segunda-feira, 13 de agosto de 2018

“TODO DIA”, DE DAVID LEVITHAN, GANHA ADAPTAÇÃO PARA O CINEMA



Publicado em agosto de 2012 nos EUA, “Todo dia” entrou rapidamente na lista de mais vendidos do New York Times e conquistou resenhas mais que elogiosas de New York Times Book Review, Entertainment Weekly, Los Angeles Times, Boston Globe, entre outros. Foi eleito o livro do ano pela Kirkus, Booklist e pelo School Library Journal. Ganhou elogios rasgados de Jodi Picoult, John Green, Scott Westerfeld, entre outros grandes autores. Agora, “Todo dia” chega às telas do cinema e a Galera Record lançou nova edição do livro de David Levithan.  
Na trama de “Todo dia”, “A.” acorda todo dia em um corpo diferente, numa vida diferente, num exercício de empatia literal que só a ficção poderia proporcionar. Um dia, A. pode ser menino, no outro, menina; um dia feliz, noutro triste; num dia gay, noutro hétero; saudável ou doente; rebelde ou certinho (a). Até o dia em que ocupa o corpo de Justin e se apaixona por sua namorada, Rhiannon.
Quando, pela primeira vez, encontra alguém com quer ficar todos os dias, A. parte diariamente em busca de Rhiannon, mas a situação não é das mais fáceis. Enquanto tentam se reencontrar a cada 24 horas, eles precisam superar suas limitações e redefinir suas prioridades. Rhiannon conseguirá ficar com alguém que muda a cada dia? E até onde A. acha justo (ou ético) interferir nas vidas de quem habita?
“Todo dia” provoca reflexões sobre gênero de forma muito sensível e lúdica, retratando o sentimento de efemeridade e a possibilidade de o amor pela personalidade ser maior do que a atração por determinado sexo. Além de “Todo dia”, a Galera lançou ainda "Outro dia", spin-off no qual a história é contada por Rhiannon. Em outubro, Levithan lança nos EUA o novo "Someday", continuação da trama, que deve chegar ao Brasil em 2019.
O filme, estrelado por Angourie Rice na pele de Rhiannon. A direção é de Michael Sucsy (de “Para sempre”). Veja o trailer: https://youtu.be/3F34AVGq0Vw
Autor e editor de YA, David Levithan tem um texto característico, que mistura doçura, humor e sensibilidade, em enredos com personagens de todos os tipos, cores, gêneros e sexualidades. É autor também de “Will & Will: Um nome, um destino”, escrito em parceria com John Green, que foi o primeiro livro jovem adulto com protagonistas gays a entrar na lista de mais vendidos do New York Times, e já vendeu mais de 200 mil exemplares no Brasil. Escreveu ainda "Garoto encontra garoto", seu primeiro livro; "Nick e Nora: Uma noite de amor e música" e "Naomi e Ely e a lista do não beijo", esses dois últimos em parceria com Rachel Cohn, e que tiveram sua história adaptada para o cinema. "Dois garotos se beijando" esteve na lista do National Book Award de 2013 e conta as histórias de sete adolescentes em meio à tentativa de dois meninos de quebrar o recorde mundial do beijo mais longo.

Serviço

TODO DIA
(Every day)

DAVID LEVITHAN

Tradução: Ana Resende

Páginas: 280

Preço: R$ 42,90

Editora: Galera | Grupo Editorial Record

Autora e ilustradora Eva Furnari 

Fonte/Imagem-reprodução/divulgação: Departamento de Comunicação - Grupo Editorial Record 

Nenhum comentário:

Postar um comentário