terça-feira, 9 de julho de 2019

PROGRAMA NEOJIBA GANHA UMA NOVA SEDE NO PARQUE DO QUEIMADO EM SALVADOR


O Programa Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (NEOJIBA), ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), ganha uma nova sede no Parque do Queimado, em Salvador, possibilitando ampliar o número de crianças e jovens atendidos e as atividades abertas para a comunidade e entorno. O investimento é de aproximadamente R$ 12,3 milhões, provenientes do Governo do Estado e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
"Apostar na arte, na literatura ou na música é muito mais do que um simples exercício de lazer, especialmente para crianças, adolescentes e jovens. O Governo do Estado da Bahia acredita que este é um investimento no presente e num futuro melhor, mais amplo, culturalmente rico e profissionalmente especial. O NEOJIBA é fruto desse ideal de justiça social e nasceu da disposição e compromisso do Estado da Bahia de oportunizar e apontar novos caminhos para jovens em situação de vulnerabilidade social. Nós acreditamos na arte enquanto agente transformador de vidas", explicou o secretário da SJDHDS, Carlos Martins.

O projeto contempla uma sala de espetáculos para música de câmara, com capacidade para 140 espectadores; um prédio com saguão de entrada, bilheteria, loja, bastidores, depósito para instrumentos e banheiros; são seis salas de ensaio entre 10 e 70 metros quadrados; além de depósitos para instrumentos e isolamento térmico e acústico de alta tecnologia.  A acústica é a primeira no Brasil assinada pela conceituada Nagata Acoustics, responsável pelo projeto de algumas das melhores salas de concerto do mundo, a exemplo da Nova Philharmonie, de Paris, e do Disney Hall, em Los Angeles. O espaço também abrigará a equipe técnica de desenvolvimento social e pedagógica.
 
Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1996, o equipamento será utilizado para a formação musical gratuita de crianças, adolescentes e jovens. A área tem no seu entorno parte da história de Salvador e está situada entre os bairros da Soledade, Caixa D'Água e Liberdade, este com cerca de 300 mil habitantes e onde está a sede do bloco afro Ilê Aiyê.
A nova sede do Programa NEOJIBA ocupa quatro prédios históricos, em estilo neoclássico do século XIX, presentes no Parque do Queimado, importante patrimônio de Salvador. Com mais de 10 mil metros quadrados de área, o Parque abriga a memória da primeira estação de tratamento e distribuição de água do Brasil e é uma das últimas áreas verdes do Centro Antigo de Salvador.

Programa NEOJIBA
Criado em 2007, a partir da iniciativa do Governo da Bahia, o NEOJIBA é uma política pública social destinada a promover o desenvolvimento e a integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e prática musical coletivo.
 
No NEOJIBA, a excelência musical é tratada como meio para o desenvolvimento e transformação do cidadão, por isso, os núcleos realizam atendimento psicossocial às famílias e integrantes do projeto, desenvolvendo ainda uma articulação junto a rede de proteção social, o que permite um acompanhamento integral dos beneficiários, feito por psicólogos e assistente social, possibilitando identificar violações de direitos ou distúrbio psicológico, por exemplo.  Além de fortalecer o vínculo dos integrantes do NEOJIBA com a sua comunidade e família, resultando numa transformação coletiva. 
Além disso, também há acompanhamento escolar, com estimulo para que garantir um melhor rendimento desse estudante; disponibilizando ainda, a reforço das disciplinas, quando necessário. Esse trabalho tem garantido a evolução escolar de muitos deles.
 
Mais de seis mil crianças, adolescentes e jovens já foram beneficiados pelo Programa que dispõe de 13 núcleos em Salvador e interior do estado, e atua em 29 municípios de 13 territórios de identidade da Bahia, através da Rede de Projetos, que reúne diversas entidades que promovem o ensino e a prática musical como meio de desenvolvimento social de crianças, adolescentes e jovens.  Esse trabalho resultou em mais 721 apresentações musicais do NEOJIBA, para um público aproximado de 420 mil pessoas.
"Esses meninos e meninas participam atualmente de um grande e eficaz processo de desenvolvimento social, pessoal e artístico. O espetáculo musical é o resultado visível de um longo trabalho que une arte e cidadania, possibilitando a mudança de vida e a descoberta de um novo mundo. Hoje, temos jovens oriundos de bairros populares, que viajam pelo mundo e encantam quem cruza os seus caminhos, são empoderados, acreditam e descobriram o seu potencial, e alimentam as nossas almas, nos trazendo alegria e orgulho. Isso é Justiça Social", diz Carlos Martins.
Sobre Ricardo Castro

O maestro, que morou na Europa por mais de 20 anos, já tocou com algumas das mais importantes orquestras, como Gewandhaus de Leipzig, Tonhalle de Zurich, BBC Philharmonic de Londres, EnglishChamber, Academyof St. Martin in theFields, City of Birmingham Symphony, TokyoPhilharmonic, Orchestre de laSuisseRomande e Mozarteum de Salzburg.

Também se apresentou nas mais conceituadas salas de concerto, como Konzerthaus em Viena, Palau de la Música em Barcelona, AlteOper de Frankfurt, Auditorio Nacional de Madrid, ThéâtredesChampsElysées, Concertgebouw de Amsterdam, Tonhalle de Zurich, Queen Elizabeth Hall de Londres, Victoria Hall de Genebra, Konzerhaus de Berlim e Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e Sala São Paulo, na cidade de São Paulo, dentre muitas outras.
Leciona desde 1992 nos cursos de bacharelado e mestrado da Haute École de Musique de Lausanne, na Suíça, já gravou diversos CD e recebeu muitos prêmios, como o HonoraryMembership da Royal PhilharmonicSociety, estando hoje ao lado de personalidades-chaves na história da música ocidental.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário