sábado, 29 de julho de 2017

AS QUESTÕES DA MULHER NA ATUALIDADE SÃO INVESTIGADAS NO PREMIADO DOCUMENTÁRIO ‘TÃO LONGE É AQUI’ QUE ESTREIA NO CURTA!

As semelhanças e as diferenças entre mulheres das culturas brasileira e africana a partir das impressões de uma mulher viajando sozinha pelo continente africano estarão em cena na Sexta da Sociedade, 4, às 22h15. Estreia no Curta! o documentário “Tão longe é aqui”, da diretora Eliza Capai. Produzido a partir da experiência de Eliza quando atuava como jornalista e estava prestes a completar 30 anos, o filme propõe uma reflexão sobre o que é ser mulher hoje. Realizado com ajuda parcial de financiamento coletivo e gravado durante viagem de sete meses de Eliza pelo Marrocos, Cabo Verde, Mali, Etiópia e pela África do Sul, o longa-metragem “Tão longe é aqui” foi aclamado pelo público e pela crítica. O documentário recebeu o Prêmio Especial do Júri no Festival Internacional de Cinema Feminino FEMINA e ganhou o prêmio de Melhor Filme da Mostra Novos Rumos no Festival do Rio, ambos em 2013.

Na Quarta de Cinema, 2, às 23h30, Matheus Nachtergaele apresenta o desafio do diretor Carlos Reichenbach em produzir o filme “Alma Corsária” (1993), realizado logo após o fim do Ministério da Cultura nos primeiros anos do governo Collor. Montadora do longa-metragem e amiga de Reichenbach, que faleceu em 2012, Cristina Amaral relembra a motivação, a inspiração e os desafios do diretor. “Eu nem sei dizer como esse filme foi feito. Todas as estruturas de produção de cinema tinham sido desfeitas no Brasil. Mas, ainda assim, o filme foi feito com muito afeto, com muita vontade. E foi respeitado pela crítica, inclusive por quem não gostou do filme”, conta Cristina. Já o crítico de cinema, Inácio Araújo comenta a inspiração de Reichenbach ao produzir um filme sobre amizade durante um dos períodos mais conturbados para o cinema nacional. A cena investigada é a cena do piano na pastelaria, na qual o estranho e sublime, o popular e erudito se encontram.

Também na Quarta de Cinema, dia 2, só que mais cedo, às 20h, a faixa “A Vida é Curta” homenageia o cineasta Leonardo Mouramateus. Para começar, “História de uma Pena”, curta-metragem vencedor do “Prêmio Aquisição na Semana dos Realizadores 2016” que expõe o choque entre cinco alunos e um professor forasteiro em uma aula que nunca se inicia por completo: um bombardeio de questionamentos e algumas proposições. Na sequência, é a vez de “A Festa e os Cães”. No curta, vencedor do “Prêmio Aquisição Janela 2015”, Mouramateus mostra a história de cães que foram chegando e dominando o território nas ruas de um subúrbio de Fortaleza. Esta matilha se junta em bando, à noite, como que recuperando seu estado selvagem e recusando sua tradicional submissão ao homem.

Ainda na Quarta de Cinema, às 21h, importantes personagens que compõem o universo cinematográfico nacional entram em cena no canal. Estreia a série “A Linguagem do Cinema”, produção que a cada episódio investigará o processo criativo de realizadores e técnicos do cinema brasileiro. Idealizada e dirigida pelo cineasta baiano Geraldo Sarno, “A Linguagem do Cinema" traz em seu primeiro episódio a diretora Ana Carolina, que fala sobre sua relação intrínseca com a expressão audiovisual.

Também na Sexta da Sociedade, só que às 23h30, a série exclusiva do Curta! “Retornados” continua a investigar os elos entre Brasil e África. No episódio “A Saga dos Chachás’, os diretores Maria Pereira e Simplício Neto apresentam a trajetória do ‘retornado’ Francisco Felix de Souza, considerado o maior traficante de escravos da História, e aborda a influência política e econômica da família De Souza no Benim. Produção da Praga Conexões e da Jurubeba com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual, “Retornados” aborda, ao longo de oito episódios, o movimento histórico e cultural que surgiu a partir do retorno de escravos que foram libertados no Brasil do século XIX e voltaram para seus países de origem, na África.

O último episódio da série exclusiva “Designers do Brasil” será exibido na Terça das Artes, 1º de agosto, às 23h30m. No programa dirigido por Adélia Borges e DJ Dolores, o trabalho e a trajetória de Guto Requena, artista que utiliza em sua produção a revolucionária impressão tridimensional, que altera a nossa relação com os objetos, desde a sua fabricação até o seu consumo.  "Designers do Brasil" é uma série produzida pela Loma Filmes em parceria com a Pacto Audiovisual, financiada pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

SEGUNDA DA MÚSICA

Coração vagabundo (Documentário)

O documentário "Coração Vagabundo" levará o espectador a uma viagem com Caetano Veloso, durante a turnê de lançamento de seu primeiro álbum totalmente gravado em inglês, por São Paulo, Nova York e Japão, mostrando um pouco da intimidade de um dos maiores ídolos da música brasileira. 

Diretor: Fernando Grostein Andrade 

Duração: 71 min

Exibição: 31 de julho, segunda-feira, às 22h30.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

Dia 01 de agosto, terça-feira, às 2h30 e às 16h30;

Dia 02 de agosto, quarta-feira, às 10h30;

Dia 05 de agosto, sábado, 8h45.


TERÇA DAS ARTES

Bernardes (Documentário)

Com narrativa não linear, o filme aborda de forma contundente e clara a polêmica vida profissional e familiar do arquiteto, urbanista, designer, escritor, poeta e inventor, Sergio Bernardes. Um homem de personalidade afiada e corajosamente inventiva, questionadora e extremamente bem-humorada. 

Diretor: Gustavo Gama Rodrigues

Duração: 85 min

Exibição: 01 de agosto, terça-feira, às 21h35.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

Dia 02 de agosto, quarta-feira, às 1h35 e às 15h35;

Dia 03 de agosto, quinta-feira, 9h35;

Dia 05 de agosto, sábado, 22h15.


Designers do Brasil (Série)

A série Designers do Brasil é composta por dez documentários de 26 minutos, cada um dedicado a um designer brasileiro. A série tem produção da Loma Filmes e coprodução com o Pacto Audiovisual, direção de DJ Dolores e a direção de conteúdo de Adélia Borges. Realizada para o canal Curta!, tem como objetivo mostrar a multidisciplinaridade do design por meio de profissionais que estejam em atuação e se destaquem nas várias áreas da atividade. São eles: Antonio Bernardo, Fred Gelli, Guto Indio da Costa, Guto Requena, Heloisa Crocco, Jacqueline Terpins, Ovo (Gerson de Oliveira e Luciana Martins), Renato Imbroisi, Rico Lins e Ronaldo Fraga.

Episódio inédito – Guto Requena

Guto Requena (Sorocaba, SP, 1979) faz intenso uso da impressão tridimensional, que está sendo considerada uma nova revolução industrial, por alterar profundamente a maneira com que os objetos são consumidos e fabricados. Essa tecnologia o ajuda a materializar em objetos como cadeiras, vasos e bowls "coisas" até então intangíveis ou imateriais, como o som e a emoção. Atua não apenas na escala do objeto, mas da arquitetura e da cidade, desenvolvendo interiores e fachadas interativas que se comunicam com o ambiente e com as pessoas ao redor. 

Diretores: Dj Dolores e Adélia Borges

Duração: 26 min

Estreia: 01 de agosto, terça-feira, às 23h30.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

Dia 02 de agosto, quarta-feira, às 3h30 e às 17h30;

Dia 03 de agosto, quinta-feira, 11h30;

Dia 05 de agosto, sábado, 20h45.


QUARTA DE CINEMA

Faixa “A Vida é Curta!” Faz uma homenagem ao cineasta cearense Leonardo Mouramateus.

Essa semana, o Curta! exibe dois curtas em homenagem ao cineasta cearense Leonardo Mouramateus: “História de uma Pena” e “A Festa e os Cães”. O curta-metragem “História de uma Pena” conta a história de um professor que espera a chegada dos alunos atrasados. O filme expõe o choque entre cinco alunos e um professor forasteiro. No elenco, o ator Jesuíta Barbosa antes de alcançar a grande mídia. Depois, é a vez de “A Festa e os Cães” compartilhar uma memória afetiva, poderosa e pessoal sobre um tempo de curtição de emoções libertárias.

Exibição: 02 de agosto, quarta-feira, às 20h.

Classificação: Livre

Horários alternativos:

Dia 03 de agosto, quinta-feira, às 00h e às 14h;

Dia 04 de agosto, sexta-feira, às 8h;

Dia 05 de agosto, sábado, às 14h.


Grandes Cenas (Série)

Uma grande cena é aquela que não se define apenas na relação com as demais. Uma grande cena é aquela que contém em si um filme à parte, um universo à parte, capaz de alterar nossa sensibilidade e perdurar na nossa memória. Com o objetivo de resgatar o apreço por essa unidade fundamental que é a cena, a série Grandes Cenas busca analisar cenas memoráveis do cinema brasileiro. 

Episódio inédito – Alma Corsária

O crítico Inácio Araújo e a montadora Cristina Amaral traçam pontos de contato entre a obra de Carlos Reichembach e a cena do piano na pastelaria em Alma Corsária (1993).  

Diretores: Ana Luiza Azevedo e Vicente Moreno 

Duração: 18 min

Estreia: 02 de agosto, quarta-feira, às 23h40.

Classificação: Livre

Horários alternativos:

Dia 03 de agosto, quinta-feira, às 3h40 e às 17h40;

Dia 04 de agosto, sexta-feira, às 11h40;

Dia 05 de agosto, sábado, às 21h15.


QUINTA DO PENSAMENTO

Há Muitas Noite na Noite (Série)

"Há Muitas Noites na Noite" traça um panorama sobre o período de exílio do poeta Ferreira Gullar, inspirada na obra "Poema Sujo". Com direção de Sílvio Tendler, o programa mescla animações, músicas, leituras, documentos e ilustrações. Em sete episódios, a produção registra a trajetória pessoal e política do escritor desde 1964, quando integrou o Centro Popular de Cultura da UNE, passando pelas resistências artísticas no Brasil, com o Grupo Opinião e o Teatro de Arena, além do exílio na Rússia e em países da América Latina. Ainda recorda todas as dificuldades e tristezas decorrentes da distância da família e amigos, até a volta ao Brasil. "Há Muitas Noites na Noite" conta com a participação de intelectuais, artistas e amigos que utilizavam a arte para transmitir suas ideias políticas.

Episódio - Um Poeta entre Marx e a Kalashinikov 

Ferreira Gullar desembarca em Moscou onde vai para a Escola de Quadros, centro de ensinos que funcionava clandestinamente na URSS. O poeta, amante das praias cariocas e do convívio com os amigos, vivencia o choque cultural de estar em um país totalmente diferente e longe de todos que conhecia, em especial sua mulher e seus três filhos. É neste centro de estudos que Gullar conhece Elôina, com quem vive uma intensa paixão, interrompida bruscamente pelo termino de seu curso e a imposição de retornar à America Latina. Pela impossibilidade de voltar ao Brasil, Gullar vai ao Chile, aonde um eminente golpe de estado o obriga a retornar à vida clandestina, até que a consumação deste golpe o obriga a fugir para outro país, dessa vez o Peru. 

Diretor: Silvio Tendler 

Duração: 26 min

Estreia: 03 de agosto, sexta-feira, às 23h30.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

Dia 04 de agosto, sexta-feira, às 3h30 e às 17h30;

Dia 05 de agosto, sábado, 20h15;

Dia 06 de agosto, domingo, 8h25.

PROMO - Duração 1’35’’:  https://www.youtube.com/watch?v=-UU5NEO3elY

SEXTA DA SOCIEDADE

Tão Longe é Aqui (Documentário)

A partir de memórias guardadas de uma longa viagem, uma carta é enviada para o futuro. Sozinha, longe de casa e às vésperas de completar 30 anos, uma brasileira parte em uma jornada pela África. Na carta para sua filha, ela conta dos encontros com mulheres que vivem em suas culturas e tempos. Um diário, um road movie e um convite a todas as pessoas que lideram seus próprios caminhos. 

Diretora: Eliza Capai

Duração: 75 min

Estreia: 04 de agosto, sexta-feira, às 22h15.

Classificação: 10 anos.

Horários alternativos:

Dia 05 de agosto, sábado, às 2h15;

Dia 06 de agosto, domingo, 21h;

Dia 07 de agosto, segunda-feira, 16h15.


Retornados (Série)

África, costa ocidental, século XIX: milhares de escravos africanos libertos regressam do Brasil às suas terras de origem. Com eles, o cozido, a burrinha, a língua portuguesa e outras brasilidades se espalham pela costa ocidental africana, dando origem ao grupo conhecido como retornados ou agudás. Na série Retornados, veremos como os descendentes desse grupo experimentam hoje, em Gana, Togo, Benin e Nigéria, as heranças culturais brasileiras. Conheceremos também a história de retornados que desempenharam papel importante na formação das sociedades brasileira e africana, e os laços ainda cultivados por famílias separadas pelo Atlântico. 

Episódio inédito – A Saga dos Chachás

Neste episódio conheceremos a trajetória do retornado Francisco Felix de Souza, considerado o maior traficante de escravos da História, e a influência política e econômica da família De Souza do Benim. 

Diretores: Maria Pereira e Simplício Neto

Duração: 30 min

Estreia: 04 de agosto, sexta-feira, às 23h30.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

Dia 05 de agosto, sábado, às 3h30 e às 19h30;

Dia 06 de agosto, domingo, 2h;

Dia 07 de agosto, segunda-feira, 17h30.


Sobre o Curta!

Dedicado às artes, cultura e humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores independentes. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, os principais segmentos temáticos da programação são música, dança, teatro, artes visuais, meta-cinema, filosofia, literatura, história-política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 da NET, 56 na Claro TV, 76 na Oi TV e como opcional à la carte na Vivo e GVT nos canais 664 (fibra), 132 (DTH - antiga GVT) e 552 (DTH - Vivo). Siga as redes do canal nos endereços: www.facebook.com/CanalCurtatwitter.com/CanalCurta  e www.youtube.com/user/canalcurta 


Fonte: Assessoria de Imprensa – Fotografia: Reprodução/divulgação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário