sexta-feira, 31 de maio de 2019

CRESCE A DEMANDA DE AÇAÍ COMO OPÇÃO DE ALMOÇO, MOSTRA PESQUISA DA OAKBERRY


Um levantamento divulgado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em 2018, mostra que oito em cada dez brasileiros afirmam se esforçar para ter uma alimentação saudável e, 71% dos entrevistados, apontam que preferem produtos mais saudáveis. Seguindo a linha de mudança de hábitos do brasileiro, um levantamento realizado pela OAKBERRY, rede de alimentação saudável focada em açaí, revela o aumento do consumo do alimento no horário do almoço. As compras do produto entre 12h e 14h representam 36% do faturamento. Este dado apresenta um aumento de 22% em relação ao primeiro trimestre de 2018.

"O açaí é uma boa opção para as pessoas que escolhem os fast foods gordurosos como opção de refeição. Esse tipo de alimento não supre as necessidades diárias do nosso organismo. Já o açaí fornece muitos benefícios para a nossa saúde, pois é um alimento rico em gorduras boas, carboidratos, vitaminas, minerais e antioxidantes. É possível agregar ainda mais o valor nutricional com acompanhamentos, como a chia, aveia, whey protein, pasta de amendoim e frutas", afirma Andrea Takayama, nutricionista da rede.

OAKBERRY, no Brasil, está presente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Distrito Federal. O levantamento conta com informações referentes ao consumo em todas as unidades.

Sobre a OAKBERRY

OAKBERRY Açaí Bowls nasceu em 2016 para atender a um nicho de mercado ainda pouco explorado, o fast food de alimentação saudável. O portfólio da rede apresenta bowls e smoothies de açaí em três tamanhos - 350ml, 500ml e 700ml - como acompanhamento mais de 15 toppings e algumas opções extras – desde os mais básicos como banana, granola de castanha e mel até chia, whey protein, pasta de amendoim e paçoca sem açúcar. Atualmente a rede conta com unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rio Grande Sul, Paraná, Santa Catarina, Distrito Federal, Orlando, Miami e Austrália somando mais de 100 operações. Há planos de expansão para todas as regiões do Brasil e também para outras áreas do exterior. Com investimento inicial de R$300 mil, a rede faturou R$32 milhões em 2018, em 2019 o objetivo é que o faturamento chegue a R$90 milhões.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário