concorrendo com cerca de 1.200 textos de todo o país, obteve o primeiro lugar no Prêmio Nacional de Contos do Paraná (2006), um dos mais tradicionais de nossa literatura.

Entre os ensaístas e pesquisadores que já abordaram a sua ficção, podem ser destacados Silviano Santiago, Silvia Marianecci (Itália) e Regina Zilberman. Atualmente é colunista do jornal de literatura Rascunho, de Curitiba, e do Correio das Artes, de João Pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário