sábado, 26 de agosto de 2017

KAITLYN STEWART É ELEITA A MELHOR BARTENDER DO MUNDO PELO WORLD CLASS COMPETITION 2017

A canadense Kaitlyn Stewart acaba de ser premiada como a melhor bartender do mundo, pela World Class Competition 2017, a maior competição de coquetelaria do mundo. O evento aconteceu no México, entre os dias 21 e 24 de agosto. Durante os quatro dias, 55 finalistas foram avaliados em diferentes provas classificatórias. Diogo Sevilio, do Cozinha 212, representou o Brasil na competição internacional.

Durante a semana passada, Kaitlyn encarou desafios que testaram todas as habilidades de um ótimo bartender. Ela brilhou no ringue da Lucha Libre, frente a frente com seus oponentes para criar seu melhor cocktail clássico. Sobreviveu ao incêndio do desafio do Heat of the Moment, pois mostrou como quebrar os limites na criação de coquetéis, incorporando as melhores técnicas. E, à medida que a consciência ambiental global aumenta, assumiu o desafio Mex ECO para mostrar como os bartenders podem procurar novas maneiras de criar o melhor coquetel verde.

A edição de 2017 atraiu o dobro de participantes do ano anterior: em nove edições, o campeonato já treinou e inspirou mais de 300 mil bartenders no mundo todo. Esse ano foram 55 países participantes.
A decisão de realizar a final no México reflete o momento do país: o mercado de coquetelaria segue crescendo e hoje é referência na América Latina com muitos bares e profissionais renomados.

"Estou incrivelmente espantada e chocada por ter sido nomeada a melhor bartender do mundo. Tem sido uma semana extenuante, assumindo os desafios mais difíceis contra alguns dos bartenders mais experientes que já conheci. Participar nas finais foi incrível o suficiente, mas para terminar a semana como vencedor ... Estou muito feliz! Os cocktails estão no topo agora mais do que nunca e estar na vanguarda disso, avançar a idéia de usar melhores ingredientes e receitas para criar cocktails ainda melhores é algo em que eu realmente me apaixonei e adorei cada momento de essa experiência”, comemora Kaitlyn Stewart.

Head bartender do Royal Dinette, Kaitlyn sabe que a dedicação e o trabalho duro podem levar a grandes conquistas. Kaitlyn é inspirada pela música que escuta, pela comida que gosta e pelos clientes com quem interage no bar. Seu sonho é continuar aprendendo seu ofício, explorar mais do mundo e eventualmente abrir seu próprio lugar!

Aproximadamente 10.000 bartenders do mundo inteiro participaram das etapas que antecederam a competição e apenas 55 finalistas foram selecionados para as provas classificatórias no México. Na terça-feira, segundo dia de disputa, foi anunciado o top 10 que disputou a semifinal.


• Japão - Suguru Makinaga (Place of work: Bar Leigh Islay)

• Suécia - Josephine Sondlo (Place of work: Penny and Bill)

• México - Fatima Del Carmen Leon (Place of work: Fifty Mils)

• Grâ Bretanha - Jamie Jones (Place of work: No Fixed Abode)

• Canadá - Kaitlyn Stewart (Place of work: Royal Dinette)

• Austrália - Andrea Gualdi (Place of work: Maybe Frank)

• Turquia - Kevin Patnode (Place of work: Kulhanbeyi)

• EUA – Chris Cardone (Place of work: I Sodi)

• Áustria – Marcus Philipp (Place of work: Albertina Passage)

Depois do desafio La Campeonato, em homenagem às famosas Lucha Libres mexicanas, os competidores fizeram drinks representando as seis marcas Reserve. Dos 10 finalistas apenas 4 continuaram na disputa pelo primeiro lugar: o dinamarquês Mate Cstalos, a canadense Kaitlyn Stewart, o australiano Andrea Gualdi e o representante da Turquia, Kevin Patnode.

A final foi composta por três etapas: prova escrita, teste cego e 15 minutos para os finalistas criarem três drinks clássicos a serem julgados pelos jurados. Kaitleyn Stewart se destacou nessa e em todas as outas fases e levou o prêmio de melhor bartender do mundo para casa.

Cada etapa ressaltou as habilidades dos competidores: técnica, personalidade, criatividade, performance e conhecimentos gerais – tudo sob o criterioso olhar dos jurados. Durante toda a competição, os drinks, tantos os clássicos como as criações exclusivas, foram preparados a partir da escolha de cada bartender, dentro do portfólio Diageo´s Reserve, que inclui Ketel One vodka, Cîroc, Don Julio, Tanqueray No TEN, Bulleit, Zacapa rum e Johnnie Walker.

Os desafios

No primeiro dia, o “Heat of the Moment”, onde cada competidor criou drinques com ingredientes locais. Os participantes estavam livres para usar qualquer tipo de bebidas, técnica e produtos, com receitas que ressaltem o melhor de cada item utilizado.

Em seguida, o “Mex-Eco” desafiou os participantes a criar um drinque sustentável inspirado nas questões ambientais e climáticas de seu país de origem.

No “Signature”, cada competidor apresentou um drinque representando o seu bar e sua personalidade e com potencial de se tornar um clássico.

A competição seguiu com “Cocktails at home”, com os bartenders servindo suas versões do tradicionais Bloody Mary. Em seguida os participantes criaram um drink com produtos do dia-a-dia, como frutas, ervas, condimentos e sucos, como se estivessem na despensa de sua própria casa.

Na reta final, o “La Campeonato” homenageou as famosas Luchas Libres mexicanas. Foram escolhidos seis drinks que representavam cada uma das seis principais marcas Reserve - Johnnie Walker, Cîroc, Ketel One vodka, Tanqueray No. TEN, Zacapa, Bulleit e Don Julio. As receitas desses clássicos podem receber o toque dos bartenders, sem perder a sua original identidade.

Após os cinco desafios, os quatros finalistas disputaram o prêmio de melhor bartender do mundo.

Johanna Dalley, diretor global WORLD CLASS: "Esta é uma semana especial no calendário do barman e não decepcionou - realmente ficamos maravilhasos. A cultura do coquetel está crescendo e esses finalistas da WORLD CLASS são as pessoas que lideram o caminho, ajudando a indústria a crescer. No WORLD CLASS, estamos com uma missão de inspirar as pessoas a beber melhor e dar forma ao futuro do consumo de álcool, seja em casa ou no bar. As finais da WORLD CLASS são uma forma incrível de nos aproximar um pouco disso e não conseguimos fazê-lo sem o incrível talento dos bartenders que vemos hoje em dia, que continuamente inspiram e divertem ".

O Lauren Mote, juiz do Global Cocktalian e do WORLD CLASS, da Diageo Reserve, também expressou sua alegria: "Uau. Uau. Uau. Que semana incrível! Como juízes, vimos tudo, como ingredientes reunidos de maneiras que nunca antes vi. Os finalistas foram incríveis, mas para mim Kaitlyn realmente se destacou. Sua performance Lucha Libre foi excepcional, a maneira como ela lidou com a rodada do Heat of the Moment me explodiu. E quando chegou ao desafio final, queríamos encontrar alguém com habilidades, conhecimentos e carisma, com criatividade inacreditável e um domínio incrível do clássico e assinatura. Kaitlyn está bem entregue. Foi uma fenomenal testemunhar e fazer parte desse momento. O objetivo da WORLD CLASS não é apenas encontrar os melhores bartenders do mundo. Nós também queremos inspirar os fãs de cocktails ao redor do mundo a beber melhor - queremos que mais "mixologists de poltronas" tenham a coragem de explorar o que é possível e criar sua própria assinatura. No próximo ano, esperamos apenas isso - mais pessoas experimentando coquetéis em casa. Também esperamos que a sustentabilidade se torne uma força motriz por trás da criação do coquetel, seja nos ingredientes utilizados ou nos métodos aplicados. Signature Serves apresentará mais e mais como bares se esforçam para criar experiências de bebidas únicas para turistas de coquetel. E, finalmente, pensamos que os mixologistas esclarecidos adotarão ingredientes e técnicas de ponta de uma cultura gastronômica transformada, empurrando os parâmetros de coquetel como a conhecemos. Vai ser um ano excitante! ", completa Lauren.

O World Class irá comemorar seu 10º aniversário em Berlim, um dos pontos turísticos mais dinâmicos do mundo. A cidade foi anunciada como destina da final 2018. "Berlim é famosa por sua diversidade, vida noturna e vibrante cultura de bares - um lugar perfeito para hospedar nossas finais da World Class de 2018. As ruas são alinhadas com barras de ponta, todos empurrando os limites da cultura do coquetel e ajudando as pessoas a obter mais de suas bebidas. Não só isso, o estilo da cidade e sua composição cultural criativa e diversificada, significa que será uma experiência espetacular para todos ", comentou Johanna Dalley, Diretor de Classe Mundial.

SOBRE WORLD CLASS

Selo internacional da DIAGEO, líder mundial na produção de destilados premium, tem como objetivo desenvolver a cultura da coquetelaria em todo o mundo. Nos diversos países em que está presente, promove ações para bares, bartender e o público final, e está associado às melhores práticas do segmento. Anualmente, elege o melhor bartender do mundo em um campeonato em que estão presentes competidores de vários países.

Aprecie com moderação. Não compartilhe com menores de 18 anos.

Para acompanhar a evolução da competição nacional e global, siga os perfis do World Class no Instagram: @worldclassdrinks e @worldclassbr

Foto: Reprodução/divulgação

Fonte: Assessoria de imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário