quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

RITMOS DO BRASIL: A HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA PARA CRIANÇAS


Autores lançam nesta terça, dia 6, terceiro livro da série: Jovem Guarda e Tropicália

 As crianças e os adolescentes brasileiros hoje têm pouco contato com a nossa música. Ou pelo menos com a riqueza dela. Muitos não sabem sequer nomear alguns dos principais gêneros que existem no país. E quando os pais querem passar a elas essa informação, encontram pouco material disponível ou então numa linguagem pouco acessível.

Com o desejo de mudar esse quadro, os jornalistas Carla Gullo e Camilo Vannuchi e a cantora e historiadora Rita Gullo, todos de São Paulo, resolveram contar a história da música brasileira de uma maneira simples, divertida e fácil de entender. Assim nasceu a coleção Ritmos do Brasil. O primeiro volume, Samba e Bossa Nova (Ed. Moderna, 64 págs, R$ 41), foi lançado no final de 2014 e o segundo, Choro e Música Caipira (64 págs, R$ 41) em outubro de 2015. “Nosso objetivo é contar a história da música de um jeito lúdico e informativo ao mesmo tempo. É um livro para os pais lerem para os filhos e vice-versa”, diz Carla Gullo.

O terceiro livro dos autores, Jovem Guarda e Tropicália (Ed. Moderna, 64 págs, R$ 41) será lançado nesta terça, 6 de dezembro, às 19h, na Livraria da Vila da Vila Madalena. A exemplo dos outros lançamentos, a cantora Rita Gullo irá fazer um pocket show com as músicas mais representativas dos dois movimentos e também contar histórias divertidas para adultos e crianças.

Com ilustrações de Carlos Araújo (Samba e Bossa Nova) e Thiago Lopes (Choro e Música Capira, Jovem Guarda e Tropicália), os livros são bastante movimentados e com uma linguagem própria para a fase que se focou – um público infanto-juvenil, de 9 a 13 anos.

Fonte: Yasmin Ayache - Circular Comunicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário