domingo, 17 de maio de 2020

LITERATURA ACESSÍVEL: 10 LIVROS QUE VIRARAM FILMES DISPONÍVEIS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL


Se o cinema tem o poder de emocionar, ensinar, mostrar novos pontos de vista e unir pessoas através das histórias contadas, a literatura expande nossos horizontes, estimula a criatividade e nos faz sonhar. Nesse sentido, a união das duas manifestações artísticas é o melhor dos mundos! Quando os livros nacionais e internacionais são adaptados para as telonas, elas atingem um público maior e se tornam acessíveis popularmente. Para que a arte cumpra seu papel de unir, no entanto, é importante que ela atinja todos os públicos, incluindo as pessoas com deficiência visual.
A Fundação Dorina Nowill para Cegos disponibiliza mais de 3.200 títulos na Dorinateca, uma biblioteca virtual com opções de livros falados, livros digitais e arquivo em braille para impressão. Todo o acervo está disponível gratuitamente para pessoas com deficiência visual. Dentro da grande seleção de livros clássicos, biografias, ficção e não-ficção disponíveis na Dorinateca, na lista abaixo estão destacados 10 títulos que foram adaptados para o cinema. Que tal aproveitar a quarentena para conhecer essas histórias?
Livros nacionais
1) Pequeno Segredo: a lição de vida de Kat para a Família Schurmann
Baseado em fatos reais, o livro publicado em 2012 gira em torno da Família Schurmann, conhecida por seus cruzamentos marítimos. Por muito tempo, eles guardaram a comovente história por trás da adoção da filha caçula. Kat é uma jovem frágil, mas de muita personalidade. Ela vive com os pais, Heloisa e Vilfredo, que a adotaram de um casal de amigos. A comovente história rendeu um filme lançado em 2016, dirigido por David Schurmann, estrelado por, Mariana Goulart, Júlia Lemmertz e Marcello Antony e eleito para representar o Brasil no Oscar. A versão falada é exclusivamente da Dorinateca e a Heloisa Schurmann, autora do livro, gravou a sua voz no prefácio do livro falado que está disponível na plataforma.
2) O Vendedor de Sonhos
Esse drama fictício de Augusto Cury conta a história de Júlio César, um professor universitário famoso que está tentando cometer o suicídio, quando é interrompido por um homem desconhecido cheio de reflexões pertinentes sobre a vida. Após desistir de pular para a morte, Júlio passa a seguir o humilde homem desconhecido e juntos eles vão a mais pessoas, com uma mensagem de libertação da rotina incessante em que os seres humanos vivem. Publicada em 2008, a história que faz parte de uma trilogia, ganhou filme somente do primeiro livro, em 2016, dirigido por Jayme Monjardim e estrelado por Dan Stulbach e César Troncoso.
3) Capitães da Areia
Capitães da Areia é um romance de Jorge Amado, escrito em 1937, que conta a vida de um grupo de crianças que vivem nas ruas de Salvador, nos anos 30. As aventuras de Pedro Bala, Boa Vida, Professor e outros diversos amigos no Trapiche foram retratadas em 2011, num filme dirigido por Cecília Amado, neta do escritor. 
4) Cidade de Deus
Cidade de Deus é uma obra de Paulo Lins, que mostra as transformações sociais pelas quais passou o conjunto habitacional Cidade de Deus, que se inicia na criminalidade dos anos 60 à situação de violência generalizada e de domínio do tráfico de drogas da década de 1990. A história, publicada em 1997, teve sua adaptação para o cinema em 2002, com direção de Fernando Meirelles.
5) Meu pé de Laranja Lima
Meu Pé de Laranja Lima é um clássico! O romance juvenil escrito por José Mauro de Vasconcelos, publicado em 1968, que conta a história do pequeno Zezé que, diante de uma vida dura e pobre, encontra saída em sua imaginação. Assim, nasce a amizade com Minguinho, um pé de laranja-lima, com quem passa a brincar e bater papo. Inspirado no clássico da literatura brasileira que marcou gerações de crianças, o filme foi lançado em 2012.
Livros Internacionais
6) Marley e Eu: a vida e o amor ao lado do pior cão do mundo
Baseado na história real do escritor e jornalista John Grogan, o livro - que se tornou um best seller- conta a vida do cachorro do escritor, Marley, um labrador que fez parte do cotidiano de John por cerca de 13 anos. A narrativa, publicada em 2005, traz histórias de momentos cômicos e tristes do cachorro ao lado de John e sua esposa. O livro fez tanto sucesso que ganhou um filme dirigido por David Frankel em 2008, estrelado por Owen Wilson e Jennifer Aniston.
7) O Senhor dos Anéis
Planejado para ser único, mas publicado em três partes, este livro de J. R. R. Tolkien é uma continuação de "O Hobbit" - que também virou filme. O primeiro livro da trilogia foi publicado em 1954 e conta a história de Frodo, um hobbit que recebe de seu tio o dever de guardar um anel que carrega consigo muito poder. Frodo, ao lado de Sam, Merry e Pippin, passará por muitos obstáculos e aventuras para proteger o anel, e a história será desenvolvida pelos dois livros seguintes. Seu sucesso foi tão grande que os três livros foram adaptados para o cinema em 2001, 2002 e 2003 respectivamente.
8) Cinquenta Tons de Cinza
O livro, da autora E. L. James, é narrado pela protagonista Anastasia Steele, uma estudante de literatura de 21 anos. A pedido de uma amiga, ela encontra-se com o jovem empresário Christian Grey para entrevistá-lo. Ana só não contava em se apaixonar por esse homem enigmático e cheio de poder. O romance teve seu primeiro livro publicado em 2011 e se desenvolve no decorrer de uma trilogia, que ganhou seus respectivos filmes: Cinquenta Tons de Cinza (2015), Cinquenta Tons Mais Escuros (2017) e Cinquenta Tons de Liberdade (2018), estrelados por Dakota Johnson e Jamie Dornan.
9) O Código Da Vinci
Escrito por Dan Brown e publicado em 2003, esse livro traz uma história envolvente, na qual um professor de iconografia tenta desvendar enigmas e segredos protegidos pela sociedade secreta Priorado de Sião, desde os tempos de Jesus Cristo. Este é o primeiro livro de uma trilogia que envolve o personagem principal em outros mistérios. Apesar de causar polêmica por contestar a santidade de Jesus Cristo, até hoje a história faz grande sucesso, tanto que ganhou um filme em 2006, estrelado por Tom Hanks e Audrey Tautou.
10) O Menino do Pijama Listrado
A história escrita por John Boyne, publicada em 2006, ocorre durante o Holocausto e apresenta um garoto de nove anos, filho de um militar alemão que se muda com toda a família para um casarão. Sem saber muito bem sobre o trabalho de seu pai, e entediado por estar sozinho, o garoto se aventura nos arredores de sua casa, encontrando um local estranho que o separa de diversas pessoas vestidas de "pijama". O livro foi tão aclamado pela crítica, que ganhou um filme em 2008 estrelando Asa Butterfield e Jack Scanlon.
Gostou das sugestões? Então acesse a Dorinateca clicando aqui e aproveite o vasto acervo disponível para as pessoas com deficiência visual.
Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos
Há mais de 70 anos, A Fundação Dorina Nowill para Cegos trabalha para que crianças, jovens, adultos e idosos cegos e com baixa visão sejam incluídos em diferentes cenários sociais. A instituição oferece serviços gratuitos e especializados de habilitação e reabilitação, dentre eles orientação e mobilidade e clínica de visão subnormal, além de programas de inclusão educacional e profissional. Responsável por um dos maiores parques gráficos de braille no mundo com capacidade de impressão de até 450 mil páginas no sistema por dia, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é referência na produção e distribuição de materiais nos formatos acessíveis braille, áudio, impressão em fonte ampliada e digital acessível, incluindo o envio gratuito de livros para milhares de escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil. A instituição também oferece uma gama de serviços em acessibilidade, como cursos, capacitações customizadas, sites acessíveis, audiodescrição e consultorias especializadas. Contando com o apoio fundamental de colaboradores, conselheiros, parceiros, patrocinadores e voluntários, a Fundação Dorina Nowill para Cegos é reconhecida e respeitada pela seriedade de um trabalho que atravessa décadas e busca conferir independência, autonomia e dignidade às pessoas com deficiência visual. Mais detalhes: http://www.fundacaodorina.org.br

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário