segunda-feira, 3 de setembro de 2018

NOTA DE SOLIDARIEDADE AO MUSEU NACIONAL // INSTITUIÇÕES REALIZAM PESQUISAS CONJUNTAS


O Departamento de Geografia e Meio Ambiente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) manifesta publicamente a sua inteira solidariedade com os pesquisadores e funcionários do Museu Nacional por conta do incêndio ocorrido no último domingo (2/9), que destruiu grande parte da história, memória e cultura deste país. Ao mesmo tempo manifestamos o inteiro repudio à situação periférica a que a Ciência e a Cultura vem sendo tratadas no país. Não se trata de eleger governos culpados, pois essa situação persiste há décadas. É oportuno lembrar que a Europa passou por duas guerras severas e a situação atual dos museus em nada se compara com a que se vive atualmente no país.

Particularmente o Departamento de Geografia e Meio Ambiente da PUC-Rio mantinha contato muito próximo com o Laboratório de Arqueobotânica e Paisagem, ligado ao Departamento de Antropologia do Museu Nacional (UFRJ). Diversas pesquisas vinham sendo feitas em conjunto entre as duas instituições, destacando-se o estudo da matriz energética do Rio de Janeiro nos séculos XVIII e XIX e o estudo de visitantes pré-coloniais no Arquipélago as Cagarras, no Rio de Janeiro.

Esse laboratório é especializado em antracologia, o estudo dos carvões históricos, o que possibilita a abertura de janelas para o conhecimento do passado. O Laboratório de Arqueobotânica e Paisagem é uma referência não apenas internacional para essa ciência, mas seguramente o principal do mundo tropical.

Nessas pesquisas diversos docentes e discentes puderam usufruir da excelência acadêmica dos docentes do Departamento de Antropologia. Vários artigos foram publicados ou se encontram em vias de publicação. Espera-se que essa tragédia funcione como um divisor de águas para a situação calamitosa a que a cultura e a ciência no país vêm passando.

Rogério Ribeiro de Oliveira
Diretor do Departamento de Geografia e Meio Ambiente da PUC-Rio


Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário