quarta-feira, 4 de abril de 2018

ARQUITETA BRASILEIRA É CONVIDADA PARA CONSTRUIR CAPELA PARA O VATICANO NA BIENAL DE VENEZA


arquiteta brasileira Carla Juaçaba foi convidada a integrar uma seleção de dez profissionais de todo o mundo que projetarão uma Capela, no que marca a primeira participação do Vaticano na Bienal de Arquitetura de Veneza, cuja 16ª edição acontece entre 26/5 e 25/11. Carla se notabilizou por projetar o pavilhão Humanidade 2012 durante oRio+20, em parceria com Bia Lessa (leia mais sobre a arquiteta ao final do texto).

Entre os selecionados também estão os arquitetos premiados com o Pritzker Eduardo Souto de Moura (Portugal) e Norman Foster (Inglaterra), além dos sul-americanos Smiljan Radic (Chile) e Javier Corvalán (Paraguai). A seleção se completa com Flores & Prats (Espanha), Francesco Celini (Italia), Sean Godsell (Australia), Andrew Berman (Estados Unidos) e Teronobu Fujimori (Japão). A curadoria ficou a cargo de Francesco Dal Co, crítico e historiador de arquitetura e desde 1996 editor da revista Casabella.

As capelas serão construídas e dispostas para visitação pública na Isla de San Giorgio Maggiore, ao lado da famosa basílica do arquiteto Andrea Palladio, de 1573. A intenção do Vaticano é que sejam desmontadas ao final da Bienal, e reconstruídas nas comunidades italianas que sofreram com os terremotos dos últimos dois anos.

capela projetada por Carla está perfeitamente integrada entre as aguas e as árvores de Veneza, com a vegetação do entorno conformando o espaço interior da capelaO espaço entre as copas das árvores – a visão do céu – funciona como o teto da capela.

Estruturalmente, são quatro vigas de seção quadrada de 12 por 12 centímetros e com 8 metros de comprimento, que formam o conjunto: uma cruz em pé, e uma cruz deitada. Uma delas é um banco, a outra a Cruz: dois elementos importantes das igrejas católicas representados pela arquitetaO conjunto é construído sobre dormentes de concreto a cada metro, elevando a capela do chão. As peças de concreto dão a métrica ao conjunto. As vigas são feitas em aço inox polido, transformando-as em espelhos que refletem o entorno: a Capela pode desaparecer num certo momento dependendo dos reflexos do sol e das arvores.

Sobre:

Carla Juaçaba

Desde 2000, Carla Juaçaba desenvolve sua prática independente de arquitetura e pesquisa com base no Rio de Janeiro. Seu escritório está atualmente envolvido em projetos públicos e privados, com foco em programas habitacionais e culturais.

Durante o primeiro ano após a faculdade (2000), trabalhou no projeto chamado "Casa Atelier". Em seguida, concebeu uma série de projetos, como a "Casa do Rio Bonito" (2005), a "Casa Varanda" (2007), a "Minimal House" (2008), "Casa Santa Teresa" e o"Hospice", um hospital de cuidado paliativo para a fundação do Câncer (2014). Também integra o seu portfólio o pavilhão efêmero "Humanidade 2012" concebido com a cenógrafa e diretora de teatro Bia Lessa para o Rio + 20.

Trabalha com projetos de expografia para museus, em 2016 para o IMS fazendo a exposição "A viagem das Carrancas", e para o museu MAR "Tarsila e as mulheres modernas do Rio" e a próxima exposição do fotógrafo Sérgio Larraín a ser inaugurada no IMS RJ em maio.

Carla Juaçaba também atua no ambiente acadêmico, como docente e pesquisadora. Apresentou o seu trabalho em palestras (Harvard GSD; University of Toronto - Daniels; Columbia University GSAPP; UF University of Florida; Escola da Cidade-SP; Woodburry University; Latitudes-University of Texas at Austin), Workshop (IUAV di Venezia 2014), Bienais (La Biennale Di Venezia - Pavilhão do Brasil 2014), exposições e recentemente integrou o Júri da Bienal Ibero Americana em Madri (2012 e 2018). 

Carla ganhou a primeira edição do prêmio internacional ArcVision Women and Architecture em 2013, na Itália, o prêmio Associação Paulista de Crítico de Arte (APCA-2012) e recentemente foi indicada para os prêmios Schelling Architecture Award (2014) Mies Crown Hall Americas e Swiss Architectural Award (BSI). Em 2016 foi professora convidada no CCNY City College de Nova York.

SERVIÇO

The Pavilion of the Holy See, 16th International Architecture Exhibition of the Venice Biennale, 2018

Visitação pública: entre 26/5 e 25/11

Abertura Especial para os participantes: 23/5

Vernissage oficial: 24 e 25/5

Acesse:



Fonte: Assessoria de Imprensa – Foto/crédito:Carla Juaçaba - Legenda: Representação de vista aérea da capela

Nenhum comentário:

Postar um comentário