sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

LANÇAMENTO MUNDIAL DO NOVO VINHO DA BUENO WINES


O lançamento mundial do novo rótulo aconteceu em um jantar único. O “Once Upon a Kitchen” em Nova York dia 05 de dezembro.  Com tradução livre para “Era Uma vez na cozinha”, o jantar reuniu os chefs top 1, 2 e 3 do Guia Michelin, Massimo Bottura, Joan Roca e Mauro Colagreco e o winemaker Roberto Cipresso com direito a tapete vermelho e ares de gala e sofisticação para seletos 300 convidados.  O Anima foi um dos 6 vinhos (único brasileiro) servidos nessa noite especial.

Sendo o 12º rótulo na marca, o Anima chega para se tornar o símbolo e o ícone da Bueno Wines. Galvão e Roberto acreditam que o vinho é vivo e por isso tem alma e essa alma é tão significativa quanto é efêmera e movida pela paixão. Daí o nome: Anima. Do latim, alma. A arte do rótulo, feita com maestria pelo artista plástico Saulo Garroux tenta justamente captar esse movimento e efemeridade em uma representação gráfica da alma.

Mas não é só paixão. Galvão costuma dizer que “Todo vinho é uma construção, os enólogos são os “arquitetos”, constroem o vinho, constroem a história. Cada garrafa tem uma história que começa na escolha do terroir, no plantio, no trato que se dá no manejo da plantação, no carinho que se dá aos vinhedos.”

Roberto Cipresso, diretor técnico da Bueno Wines e winemaker reconhecido em todo o mundo por criar vinhos absolutamente especiais é o responsável por essa obra prima que têm a pretensão de inserir o Brasil no cenário da vitivinicultura mundial.

Mas Roberto não trabalha sozinho, o Anima é a expressão máxima do trabalho do nosso time de agronomia e enologia e do BWIC (Bueno Inteligence Center) uma série de metodologias e técnicas proprietárias que garantem a qualidade e repetibilidade dos nossos vinhos.

Uma das técnicas a destacar foi a utilização, pela primeira vez na indústria nacional, de uma manta refletora em parte dos vinhedos de Merlot. A técnica permite uma melhor utilização da luz do sol, uma vez que as vinhas passam a receber iluminação também de baixo para cima enquanto mantém a permeabilidade. Os resultados positivos da experiência estão sendo estudados na universidade de Enologia em Modena.

Galvão ressalta também a importância de o Brasil ter a sua bandeira. “Do mesmo jeito que cada país produtor tem uma bandeira, a Cabernet Sauvignon nos Estados Unidos e no Chile, a Malbec na Argentina, a Syrah na Austrália, a Sauvignon Blanc na Nova Zelândia e a Pinotage na África do Sul, A Merlot deveria ser a referência dos vinhos tintos no Brasil”, finaliza o fundador da Bueno Wines.

O Anima é um varietal de Merlot, o primeiro brasileiro a trazer a denominação Gran Reserva, vinho tinto nobre. Brilhante, de coloração rubi profundo com reflexos violáceos. Traz aroma de frutas negras maduras, com nuances de cassis, baunilha, tabaco e chocolate. Estrutura marcante e caráter aveludado que, em boca se aliam a uma persistência aromática intensa e complexa.

Na harmonização, acompanha bem carnes de caça, cordeiros, risotos, escalopes de filé mignon e queijos semi-duros.

Acesse nosso site para ver a mensagem do Galvão Bueno para o lançamento do vinho ícone da marca: www.buenowines.com.br

SOBRE A BUENO WINES

A Bueno Wines foi fundada em 2010 por Galvão Bueno e, atualmente, tem doze rótulos vendidos no Brasil, quase todos premiados nacional e internacionalmente. Esse ano, a empresa começou uma pequena expansão de seu portfólio e lançou o azeite extra virgem, AZ 0.2 um sinal de que mais novidades virão.

No Brasil a propriedade Bellavista Estate está localizada na Campanha Gaúcha, em Candiota, no Rio Grande do Sul e, na Itália, a produção do vinho fica em Montalcino, na Toscana. A qualidade dos produtos é o diferencial da Bueno. E é atingida, entre outros fatores, pelo uso de alta tecnologia e um time altamente qualificado no trato dos vinhedos e produção.
Os vinhos e os prêmios:
Prêmios recebidos até hoje:

Bueno Paralelo 31: Medalha de Ouro na Grande Prova de Vinhos 2018; Medalha de Ouro no 8º Brazil Wine Challenge, 2018; Ouro no concurso mundial Bruxelas-Brasil 2018; Medalha de Ouro no Concurso Nacional de Vinhos e Destilados - CMB Brasil, 2018 e Dupla Medalha de Ouro no 14º Concurso Internacional de Vinos y Licores “Vinus 2017”
Bueno Cuvée Prestige Brut: Medalha de ouro no IWSC - The International Wine and Spirit Competition, em Londres; Medalha de Prata no Effervescents du Monde, na França, 2018; 27º lugar na lista dos 100 melhores espumantes pelo “Challenge Internacional Euposia” realizado na Itália; Ouro no concurso internacional de vinhos de Bento Gonçalves, 2018; Ouro no concurso mundial Bruxelas-Brasil 2018; Ouro na Grande Prova de vinhos do Brasil, Bento Gonçalves 2017; Doble Oro - concurso internacional de Mendoza, Argentina.2017
O Bellavista Estate Pinot Noir: Medalha de Ouro e o Melhor Pinot Noir do Brasil na Grande Prova de Vinhos 2018; Medalha de Ouro no Concurso Mundial Bruxelas-Brasil 2014; Ouro no GP de vinhos do Brasil 2017; Plata - concurso internacional de Mendoza, Argentina.
Bueno Bellavista Desirée Brut Rosé: Gran Ouro no Brazil Wine Challenge 2018, em Bento Gonçalves/RS; Medalha de Ouro no II Concurso Ibero-americano de Vinos Espumosos y Efervescents, na Espanha, 2017.
Bueno Bellavista Sauvignon Blanc: Medalha de Ouro no II Concurso Ibero-americano de Vinos Espumosos y Efervescents, na Espanha;
#Moments VIN: Medalha de Ouro na Grande Prova de Vinhos do Brasil;
Na linha mais acessível, o #Momentos VIN, tinto Cabernet Sauvignon e o #Moments VIC, um espumante brut branco.
Na Itália são produzidos o Bueno La Valletta e o Bueno-Cipresso Brunello di Montalcino. O Bueno-Cipresso Brunello Di Montalcino Riserva 2004 foi eleito como Melhor Tinto de 2014, com 95 pontos, na lista dos TOP 100 da revista Adega.
Serviço
BUENO WINES ONLINE
Facebook: @BuenoWines
Instagram: @buenowines
Fonte/Fotos-reprodução/divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário