quarta-feira, 20 de maio de 2015

EM SUA TERCEIRA EDIÇÃO, O EDITAL BRASIL-ITÁLIA 2015 RECEBEU O NÚMERO RECORDE DE 58 PROJETOS INSCRITOS EM SUAS DUAS LINHAS

Foi publicada nesta terça-feira (19), no Diário Oficial da União (DOU), a ata com o resultado da fase de habilitação do edital de apoio ao desenvolvimento de projetos com potencial de coprodução com a Itália, realizado pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) em parceria com a Direzione Generale per Il Cinema. Os proponentes dos projetos não habilitados têm até a próxima terça-feira, 26 de maio, para apresentar recurso.
Em sua terceira edição, o edital Brasil-Itália 2015 recebeu o número recorde de 58 projetos inscritos em suas duas linhas. A Linha A, que oferece apoio ao desenvolvimento de projetos de roteiristas iniciantes teve 37 projetos habilitados e 14 não habilitados. Já pela Linha B, voltada a projetos de roteiristas com experiência, seis projetos conseguiram a habilitação e um foi considerado não habilitado.  De acordo com o cronograma do edital, a divulgação do resultado do julgamento dos recursos está prevista para o dia 10 de junho e a publicação do resultado final do concurso para o dia 24 de junho.
O concurso bilateral disponibiliza 160 mil euros para o apoio ao desenvolvimento de projetos de longa-metragem. No total, serão beneficiados seis projetos com potencial de coprodução entre os dois países, sendo três selecionados pela Ancine e três pela Direzione Generale Per Il Cinema, da Itália. A Ancine contemplará dois projetos de roteiristas iniciantes, cada um com 25 mil euros, e um projeto de roteirista não iniciante, que fará jus a 30 mil euros.
TEXTO: AsCom/MinC
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário