domingo, 10 de junho de 2018

TRILHA SONORA ORIGINAL DE AS BOAS MANEIRAS ESTÁ DISPONÍVEL NAS PLATAFORMAS DIGITAIS



Na fábula de horror e fantasia que parte do envolvimento de duas mulheres de mundos opostos que conduz AS BOAS MANEIRAS, a trilha sonora compõe uma parte fundamental do longa de Juliana Rojas e Marco Dutra. O álbum musical que apresenta o trabalho realizado pelos compositores Guilherme e Gustavo Garbato, ao lado da dupla de cineastas, foi lançado nas plataformas digitais, como Spotify, Deezer, iTunes / Apple Music, Google Play, Tidal e Soundcloud. Em breve, a trilha estará disponível em streaming na Amazon Music, YouTube, Napster, Pandora, Shazam, entre outros.

No novo filme da parceria de longa data dos cineastas, a dupla se une novamente aos irmãos Garbato, que trabalharam em Quando Eu Era Vivo e O Silêncio do Céu – ambos dirigidos por Dutra e com trilhas disponíveis no Spotify –, para dar unidade às canções de cena, trilha instrumental e músicas populares que constroem a narrativa sonora da produção. Na parte instrumental, Guilherme e Gustavo desenharam a trajetória de Clara (Isabél Zuaa) no universo fantástico, após a enfermeira da periferia de São Paulo ser contratada como babá do filho que Ana (Marjorie Estiano) está esperando e uma noite de lua cheia provocar uma mudança de planos que a faz assumir a maternidade de uma criança diferente das outras, a partir de uma progressão musical de temas específicos: Tema da Lua, Tema da Ana e Tema de Joel (garoto vivido pelo ator infantil Miguel Lobo).

Em conjunto, surgem algumas músicas conhecidas, a exemplo de Can't Take My Eyes Off You e Chora Me Liga, e canções originalmente escritas para o filme, como SomedayEu Te SigoCometa do Amor Ode à Fraternidade – além da clássica Quem Sabe?, gravada pela atriz e cantora Cida Moreira, que interpreta Dona Amélia, mas que não entrou na trama e é trazida como faixa bônus no álbum. O disco inclui a trilha instrumental e as músicas originais, incluindo as canções de cena dos momentos abertamente musicais de AS BOAS MANEIRAS, escritas por Juliana Rojas e Marco Dutra, assim como fizeram em A Sinfonia da Necrópole, primeiro longa solo da diretora. Entre elas, estão Fome, canção de ninar cantada por Marjorie Estiano na pele da futura mãe Ana e por Isabél Zuaa na apoteótica cena final; Canção da Travessia e Canção da Espera, que também contam com a voz de Zuaa. Além disso, algumas gravações dos demos realizados na pré-produção do filme foram incluídas como bônus.

Filmado em São Paulo e Barueri, o longa de Juliana Rojas e Marco Dutra, também autores do roteiro, tem fotografia do português Rui Poças (O OrnitólogoMorrer Como Um HomemTabuAquele Querido Mês de Agosto, Zama), montagem de Caetano Gotardo (diretor de O Que Se Move e montador de Trabalhar Cansa) e direção de arte de Fernando Zucollotto (Trabalhar CansaUm RamoTrópico das Cabras).

AS BOAS MANEIRAS foi realizado com incentivos da Lei do Audiovisual, através do Fundo Setorial do Audiovisual/BRDE; ANCINE; BNDES; Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo/SABESP; SPCine / Secretaria Municipal de Cultura e Globo Filmes. O longa também teve apoio do MRE/Itamaraty. A coprodução com a França foi viabilizada com parcerias do CNC – Centre National du Cinema et de L'Image Animée, do Canal + e da ZDF/ARTE.

SOBRE OS PRÊMIOS

AS BOAS MANEIRAS foi exibido pela primeira vez no Festival de Locarno, ano passado, onde recebeu o Leopardo de Prata, segundo prêmio mais importante do evento, concedido pelo júri oficial sob a presidência do diretor Olivier Assayas. Desde essa data o filme tem sido premiado em muitos dos festivais pelos quais passou: no L'Étrange Festival, em Paris, ganhou o prêmio do público. Em Austin, os diretores receberam Menção Especial do júri oficial do Fantastic Fest, considerado lá o mais importante evento de cinema do gênero, e no Biarritz Amérique Latine, mais uma Menção Especial. No Festival de Sitges, Espanha, o longa ganhou o Prêmio da Crítica e a atriz Isabél Zuaa recebeu Menção Especial do júri. E no Festival do Rio, foi consagrado com seis prêmios: Melhor Longa-metragem de Ficção, Melhor Atriz Coadjuvante para Marjorie Estiano, Melhor Fotografia para Rui Poças, Prêmio Felix para Melhor Longa de Ficção LGBT, Prêmio Fipresci (Federação Internacional dos Críticos de Cinema) para Melhor Filme e o Prêmio Petrobras de Cinema, para apoio na distribuição. O filme também recebeu Menção Honrosa no Films From the South Festival em Oslo, o prêmio de Melhor Imagem no X Janela Internacional de Recife, Prêmio do Júri e Prêmio da Crítica em Gérardmer e Melhor Performance (Zuaa) e Melhor Performance Coadjuvante (Estiano) no Zinegoak em Bilbao. O longa tem distribuição garantida em mais de 15 territórios ao redor do mundo. Em março, estreou comercialmente na França, com mais de 60 cópias.

SINOPSE

Clara, enfermeira solitária da periferia de São Paulo, é contratada pela rica e misteriosa Ana como babá de seu futuro filho. Uma noite de lua cheia muda para sempre a vida das duas mulheres.

FICHA TÉCNICA

Brasil | França, 2017, 135 min, colorido, drama | fantasia | horror

Direção e Roteiro: Juliana Rojas & Marco Dutra

Produção: Maria Ionescu, Sara Silveira, Clément Duboin e Frédéric Corvez

Distribuição no Brasil: Imovision

ELENCO

Isabél Zuaa (Clara), Marjorie Estiano (Ana), Miguel Lobo (Joel), Cida Moreira (Dona Amélia), Andrea Marquee (Ângela), Felipe Kenji (Maurício), Nina Medeiros (Amanda), Neusa Velasco (Dona Norma), Gilda Nomacce (Gilda), Eduardo Gomes (Professor / Padre), Hugo Villavicenzio (Hugo), Adriana Mendonça (Cida), Germano Melo (Dr. Ciro Poças), Naolana Lima (Moradora de Rua)

EQUIPE

Direção e Roteiro: Juliana Rojas & Marco Dutra

Produção: Maria Ionescu, Sara Silveira, Clément Duboin e Frédéric Corvez

Produtora: Dezenove Som e Imagens

Coprodução: Good Fortune Films (FR), Urban Factory (FR) e Globo Filmes (BR)

Produção Associada: José Alvarenga Jr.

Direção de Fotografia: Rui Poças, AIP

Direção de Arte: Fernando Zuccolotto

Figurino: Kiki Orona

Maquiagem: Rosemary Paiva

Montagem: Caetano Gotardo

Música: Guilherme Garbato e Gustavo Garbato

Canções: Marco Dutra, Juliana Rojas, Guilherme Garbato e Gustavo Garbato

Direção de Produção: Cristina Alves

SOBRE OS PRODUTORES & DISTRIBUIDORES

DEZENOVE SOM E IMAGENS

A Dezenove Som e Imagens produziu alguns dos filmes de maior destaque na cinematografia nacional. Fundada em 1991 pelo cineasta Carlos Reichenbach e pela produtora Sara Silveira, a empresa conta, desde seu início, com a parceria de Maria Ionescu, executiva de todas as produções e coproduções realizadas pela empresa, que sempre marcou forte presença nos festivais nacionais e internacionais em mais de 25 anos de vida.

GLOBO FILMES

Desde 1998, a Globo Filmes já participou de mais de 240 filmes, levando ao público o que há de melhor no cinema brasileiro. Com a missão de contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional, a filmografia contempla vários gêneros, como comédias, infantis, romances, documentários, dramas e aventuras, apostando na diversidade e em obras que valorizam a cultura brasileira. A Globo Filmes participou de alguns dos maiores sucessos de público e de crítica como, Tropa de Elite 2Minha Mãe é uma Peça 2 – com mais de 9 milhões de espectadores -, Se Eu Fosse Você 22 Filhos de FranciscoAquariusQue Horas Ela Volta?O PalhaçoGetúlioCarandiru Cidade de Deus – com quatro indicações ao Oscar. Suas atividades se baseiam em uma associação de excelência com produtores independentes e distribuidores nacionais e internacionais.

URBAN FACTORY

Fundada em 2011 por Frédéric Corvez e Clément Duboin, a Urban Factory é o braço de produção da distribuidora Urban Distribution. Dentre suas produções mais recentes estão Mobile Home de François Pirot (Locarno – Prêmio do Júri Jovem, 2012), Viramundo de Pierre-Yves Borgeaud (Visions Du Réel – Competição Oficial, 2013), The Rif Lover de Narjiss Nejjar (Dubaï IFF – Competição Oficial, 2011), e o brasileiro Era uma vez, Verônica, de Marcelo Gomes (San Sebastian IFF – Menção Especial do Júri, e Toronto IFF).

GOOD FORTUNE FILMS

Localizada em Paris e dirigida por Clément Duboin, a Good Fortune produz ficção e documentários, longas e curtas, franceses e estrangeiros.

IMOVISION

Distribuidora presente no Brasil há mais de 25 anos, a Imovision vem se consolidando como uma das maiores incentivadoras do melhor cinema, tendo lançado mais de 400 filmes no Brasil. A Imovision tem em seu catálogo realizações de consagrados diretores internacionais e nacionais, e filmes premiados nos mais prestigiados festivais de cinema do mundo, como Cannes, Veneza, Toronto e Berlim. Mantendo seu foco em títulos de qualidade, a Imovision foi a responsável por introduzir no Brasil cinematografias raras e movimentos internacionais expressivos, como o Dogma 95 e o cinema iraniano.

Acesse:



ITUNES | APPLE MUSIC: http://goo.gl/mRrBy3

GOOGLE PLAY: http://goo.gl/LPZsSZ


SOUNDCLOUD: http://goo.gl/XRgcfY

TRAILER OFICIAL: http://youtu.be/iPfcLiHdpFA


Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário