sábado, 15 de outubro de 2016

JOGO ENSINA CRIANÇAS A DIFERENCIAR VALORES DE PREÇOS

O que vale mais pontos no quesito diversão: comprar um tênis ou ir ao zoológico? No jogo SuperValores, lançado pelo SerasaConsumidor em comemoração ao Dia das Crianças, a segunda opção ganha disparado de dez contra dois. O jogo tem como objetivo repassar aos pequenos conteúdos de educação financeira, como consumo consciente e a diferença entre valores financeiros e não financeiros, de maneira divertida e acessível, mostrando que algumas riquezas (amizade, convívio com amigos e familiares e diversão ao ar livre) são grátis, mas valem muito.
 
São 32 cartas, para serem baixadas gratuitamente no link www.serasaconsumidor.com.br/educacao/preco-e-valor-sao-a-mesma-coisa-descubra-brincando - resgatando o conceito dos jogos tradicionais.
 
Cada carta menciona uma atividade diferente, como ir ao cinema, ao zoológico, comprar um tênis, andar de bicicleta, desenhar etc. Em cada cartão são apresentadas cinco características para aquela atividade: diversão (o quanto essa experiência diverte), amigos (a oportunidade de fazer amizade), quanto custa (o valor monetário), movimento (o quanto a experiência gera movimento físico) e criatividade (quanto estimula a descobrir coisas novas). Essas características são pontuadas de 1 a 10, de acordo com a experiência proporcionada, estimulando o raciocínio e facilitando a comparação de valores. Na carta “andar de bicicleta”, por exemplo, os itens movimento e diversão valem muito. Em “colecionar figurinhas”, amigos e diversão são os que mais pontuam. E assim por diante.
 
As cartas também são classificadas em quatro “famílias”, reunindo tipos de atividades semelhantes. São elas: Ultradiversão; Útil para a vida; Quero ou preciso? E nós e a natureza. O agrupamento contribui para reforçar conceitos importantes, como a diferença entre vontade e necessidade; a informação de que experiências positivas não têm necessariamente valor financeiro e que algumas práticas nos aproximam da natureza.
 
Na hora de jogar, a criança escolhe o item de sua carta que pode bater a pontuação do outro jogador, o que ajuda a internalizar os conceitos. Quem tiver mais pontos ganha as cartas da mesa e as coloca embaixo de sua pilha. A única exceção fica para o item “quanto custa”: quando selecionado, ganha as cartas da mesa quem tiver o valor mais baixo neste item, de forma a estimular o conceito de economia entre as crianças. O jogo continua até que um dos participantes fique com todas as cartas do jogo, vencendo a partida.
 
“A ideia é que, quanto mais próximo do cotidiano da criança for o tema do jogo, mais fácil será para ela compreender a lógica e as questões apresentadas”, diz gerente de Sustentabilidade Corporativa da Serasa Experian, Andrea Regina.
 
Voltado ao público entre 7 e 10 anos, o SuperValores pode ser jogado com a participação dos adultos, tornando a experiência ainda mais proveitosa e divertida. “Criamos um tópico de orientação, junto à área de download, chamada Dicas para pais e responsáveis, voltados a estimular o diálogo dos temas com os pequenos”, explica Andrea.
 
VALORES, DINHEIRO E EU
 
Outra ferramenta lúdica criada pela Serasa para reforçar conceitos de educação financeira é o site Valores, Dinheiro e Eu (www.valoresdinheiroeeu.com.br). Trata-se de um portal interativo, que retrata a Vila Sonhos Reais, bem como seus moradores e situações práticas do dia a dia vivenciadas por eles.
 
Voltado a crianças de 6 a 12 anos, o site apresenta jogos de perguntas e respostas, livros virtuais e demais experiências lúdicas que envolvem a solução de problemas cotidianos, como a compra de produtos no supermercado cujos preços devem ficar dentro de determinado orçamento.
 
Em outras áreas do site, a proposta é solucionar conflitos emocionais, éticos e morais que surgem quando as pessoas lidam com dinheiro. As atividades podem ser feitas em casa, com acompanhamento dos pais, ou em sala de aula, junto com o professor.
 
Por: Redação Na Boléia

Nenhum comentário:

Postar um comentário