domingo, 19 de fevereiro de 2017

BROTO LEGAL ADERE À REDE SOCIAL GASTRONÔMICA PIP

Os cadernos de receitas sempre foram os companheiros de muita gente na cozinha, mas a nova tendência gastronômica é o app “Pip”, uma rede social para quem ama cozinhar.
 
A rede social traz as receitas favoritas na palma da mão, funcionando como um livro digital. É possível adicionar pessoas além de trocar receitas, fotos, dicas culinárias, salvá-las e compartilhá-las.
 
Com uma tela de rolagem e funcionalidade bem parecida com a do Instagram, a aplicativo proporciona uma grande interação entre os seguidores. Para seguir a Broto Legal basta baixar o aplicativo, criar uma conta e seguir “Broto Legal Alimentos”. “Em nosso perfil é possível encontrar receitas selecionadas especialmente para que as refeições sejam sempre saborosas. Clicando na imagem, já aparece o passo a passo da receita e fica muito mais fácil para preparar a receita”, explica Vitor Fujisawa do marketing da Broto Legal.
 
O app está disponível para Android e IOS.
 
SOBRE A BROTO LEGAL
 
Desde 1980, a Broto Legal proporciona aos consumidores alimentos saudáveis, com qualidade e preço justo, desenvolvendo atividades que promovam o melhor resultado possível aos clientes, colaboradores e fornecedores, respeitando o meio ambiente, as leis e os costumes da comunidade.
 
Preocupada em colocar no mercado produtos selecionados de alta qualidade e compatíveis com a necessidade dos consumidores, a Broto Legal aposta em tecnologia e qualidade, investindo em máquinas modernas que selecionam os produtos de maneira automática, e com índices praticamente zero de impurezas.
 
Além do arroz e do feijão, hoje a empresa oferece ao consumidor a linha de azeites de oliva, jerked beef e atum enlatado. Todos os produtos possuem o Selo de Análise Contra Agrotóxicos emitido pelo Instituto Biológico de São Paulo. O feijão Broto Legal é o mais vendido no interior do território paulista. Além disso, a leguminosa já pode ser encontrada em Minas Gerais, Paraná e Amazonas.
 
Fonte: Roberta - Fonte Comunicação
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário