sexta-feira, 7 de outubro de 2016

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA OS ENCONTROS COM O CINEMA BRASILEIRO COM OS FESTIVAIS DE ROTERDÃ E BERLIM

Estão abertas as inscrições para a décima nona edição do Programa Encontros com o Cinema Brasileiro, que desta vez vai envolver o Festival Internacional de Cinema de Roterdã, que acontece de 25 de janeiro a 5 de fevereiro, na Holanda, e o Festival Internacional de Cinema de Berlim, que vai de 9 a 19 de fevereiro, na Alemanha.

Os interessados em participar devem preencher o formulário de inscrição online no Portal ANCINE, indicando um link onde esteja disponível para visualização um teaser/trailer, de 2 a 5 minutos de duração, legendado em inglês. O prazo vai até as 23h59 do dia 18 de outubro.

Serão aceitas inscrições de filmes de longa-metragem já finalizados e ainda inéditos fora do território nacional, ou obras em fase de finalização que já possuam corte provisório capaz de ser projetado em formato DVD ou Blu-Ray.

As informações das inscrições e os respectivos links serão repassados aos responsáveis pelos comitês de seleção dos Festivais que selecionarão de dez a doze filmes, dos quais ao menos dois deverão ser, idealmente, de associados do Programa Cinema do Brasil, parceiro institucional dos Encontros.

Um curador do festival holandês estará no Rio de Janeiro para assistir a sessões exclusivas entre os dias 7 e 9 de novembro. O mesmo processo de inscrição será válido para o Festival de Berlim, porém, excepcionalmente nesta edição, a equipe do Festival verá os filmes à distância e os longas selecionados ganham isenção na taxa de inscrição no festival alemão.

Acesse o regulamento da 19ª edição dos Encontros com o Cinema Brasileiro http://ancine.gov.br/sites/default/files/1-%20EncontrosCB-RegulamentoXIX.pdf

SOBRE

Encontros com Sundance

Na 18ª edição dos Encontros com o Cinema Brasileiro, a curadora do Festival de Cinema de Sundance, Heidi Zwicker, esteve no Rio de Janeiro para assistir aos 12 longas-metragens selecionados por ela. Heidi assistiu aos filmes em sessões exclusivas, entre os dias 27 e 30 de setembro, na Cinemateca do MAM e na Sala Gustavo Dahl, no Escritório Central da ANCINE, no Rio de Janeiro.

Em sua primeira visita ao Brasil, a representante do festival americano se disse encantada com a cinematografia brasileira: “O Brasil tem um cinema muito rico. Me impressiona a diversidade das produções. É um cinema que não tem só uma cara. Ele é plural”.

Heidi assistiu aos seguintes títulos:

“A cidade do futuro", de Claudio Marques e Marília Hughes (Coisa de Cinema)

“A luta do século", de Sérgio Machado (Muiraquitã Filmes e Produções Artísticas)

“Como nossos pais", de Laís Bodansky (Buriti Filmes)

“Corpo elétrico", de Marcelo Caetano (Plateau Produções)

“Elis", de Hugo Prata (Zulu Filmes)

“Fala comigo", de Felipe Sholl (Syndrome Filmes)

“Homem livre", de Alvaro Furloni (Segunda-feira Filmes)

“Não devore o meu coração", de Felipe Bragança (Duas Mariola Filmes)

“O amor de Catarina", de Gil Baroni (Beija Flor Filmes)

“Os caubóis do apocalipse", de Diego da Costa (Pietá Filmes)

“Pela janela", de Caroline Leone (Dezenove Som e Imagens)

“Rifle", de Davi Pretto (Tokyo Filmes)

Os longas foram selecionados diretamente pela curadora, a partir dos teasers e das informações fornecidas pelas inscrições no programa.

OS ENCONTROS COM O CINEMA BRASILEIRO

Uma iniciativa da ANCINE, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), e com o apoio do Programa Cinema do Brasil, o Programa tem por objetivo aumentar a visibilidade do cinema brasileiro no mercado internacional, investindo na aproximação das relações com os curadores dos principais festivais do mundo.

O Programa foi planejado levando em conta o calendário de realização dos festivais, aumentando as chances de participação dos filmes brasileiros e, conseqüentemente, a inserção internacional do nosso cinema.

A participação dos festivais em cada etapa do programa é definida levando em conta o calendário de cada um, para que os encontros aconteçam no período em que está efetivamente sendo feita a escolha dos filmes que integrarão sua programação. Em edições anteriores, já vieram ao Brasil curadores de festivais internacionais de cinema como os de Cannes, Sundance, San Sebastián, Toronto, Veneza, Locarno, BAFICI, Havana e Roma.

Foto: Reprodução/divulgação – Legenda: Heidi Zwicker, curadora do Festival de Sundance, na Cinemateca do MAM, no Rio de Janeiro.

Fonte: ANCINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário