segunda-feira, 20 de abril de 2020

'PH E MICHEL LANÇAM "ROLÊ MAIS DIFERENTE", EP QUE PROMETE PROJETAR O "ELETRONEJO" PARA TODO BRASIL


Fazendo jus ao nome do novo trabalho, “Rolê Mais Diferente”, eles trazem o “eletronejo”, um novo estilo que mistura elementos típicos da música sertaneja e batidas eletrônicas, que já é sucesso no centro-oeste do Brasil, principalmente no estado de Goiás. O novo projeto conta com sete faixas, incluindo versões de músicas já lançadas e canções inéditas. Ouça e baixe aqui: https://umusicbrazil.lnk.to/RoleMaisDiferente . A nova faixa de trabalho é “Vidinha” (https://umusicbrazil.lnk.to/Vidinha), que será lançada junto com o vídeo. Assista agora: https://www.youtube.com/watch?v=Ke1aPAweSTs .
Sobre o eletronejo, o jornalista Marcão, do site Blognejo, disse: “Ao longo dos anos, o sertanejo sempre soube se reinventar para continuar relevante, mesmo com sua origem tradicional. Foi assim com as influências latinas nos anos 70, do romantismo nos anos 80 e 90, do axé e dos acústicos MTV nos anos 2000 e, mais recentemente, do funk e das bachatas dominicanas. Dá pra dizermos que o sertanejo se apropriou de características de praticamente todos os ritmos que ocupavam (ou ocupam) algum espaço na música brasileira, menos do rap e trap até então, o que faz com que essa proposta seja altamente ousada e inusitada. E se levarmos em conta também que o público sertanejo também muda de tempos em tempos, apostar num ritmo jovem - e até então inédito no nosso gênero - é algo bem interessante e com grandes possibilidades de acerto.
André Piunti, jornalista especializado em música sertaneja, complementou esse pensamento e elogiou a ousadia da dupla: “O sertanejo, historicamente, ainda que tenha carregado uma imagem mais conversadora durante muito tempo, sempre se deixou ser influenciado por outros ritmos e culturas. Esse é um dos pontos que explicam a popularidade do gênero. A geração atual mostrou que não há mesmo barreira entre o sertanejo e qualquer outro estilo musicalO PH e Michel apostando no eletronejo têm a grande vantagem de eles saírem na frente dos outros, enquanto a maioria fica esperando pra ver no que vai dar. O roteiro deve ser um bem conhecido: uns vão estranhar, outros criticar. E sem que a gente perceba, essa mistura de estilos vai ficar tão natural que nós talvez um dia nem usemos mais essa terminologia.”
Apesar de muito jovens, os dois artistas começaram a se dedicar à música ainda na infância, mas hoje já têm uma carreira consolidada. Ao longo de sua trajetória artística, PH e Michel puderam contar com o apoio de grandes mentores, como Cristiano Araújo, Belo e Felipe Araújo, que já fez dupla com PH. Eles carregam uma coleção de parcerias de peso desde o primeiro álbum, que tem participações de artistas como Matheus &  Kauan, Maiara & Maraisa e Márcia Fellipe. Recentemente, no EP “Rolê Diferente 2.0”, gravado ao vivo em Goiânia, a dupla convidou Lauana Prado para colaborar na faixa “Secador de Lágrimas”, que acumula mais de 1.2 milhões de visualizações no YouTube desde o lançamento, em janeiro deste ano. 
Fonte/Foto-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário