terça-feira, 3 de dezembro de 2013

A BANDA ADZ ABRAD’ OS ZÓIO RECEBE NESTA QUARTA-FEIRA CONVIDADOS ESPECIAIS NO CHOPP TIME

A banda ADZ Abrad’ Os Zóio recebe nesta quarta-feira, 04 de dezembro, no palco do Chopp Time, para comemoração dos dois anos de estrada na música, os artistas paraibanos: Escurinho, Geovan Morais  e Os Gonzagas. E a convidada especial Liah Soares, finalista do The Voice Brasil 2012.

Neste evento ADZ vai mostrar toda a sua bagagem musical para o público da capital paraibana curtir um repertório dos maiores sucessos do primeiro CD da banda intitulado “Cidade das Neves”, lançado no mês de agosto, deste ano, na Usina Cultural Energisa.

Os ingressos estão à venda no valor único de R$ 15. O Chopp Time fica localizado na Avenida Governador Argemiro de Figueiredo, nº 3835, Bessa, em João Pessoa – PB.

Reservas pelo telefone: (83) 3021-4885.

SOBRE:

ABRAD’ OS ZÓIO

A ADZ nasceu em 2011, de uma forma um tanto que despretensiosa, foi agregando aos poucos, os seus componentes, até alcançar sua atual formação - Yuri Carvalho, Relações Públicas por formação e atuante na música desde a juventude, por meio do Coral Paraibano Voz Ativa (vocal), Pedro Medeiros, licenciado em Música e educador multi-instrumentista (Direção musical e guitarrista), Temy Vicente, atuante na música desde os anos 2000 (contrabaixo), George Glauber, mestre em música e educador musical (bateria) e Lucas Dan, bacharel em música e especialista em acordeom (teclado, percussão e sanfona).

Tem enquanto proposta levar o Funk-Rock-Oxente, uma mistura de ritmos num caldeirão efervescente, para todos os povos, disseminando assim, a diversidade cultural. Um som feito em louvor à cultura e às raízes paraibanas para o grande público, enaltecendo os nossos signos culturais, o nosso coco de roda, as nossas figuras sociais que fomentam a cultura do Estado, assim como unir o melhor do Rock, Funk, com a música regional, o Baião, o Maracatu, o Samba-groove e as várias nuances da grande MPB, que na visão da banda recebe um novo significado, sendo assim, a Música Paraibana Bacana. Como principais influências sonoras e poéticas, a banda leva na bagagem trabalhos de artistas como Djavan, Lenine, Rita Lee, O Rappa, Zeca Baleiro, Belchior, Vital Farias, Chico César, Pedro Osmar e diversos artistas paraibanos.

“A ADZ surgiu da necessidade de se fazer música com uma identificação pessoal dos integrantes, que buscou nas raízes intimistas, um encontro entre o trabalho e o prazer”, afirma o vocalista, Yuri Carvalho.

LIAH SOARES

Liah traz a música impressa em seu DNA desde criança. Nascida em Tucuruí, interior do Pará, a cantora aprendeu pelas mãos do pai, entre discos e ondas do rádio, o que é a boa música. Aos três anos de idade já iniciou o seu caminhar artístico no coro da igreja de sua cidade natal. Aos onze já ganhava o primeiro violão, e a total entrega à música acabou levando-a para o primeiro festival em sua trajetória, onde dentre mais de 3000 músicas inscritas, ficou entre as 24 de destaque. Esta experiência rendeu-lhe a primeira vez em um palco, cantando para um grande público. Foi o suficiente para querer viver de sua arte para o resto da vida.

O desejo de voar mais alto a fez seguir para a casa dos tios em Santa Catarina, onde estudou violão clássico, tocou em bandas, em vários barzinhos e participou de mais festivais de música.

Quando lançou seu primeiro disco em 2004 pela EMI, Liah já era uma compositora de sucesso. Sua habilidade em escrever melodias com letras profundas e surpreendentes já havia chamado a atenção de muitos artistas e críticos do meio musical. Foi assim que surgiu então o contrato da primeira gravadora. Sua voz chegou ao grande público com as baladas “Garotas Choram Demais” (primeiro single a tocar nas rádios de todo o Brasil) e com “Poesia e Paixão”. Logo veio o convite do cantor italiano Tizziano Ferro para o duo na musica “Sere Nere”, do seu disco que seria lançado no Brasil e América Latina pela EMI. 

Após lançar o segundo disco “Perdas e Ganhos”, com músicas que fizeram parte da trilha das novelas Malhação (TV Globo) e Alta Estação (TV Record), Liah se muda para a cidade do Rio de Janeiro e inicia uma nova experiência de intercâmbio cultural com músicos cariocas.

ESCURINHO

Jonas Epifânio dos Santos Neto, o Escurinho, é compositor, cantor, percussionista e autor de trilhas para o teatro. Nascido em Serra Talhada, mas se considera paraibano, já que desde criança, aos sete anos de idade, veio com toda sua família de Bom Nome – PE, para Piancó, e, posteriormente, mudou-se para Catolé do Rocha, na Paraíba.

Tinha a influência na infância da música e boemia de seu pai, mas foi nos anos 70 que a música veio com mais força, nos braços da Tropicália, criando nessa época o Grupo Ferradura, ao lado do músico e compositor Chico Cesar.

Um artista polivalente, das Artes Cênicas e da Música, Escurinho, mudou-se para a capital paraibana no começo dos anos 1980. Em 1995 lançou seu primeiro trabalho autoral, o “Labacê”, ao lado de Alex Madureira. O segundo disco, lançado em 2003, é “Malocage”. Em sua música há duas características marcantes: a temática social e a fusão de ritmos regionais com o pop, que ele simplifica dizendo: “tudo isso é a Música Popular Brasileira”.

GEOVAN MORAIS

Geovan Morais é cantor e compositor nascido em João Pessoa. O seu primeiro contato com o mundo da música foi quando aos treze anos, recebeu seu primeiro violão, um presente de sua mãe. Iniciou os seus estudos em música no tradicional Conservatório de Olinda, em 1994. Iniciou sua vida artística na histórica cidade de Aracati-CE, apresentando-se em bares da famosa praia de Canoa Quebrada. Ao retornar a João Pessoa, já no ano de 2000, retomou seus estudos musicais na Escola Estadual Antenor Navarro, no Espaço Cultural. Em 2005, passou efetivamente a trabalhar na noite pessoense como músico no circuito musical de bares e restaurantes, além de hotéis no litoral sul da Paraíba, apresentando suas composições calcadas em ritmos variados, navegando pela música regional nordestina (baião, xote, maracatu etc), além do blues, tango, soul music, samba, bossa-nova e rock’n’roll.

Nos anos de 2009 e 2010 (julho e agosto – verão europeu), Geovan Morais recebeu o convite para apresentar-se na Suécia, tendo performances em cinco cidades daquele país escandinavo, executando a genuína música brasileira, rock’n’roll clássicos e, principalmente, seu trabalho autoral.

Em agosto de 2010, deu início às gravações de seu primeiro CD com 12 (doze) composições próprias, cuja produção musical é do músico Leonardo Meira (produtor, guitarrista, arranjador e professor da UFPB). Atualmente, Geovan Morais é aluno da Graduação em Música da Universidade Federal da Paraíba – Curso Sequencial de violão popular.

OS GONZAGAS

Dois irmãos, um primo e quatro amigos que se juntaram para fazer aquele bom forró que embalou a infância dos garotos, mas de um jeito todo especial. Com uma pegada jovem, mas sem deixar de lado a essência da música nordestina - é assim que os sete músicos dão vida à banda Os Gonzagas. 

O grupo une o que há de mais expressivo do forró pé-de-serra, com o melhor da música popular que valoriza a cultura regional, como o maracatu, o coco, a ciranda e outros ritmos que ultrapassam a cultura nordestina. Os irmãos Yuri Gonzaga e Gonzaguinha comandam a sanfona e guitarra, respectivamente. O primo Daniel Costa é o zabumbeiro. A segunda sanfona fica por conta de Carlos Henrique. Hugo Leonardo toca o contrabaixo. Caio Bruno detona na bateria. Felipe Alcântara, nos vocais e triângulo, fechando assim com carisma uma formação de músicos com forró correndo nas veias, no nome e no coração.

Os pessoenses têm entre 21 e 30 anos, mas são também filhos de Itaporanga, berço de grandes talentos musicais. Estrearam nos palcos em 2007 e desde então não pararam mais. Tem enquanto missão tocar para o povo a sua própria cultura.

CONTATOS E MAIS INFORMAÇÕES DOS ARTISTAS:

ABRAD’ OS ZÓIO
Anne Fernandes (Produção e Assessoria de Comunicação e Imprensa)
Fone: (83) 8806-0165

LIAH SOARES
Elex Balduíno (Produção Nordeste)
Fones: (83) 8857-6506 | (83) 9641-4770 | (83) 8160-9038

ESCURINHO
Ester Rolim (Produção)
Fone: (83) 8784-6196

GEOVAN MORAIS
Fone: (83) 8811-6160

OS GONZAGAS
Daniel Costa (Produção)
Fone: (83) 8803-4784

Foto/crédito: Sônia Belizário





Nenhum comentário:

Postar um comentário