sábado, 9 de setembro de 2017

INSTITUTO INTERCEMENT VIABILIZA INSTALAÇÃO DE ESCOLA DE INGLÊS EM JOÃO PESSOA

"Falar inglês não pode ser coisa de rico". Foi esse espírito que levou o empreendedor social Gustavo Fuga a criar a 4YOU2, uma rede de escolas de idiomas formatada num modelo que busca ajustar os valores das mensalidades visando facilitar o acesso de pessoas de baixa renda a um ensino de qualidade.

O investimento do Instituto para duas unidades (uma em João Pessoa e outra em Minas Gerais) foi de R$ 240 mil, e o retorno será, prioritariamente, reinvestido em levar essa experiência a outras localidades. Em João Pessoa a escola ficará no centro da cidade e no dia 20 de setembro será aberta a lista de espera pelo site: www.4you2idiomas.com.br

O grande diferencial dessa proposta são os professores, todos estrangeiros, permitindo um intercâmbio cultural na sala de aula. Selecionados em várias partes do mundo, os professores são hospedados em casas de famílias que vivem próximas às unidades 4YOU2, possibilitando uma experiência única e realmente imersa na cultura brasileira.

A 4YOU2 tem 5 unidades próprias e outras 4 em parcerias com empresas, todas na cidade de São Paulo, e, até agora, já trouxe para o País 300 professores (períodos de seis meses) e atendeu mais de 8 mil alunos.

Essa experiência agora vai ser levada a outras regiões por meio do investimento social do Instituto. "Um dos nossos pilares é o de atuar em negócios de impacto, caracterizados por gerar de forma explícita impacto socioambiental em uma determinada comunidade ou grupo. Entendemos que viabilizar estudo de qualidade a baixo custo é uma forma de negócio de impacto", avalia Jair Resende, Superintendente do Instituto InterCement.

A 4YOU2 estruturou um modelo de parceria no qual os interessados podem financiar a abertura de uma unidade de ensino em locais de seu interesse. O Instituto InterCement apresentou dez opções de locais, e foram selecionados inicialmente as cidades de João Pessoa – PB e Pedro Leopoldo – MG. "Decidimos em conjunto com o apoio de estudos de geolocalização e análise de dados socioeconômicos da região. Mas esse é só o começo, temos grande expectativa de atuar em outras geografias do Instituto", observa Fuga.

RECEPTIVIDADE POSITIVA

Além do investimento, o Instituto InterCement disponibilizou a estrutura de mobilização social existente nessas cidades, a partir do CDC (Conselho de Desenvolvimento Comunitário). "Dessa forma, a proposta de formação chegou com maior rapidez e clareza ao poder público e às comunidades locais. E a receptividade tem sido excelente", explica Resende.

"Todos estão muito animados e isso é fator chave na instalação de uma de nossas unidades. Nossa atuação tem que fazer sentido para essas comunidades, e temos percebido que ela é tão válida para São Paulo, com 12 milhões de habitantes, quanto para João Pessoa, com 800 mil, e Pedro Leopoldo, com 70 mil", argumenta Fuga.

Ele relembra que, com o domínio da língua inglesa, os jovens da periferia podem competir no mercado de trabalho com melhores condições. "O inglês deve ser uma porta para as pessoas atingirem seus sonhos e não ser uma fonte de desigualdade".

A expectativa é que as unidades nas duas cidades estejam em funcionamento no último trimestre de 2017. Já estão em fase final a escolha dos imóveis e a seleção da equipe de professores estrangeiros e colaboradores locais. "Em poucos dias já recebemos mais de 200 candidatos para as vagas de professores nessas unidades", diz Fuga.

SOBRE

INTERCEMENT

A InterCement é a segunda maior empresa cimenteira do Brasil e uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo. Com sede em São Paulo, a companhia conta com 40 fábricas de cimento e moagens distribuídas por oito países na América do Sul, Europa e África e entre suas controladas estão a Loma Negra, maior cimenteira da Argentina, e a portuguesa Cimpor. No Brasil, possui as marcas Cauê, Goiás, Zebu, Cimpor, Bonfim e Cimbagé. Fundada em 1967, a empresa tem como missão e valor investir em inovação e sustentabilidade por meio das ações do Instituto InterCement.

INSTITUTO INTERCEMENT

O Instituto InterCement foi criado em julho de 2015, com pontos focais nas 17 cidades do Brasil em que a InterCement tem atuação. São trabalhados projetos de inovação social e os negócios de impacto como parte da estratégia da companhia. As ações sociais buscam equilibrar os aspectos econômico, social e ambiental, sem perder o foco na proposta de oferecer oportunidades aos jovens. O trabalho é feito por meio da criação de Comitês de desenvolvimento nas cidades onde a empresa atua. Todo o trabalho é feito em alinhamento com as políticas públicas. O objetivo é desenvolver o empoderamento das pessoas e comunidades, de forma a "fazer diferente e fazer a diferença". Em 2016, US$ 9 milhões foram investidos neste trabalho (no mundo). Os projetos que se destacaram foram: Prêmio idealista – melhores projetos comunitários apresentados; Dia do Bem Fazer – mobilização de trabalho voluntário; Semana do bebê – semana especial de cuidados com os bebês foca da nos primeiros 1.000 dias de vida, uma extensa programação de cuidados com os bebês. O Instituto também apoiou programas que geraram impacto educacional nas comunidades, alinhados com as metas educacionais estabelecidas pelo governo até 2024, como a Plataforma Conviva.

Fonte/Foto-reprodução/divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário