sábado, 13 de maio de 2017

O CINZA QUE TRAZ INSPIRAÇÃO PARA AS CIDADES

A busca por uma vida doce, alegre e colorida faz parte do nosso cotidiano, é algo inerente e que dita os rumos da nossa jornada. A paleta de cores da nossa existência é extensa e variada, onde cada matiz tem sua importância e cada dia tem sua tonalidade, algumas vibrantes e outras não, mas todas necessárias.

Se para algumas pessoas o cinza é sinônimo de frieza, na decoração, moda e tecnologia, é a cor da neutralidade e sutileza. Não é à toa que é a cor preferida da Apple e umas das mais vendidas quando falamos de sofás. É o “curinga” que todos devem ter em casa, que caminha lado a lado com combinações ousadas ou se sustenta sozinho, sem causar o cansaço das cores fortes.

Existem cerca de 65 nuances de cinza, e elas podem ser quentes ou frias. As mais conhecidas são o chumbo, asfalto, elefante e o sépia (aquele que dá um ar nostálgico às fotografias). Um bom artista, que saiba combina-los com harmonia, pode criar resultados que trazem brilho a qualquer ambiente.

No grafitti não é diferente. A combinação das diferentes tonalidades de cinza pode formar imagens que transformam o ambiente, impactando de forma moderada e elegante. É ideal para quem quer ousar, mas tem medo de se cansar com uma ilustração multicolorida.

Para o grafiteiro Gustavo Nénão, que se especializou em realizar grafittis de todas as cores para ambientes internos e externos, a utilização de tonalidades acinzentadas nos desenhos não quer dizer, necessariamente, que o ambiente ficará frio. “Com as combinações certas, o diferencial notado em um realismo com escalas de cinza é a suavidade”.

Segundo Nénão, o uso de cores neutras para ambientes internos é comum. “Muitas pessoas preferem ter uma imagem em escalas de cinza, assim podem utilizar cores fortes em outros objetos, como lustres e sofás. Isso não quer dizer que o contrário também não aconteça. Já fiz trabalhos multicoloridos, com o intuito de destacar um ambiente decorado em preto e branco”, explica o artista.

SOBRE O ARTISTA

Formado em Publicidade e Propaganda pela PUC – Campinas, Gustavo ‘Nénão’ desenvolve trabalhos com graffiti desde 1994. A partir de um hobby, sua carreira profissional teve início em 2003 e, desde então, já fez projetos para grandes marcas, além de países como Chile, Bolívia, Argentina, Espanha, Holanda, Bélgica, França, Inglaterra, Portugal, Itália e USA que se renderam aos seus traços e cores. Embaixador da Casa Ronald McDonald, suas obras contribuem com a arrecadação de recursos para a instituição, que hospeda crianças e acompanhantes durante o tratamento contra o câncer.

Fonte: aboutcom - Foto: Reprodução/divulgação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário