quarta-feira, 7 de junho de 2017

JOÃO PESSOA, FLORIANÓPOLIS E PORTO ALEGRE SERÃO AS PRIMEIRAS CIDADES A TEREM DOMÍNIOS EXCLUSIVOS SOB O .BR


Empresários, profissionais liberais, prestadores de serviço e usuários de Internet interessados em ter nomes de domínios associados aos nomes populares das cidades de João Pessoa, Florianópolis e Porto Alegre terão mais opções para registrar endereços: “jampa.br”, “floripa.br” e “poa.br” estarão disponíveis para registro em breve. A partir de 8 de junho, o Domínio de Primeiro Nível (DPN/categoria) “jampa.br” estará disponível no sítio do Registro.br. Já “floripa.br” e “poa.br” estarão no ar, respectivamente, na segunda-feira (12/06) e na quarta-feira (14/06).

Essas são as três primeiras localidades que terão domínios .br próprios já que, pelas estatísticas das sugestões enviadas, nota-se visivelmente a preferência pelos nomes selecionados. “Além disso, os nomes escolhidos possuem características válidas para a criação de um novo DPN, de acordo com o regulamento da chamada”, explica Demi Getschko, diretor presidente do NIC.br. Os usuários poderão, por exemplo, registrar domínios como: "meunome.jampa.br", "minhaempresa.floripa.br", "minhaideia.poa.br" entre outras inúmeras opções para cada uma das localidades.

A campanha, iniciativa do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), entidade responsável pelo registro de domínios .br, continua recebendo contribuições para escolher os nomes dos outros 43 municípios considerados capitais ou com mais de 500 mil habitantes. "A participação da comunidade Internet é fundamental nesse processo. O NIC.br mantém o convite para que todos participem e contribuam com a definição dos apelidos e nomes populares das cidades para os novos domínios que serão criados", ressalta Getschko.

Envie sua sugestão!

As cidades que tiverem maior repercussão e, consequentemente, um maior volume de sugestões, poderão ter seus domínios criados mais cedo. Brasileiros com mais de 12 anos de idade poderão enviar quantas sugestões desejarem. A chamada de sugestões segue no ar por tempo indeterminado. Não há premiação ou remuneração por parte do NIC.br – o objetivo é receber contribuições espontâneas de nomes já consagrados para novos DPNs de cidades. Os novos DPNs de cidades que forem sendo criados serão divulgados ao longo de 2017 no sítio do NIC.br. Acesse o regulamento na íntegra e participe enviando sugestões de nomes: http://cidades.registro.nic.br/.

SOBRE:

NÚCLEO DE INFORMAÇÃO E COORDENAÇÃO DO PONTO BR – NIC.BR

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (http://www.nic.br/) é uma entidade civil, de direito privado e sem fins de lucro, que implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil. São atividades permanentes do NIC.br coordenar o registro de nomes de domínio — Registro.br (http://www.registro.br/), estudar, responder e tratar incidentes de segurança no Brasil — CERT.br (http://www.cert.br/), estudar e pesquisar tecnologias de redes e operações — Ceptro.br (http://www.ceptro.br/), produzir indicadores sobre as tecnologias da informação e da comunicação — Cetic.br (http://www.cetic.br/), implementar e operar os Pontos de Troca de Tráfego — IX.br (http://ix.br/), viabilizar a participação da comunidade brasileira no desenvolvimento global da Web e subsidiar a formulação de políticas públicas — Ceweb.br (http://www.ceweb.br), e abrigar o escritório do W3C no Brasil (http://www.w3c.br/).

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL – CGI.BR

O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios do multissetorialismo e transparência, o CGI.br representa um modelo de governança da Internet democrático, elogiado internacionalmente, em que todos os setores da sociedade são partícipes de forma equânime de suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/

Fonte: Weber Shandwick


Nenhum comentário:

Postar um comentário