quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

MELPÔMENE: O IMPÉRIO PERSA E A CULTURA DOS CITAS E LÍBIOS ATRAVÉS DOS OLHOS DO PAI DA HISTÓRIA


Entender a Antiguidade e como as inter-relações funcionam é essencial para compreendermos o mundo a nossa volta. Uma das grandes contribuições para chegar a essa percepção é a obra Histórias de Heródoto de Halicarnasso, que desenvolveu meios pelos quais, até hoje, pode-se avaliar a História e seus momentos importantes para a humanidade.
Lançada pela Editora Edipro, a coleção dos clássicos de Heródoto chega ao seu quarto capítulo. No Livro IV – Melpômene, o geógrafo e historiador grego narra a expansão do Império Persa na Ásia e traz detalhes sobre a cultura dos citas e líbios.
Esse relato não se limita à descrição dos armamentos e das batalhas. Heródoto registra os costumes e os hábitos desses povos centrando-se em suas práticas cotidianas: as diferentes atividades, os meios de subsistência e como vivem suas religiões e religiosidades, sem deixar de lado as características singulares de cada povo.
Também encontramos os detalhes sobre os preparativos da expedição militar de Dario e suas campanhas de guerra contra Cítia. A antiga região da Eurásia é um dos temas centrais da obra, que se constitui na maior e mais detalhada narrativa conhecida sobre o povo cita.
Cada livro presente na coleção Histórias foi dedicado a uma musa da mitologia grega. Depois de Clio (musa da história e da criatividade), Euterpe (musa da música) e Tália (musa da comédia), chegou a vez de Melpômene, a musa da tragédia.
Além do rico conteúdo de todas essas obras, a coleção Histórias pode ser considerada o primeiro registro de uma narração histórica, escrita por um dos maiores pesquisadores da humanidade: Heródoto de Halicarnasso.
Ficha técnica
Título: Histórias: Livro IV – Melpômene

Autor: Heródoto


Tradução: Maria Aparecida de Oliveira Silva


ISBN: 9788552100898


Páginas: 192


Formato: 14 x 21cm


Categoria: História


Preço: R$ 59,00
Sobre
Autor: Foi geógrafo e historiador helênico, considerado o continuador de Hecateu de Mileto, nascido no século V a.C., mas há dúvidas a respeito da cidade em que nasceu. Alguns historiadores grafam em língua helênica Halicarnasso e outros, Túrio. Heródoto manteve contato com o poeta trágico Sófocles, além de ter convivido com outros expoentes da produção literária e cultural de seu tempo. Por influência da política expansionista de Péricles, que defendia a disseminação de uma cultura pan-helênica, Heródoto teria aceitado participar de uma expedição de colonização e fundação da cidade de Túrio, em 443 a.C., onde teria redigido os livros de suas Histórias. Heródoto também realizou viagens para conhecer o mundo, adquirir conhecimento e sabedoria, partindo para a região do Mar Negro, conhecendo a Cítia, o Egito, a Babilônia, Cirene e vários territórios da Ásia Menor.
Tradutora: Maria Aparecida de Oliveira Silva é graduada em História, mestre em História Econômica e doutora em História Social (USP). Também é pós-doutora em Estudos Literários (UNESP) e pós-doutora em Letras Clássicas (USP).
Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário