terça-feira, 29 de novembro de 2016

PABLO FAGUNDES ESTREIA PROJETO DE MÚSICA INSTRUMENTAL BRASILEIRA NO RAPPORT CAFÉS ESPECIAIS E BISTRÔ EM BRASÍLIA



Os clássicos da música instrumental brasileira vão embalar as noites de quinta-feira no Rapport Cafés Especiais e Bistrô (201 Sul). Nesta semana, em 1º de dezembro, estreia o projeto Pablo Fagundes Convida. Com uma trajetória de 24 anos dedicada à música,  o gaitista brasiliense tem se apresentado regularmente no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos nos últimos anos e, agora, marcará presença semanalmente na casa, das 19h às 22h. Couvert: R$ 10,00.

Nesta edição, Pablo recebe Félix Jr., considerado pela crítica uma revelação entre os violonistas de 7 cordas no Brasil. No repertório da dupla, música instrumental brasileira, com homenagem a artistas como Tom Jobim, Hermeto Pascoal, Chico Buarque e João Bosco. 

Formado pela Escola de Música de Brasília, Pablo Fagundes teve como mestre na gaita cromática, no Rio de Janeiro, um dos precursores da Bossa Nova, o gaitista Maurício Einhorn. Ao longo de sua carreira, até agora, Pablo já tocou com  músicos consagrados, como o gaitista belga Toots Thielemans, o multi-instrumentista Hermeto Pascoal, o guitarrista Toninho Horta, os bandolinistas Hamilton de Holanda, David Grisman, Mike Marshall, o sanfoneiro Dominguinhos, os gaitistas norte-americanos Howard Levy e Peter MadCat, vencedor do Grammy Award. 

Pablo conta, em seu currículo, com importantes contribuições para o ensino da música. Dentre elas está o curso pioneiro no país  de Gaita Cromática no choro, idealizado por ele e implementado, em 2008,  na escola de choro Raphael Rabello, do Clube do Choro de Brasília. Ainda com o objetivo de ampliar a oportunidade do aprendizado a todos os interessados no instrumento, Pablo Fagundes lançou, em agosto de 2011, o DVD “Aprenda a tocar harmônica na música brasileira”, que traz 192 exercícios, com partituras, direcionados para o desenvolvimento técnico e rítmico em quatro gêneros: choro, samba, bossa nova e baião. O DVD foi inteiramente concebido, desenvolvido e produzido por ele e tem legendas em inglês.  

Jazz e Folk 

Para proporcionar uma programação cultural diferenciada aos brasilienses, o Rapport Cafés Especiais e Bistrô (201 Sul) proporciona também aos seus clientes jazz, às sextas-feiras, e folk, aos sábados. Ambos das 19h30 às 22h30, com couvert a R$ 10,00.

O projeto Folk no Rapport é comandado pelo trio Rubber Folk. Recém-formado pelo cantor e compositor Fernando Cruz (voz e violão) em parceria com Dado Nunes (baixo e voz) e Rodrigo Figueiredo (violão), o grupo reverencia canções que fazem parte da história das músicas americana e britânica ao longo das últimas décadas.

Dono de estilo e repertório únicos, The Rubber Folk privilegia a música em voz e violão, formato que garante independência para a criação e fidelidade às melhores melodias. Assim, os músicos revisitam com originalidade as obras de artistas como Bob Dylan, Neil Young, Beatles e Stones, passando por monstros da estirpe de Johnny Cash e Elvis, e de jovens nomes como Badly Drawn Boy e Arctic Monkeys, além de apresentar suas composições autorais. 

Já às sextas-feiras, o Gypsy Jazz Club – composto pelos músicos Igor Diniz (contrabaixo acústico), Victor Angeleas (violão tenor e bandolim), Eduardo Souza (violão) e Pedro Vasconcelos (cavaquinho) – apresenta o melhor do gypsy jazz.

De origem francesa, o gypsy jazz (que significa jazz cigano) é um ritmo marcante e alegre, que lembra trilhas sonoras de filmes e desenhos animados. Chamado também de “jazz manouche” ou “manouche jazz”, pela forte influência na França, o gênero tem no guitarrista Jean “Django” Reinhardt um de seus destaques. O Gypsy Jazz Club, que já teve em sua composição o violinista norte-americano Ted Falcon, traz o melhor do  gypsy jazz dos anos 30 e 40, com pitadas de música brasileira, em arranjos para lá de especiais.

Rapport Cafés Especiais e Bistrô

CLS 201, Bloco B, Loja 9, Asa Sul – Brasília/DF. Reservas: (61) 3322-0259. De segunda a quinta-feira, das 12h às 22h; às sextas-feiras, das 12h às 23h; aos sábados, das 14h às 23h.

Quinta-feira (1º/12) - Das 19h às 22h, projeto Pablo Fagundes Convida Félix Jr. Couvert: R$ 10,00. Classificação indicativa: livre. 

Sexta-feira (2/12) – Das 19h30 às 22h30, projeto Jazz no Rapport com Gypsy Jazz Club. Couvert: R$ 10,00. Classificação indicativa: livre. 

Sábado (3/12) – Das 19h30 às 22h30, projeto Folk no Rapport com The Rubber Folk. Couvert: R$ 10,00. Classificação indicativa: livre.

Fonte: Naiobe Quelem Comunicação Integrada
Foto: Hugo Santarem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário