domingo, 12 de agosto de 2018

HOSPITAL CRUZ VERDE REALIZA LEILÃO DE ARTES BENEFICENTE EM SÃO PAULO



Uma obra de OSGEMEOS, outra de Inos Corradin, de Claudio Tozzi e uma fotografia de Bob Wolfenson são apenas alguns dos itens que serão leiloados no dia 22 de agosto, durante o leilão de artes beneficente em prol do Hospital Cruz Verde - entidade particular e filantrópica, referência em paralisia cerebral grave. Com a missão de arrecadar fundos para a manutenção do hospital, responsável hoje por 204 leitos, com pacientes de todas as idades, o evento acontece durante um jantar no Restaurante Iulia, dentro do Jockey Club de São Paulo, a partir das 20h, com convites vendidos a R$ 200,00 por pessoa, incluindo jantar completo.  
Idealizado pelo grupo de conselheiros Bruno Setubal, Neneto Camargo, Fabio Fronterotta, Fernanda Moraes, Beetto Saad, Luis Altikes, Cesar David, Raul Penteado, Angelo Derenze, João Camargo, Luciano Cardoso e Luiz Leite, o evento contará com Otavio Mesquita como mestre de cerimônias e Sérgio Altit como leiloeiro oficial para cantar importantes e exclusivas obras doadas, incluindo peças de Antonio Malta Campos, Marcelo Cipis, Rodrigo Bivar, Antonio Peticov, entre outras. “Esse será um evento mais que especial pois neste ano comemoramos 60 anos da fundação do nosso hospital. Esperamos vender todos os convites e todas as obras maravilhosas que recebemos em doação, resultado do trabalho incansável de nossos amigos e conselheiros”, explica o Presidente da Cruz Verde, Flavio Padovan, que realiza anualmente eventos e ações como essa para angariar fundos e cobrir os gastos anuais de 16 milhões de reais que se destinam ao tratamento hospitalar e ambulatorial dos que precisam de habilitação e reabilitação por conta da paralisia.
“A cada evento como esse, renovamos nossas esperanças de continuarmos fazermos um trabalho competente e digno de nossos pacientes queridos e podermos atender ainda mais necessitados. Aqui vivemos como uma família, já que os recebemos desde muito pequenos e por toda vida ficam conosco”, comenta Marilena Pacios, Superintendente da Cruz Verde.
Sobre a Cruz Verde
Sem fins lucrativos e sem qualquer tipo de vínculo religioso ou político, a Cruz Verde é uma entidade que presta assistência às pessoas com paralisia cerebral grave, independente da faixa etária. Fundada em 1958 pelo Prof. Dr. Antônio Branco Lefèvre e um grupo de pessoas que se sensibilizaram com o tema, o hospital dispõe hoje de 204 leitos para acomodar os necessitados, em um edifício na Vila Clementino.
Por meio de seu Ambulatório, inaugurado nos anos 80, a Cruz Verde passou a atender em média 150 pacientes por mês através de consultas e terapias pré-agendadas. Já no Hospital, o serviço de internação é gratuito, conveniado com o SUS, onde se presta uma assistência completa e integral, fornecendo alimentação, incluindo dietas específicas, medicamentos, vestuário, instalações apropriadas, instrumentos e equipamentos especiais e adaptados às necessidades de cada um, numa proposta de atendimento individualizado. A permanência é até o óbito, uma vez que os pacientes assistidos não apresentam condições de uma reabilitação plena e, muitas vezes, apresentam agravos clínicos importantes.
Serviço:
Data: 22 de agosto de 2018
Local: R. Dr. José Augusto de Queiroz, 93 - Portão 1 - Cidade Jardim, São Paulo - SP, 05670-090
Valor: R$200,00 por pessoa
*Incluso jantar e bebida à vontade
Horário: 20h início do coquetel / 21h jantar e início do leilão
Estacionamento no local
Hashtag Oficial: #eudigosim
Fonte/Foto-reprodução/divulgação: Assessoria de Imprensa


Nenhum comentário:

Postar um comentário