sexta-feira, 17 de abril de 2015

CAIXA CULTURAL RECEBERÁ A EXPOSIÇÃO “O PATRIMÔNIO IMATERIAL BRASILEIRO”

Na próxima quarta-feira (22), a Caixa Cultural, no bairro do Recife, recebe abertura da exposição “O Patrimônio Imaterial Brasileiro”. A mostra contará com textos, fotografias, vídeos, músicas, sons e objetos, explorando 36 bens imateriais no país. Estas manifestações culturais têm sido registradas ao longo de 12 anos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Na mostra, Pernambuco será representado pelo frevo, o cavalo-marinho, os maracatus Nação e Rural e a Feira de Caruaru. O evento terá início às 19h30 e a exposição permanecerá aberta ao público até o dia 31 de maio.

SEGUE ABAIXO A LISTA DOS BENS IMATERIAIS RECONHECIDOS PELO IPHAN:

– Ofício dos mestres de capoeira (nacional)
– Roda de capoeira (nacional)
– Arte Kusiwa, pintura corporal e arte gráfica Wajãpi (Amapá)
– Cachoeira de Iauaretê, lugar sagrado dos povos indígenas dos rios Uaupés e Papuri (Amazonas)
– Sistema agrícola tradicional do Rio Negro (Amazonas)
– Ofício das baianas de acarajé (Bahia)
– Samba de roda do Recôncavo baiano (Bahia)
– Festa do Senhor Bom Jesus do Bonfim (Bahia)
– Ofício das Paneleiras de Goiabeiras (Espírito Santo)
– Festa do Divino Espírito Santo de Pirenópolis (Goiás)
– Rtixòkò, expressão artística e cosmológica do Povo Karajá (Goiás e Tocantins)
– Saberes e práticas associados aos modos de fazer bonecas Karajá (Goiás e Tocantins)
– Complexo Cultural do Bumba-Meu-Boi do Maranhão (MA)
– Tambor de Crioula do Maranhão (MA)
– Modo artesanal de fazer queijo de Minas nas regiões do Serro e das serras da Canastra e do Salitre (Minas Gerais)
– Toque dos Sinos em Minas Gerais (MG)
– Jongo no Sudeste (Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo)
– Ofício de Sineiro (Minas Gerais)
– Modo de fazer Viola-de-Cocho (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul)
– Ritual Yaokwa do povo indígena Enawene Nawe (Mato Grosso)
– Círio de Nossa Senhora de Nazaré (Pará)
– Festividades de São Sebastião na Região do Marajó (Pará)
– Carimbó, dança de roda (Pará)
– Fandango Caiçara (São Paulo e Paraná)
– Feira de Caruaru (Pernambuco)
– Frevo (Pernambuco)
– Maracatu Nação (Pernambuco)
– Maracatu do Baque Solto (Pernambuco)
– Cavalo-Marinho (Pernambuco e Paraíba)
– Cajuína (Piauí)
– Festa de Sant’Ana de Caicó (Rio Grande do Norte)
– Tava, lugar de referência para o povo Guarani (região de Missões no Rio Grande do Sul)
– Festa do Divino Espírito Santo de Paraty (Rio de Janeiro)
– Matrizes do samba: partido alto, samba de terreiro e samba-enredo (Rio de Janeiro)
– Modo de fazer renda irlandesa (Sergipe)
 
SERVIÇO:
 
Exposição: “Patrimônio Imaterial – A Celebração Viva da Cultura dos Povos”

Período: de 22 de abril até dia 31 de maio.

Horário: de terça-feira a sábado, das 10h às 20h, e no domingo, das 10h às 17h.

Local: CAIXA Cultural Recife – Avenida Alfredo Lisboa, 505, Bairro do Recife, Recife- PE.
 
Entrada gratuita
 
Informações: + 55 (81) 3425-1915.

Classificação indicativa: livre
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário