sexta-feira, 23 de agosto de 2019

DANIEL MUNDURUKU E MARIA VILANI DEBATEM A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO EM EQUIPE PARA A TRANSFORMAÇÃO DA SOCIEDADE EM ENCONTRO DO PROGRAMA ESCOLAS TRANSFORMADORAS, COM TRANSMISSÃO AO VIVO


Como o trabalho em equipe pode contribuir para a construção de uma sociedade de pessoas que transformam? Esse valor, que representa a capacidade de executar atividades em parceria e na diversidade, revela-se fundamental diante dos desafios sociais e educativos da atualidade, inspirando novos arranjos e relações mais colaborativas, abertas e democráticas. Esse tema será o objeto de diálogo do próximo debate do programa Escolas Transformadoras, iniciativa correalizada no Brasil pela Ashoka e pelo Instituto Alana, que acontece no dia 26 de agosto, às 19h30, em São Paulo, e será transmitido ao vivo pela página do Facebook do programa

A conversa central do encontro será pautada no tema "Equipes de equipes: tecer um mundo de pessoas que transformam", que buscará entender a relevância do fortalecimento e da construção de equipes abertas, fluidas e integradas para a mudança da educação e da vida em sociedade. O bate-papo será mediado por Flavio Bassi, vice-presidente da Ashoka, e terá a participação do escritor e professor Daniel Mundurukue de Maria Vilani, filósofa, ativista cultural e criadora do CAPSArtes, do bairro de Grajaú, em São Paulo. O encontro também terá relatos e intervenções artísticas de dois Jovens Transformadores da Ashoka, Luan Torres de Moraes, fundador da ONG Casa (Centro de Apoio Social e Ambiental), e a estudante de Ciências Sociais, poeta e slammaster do Slam USPerifa, Midria.

"Em um mundo definido pela mudança, para que todos tenham potência e capacidade de agir para transformar a sociedade é preciso que nos organizemos de maneira radicalmente diferente, desafiando velhas estruturas e padrões mentais. Felizmente, educadores, empreendedores sociais, gestores, crianças e jovens transformadores nos mostram os caminhos de uma sociedade sem muros", diz Flavio Bassi, vice-presidente da Ashoka.

Sobre

Ashoka

Ashoka é uma organização social global fundada em 1981 que congrega quase quatro mil empreendedores sociais em 92 países, além de escolas e jovens transformadores, e busca colaborar na construção de um mundo de pessoas que transformam (Everyone a Changemaker), no qual qualquer pessoa pode desenvolver e aplicar as habilidades necessárias para solucionar os principais problemas sociais de hoje e de amanhã. 

Instituto Alana 

Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão "honrar a criança".

Serviço

Escolas Transformadoras Debate com transmissão ao vivo

Conversa:
 "Equipes de equipes: tecer um mundo de pessoas que transformam"

Data: 26 de agosto (2ª-feira), às 19h30

Local: Itaú Cultural - aberto ao público (limite de vagas)

Transmissão online através do Facebook do programa Escolas Transformadoras:

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário