domingo, 25 de outubro de 2020

OS MAIORES DISTRIBUIDORES DE AUDIOVISUAL DO MUNDO ESTARÃO NA MAX

 

Já confirmaram presença na MAX deste ano 35 players de destaque nos mercados nacional e internacional. O evento, que está em sua 5a edição, será realizado entre os dias 16 e 19 de novembro, totalmente virtual. Participarão dos encontros de negócios online distribuidoras, canais de TV paga e TV aberta, plataformas de vídeo on demand, agregadores e produtoras de vídeo. Uma oportunidade para que os realizadores possam apresentar seus projetos aos players mais importantes do mercado, como Netflix e Amazon Studios.

As inscrições gratuitas para as Rodadas de Negócios estão abertas até o dia 20 de outubro e devem ser feitas por meio do formulário disponível no site www.minasgeraisaudiovisualexpo.com.br. Vale lembrar, que, neste ano, as empresas selecionadas estarão isentas da taxa de inscrição, uma decisão dos realizadores do evento para apoiar o setor cultural, fortemente atingido pela pandemia.

“Ainda que em formato on-line, as Rodadas de Negócios da MAX cumprem o mesmo objetivo de gerar oportunidades de comercialização, coprodução e distribuição de projetos. De um lado, criadores, produtores independentes e realizadores, de outro, grandes responsáveis pela distribuição e difusão do conteúdo audiovisual no país. Esperamos não apenas repetir o sucesso das edições anteriores, mas superar as expectativas em termos de público, negócios e qualidade das produções”, explica João Cruz Reis Filho, diretor técnico do Sebrae Minas.

Neste ano, a MAX ampliou o leque de opções para quem pretende fazer negócios e reuniu um time diversificado de players de todos os estilos e portes, conforme ressalta Lucas Soussumi, gerente de projetos da BRAVI – Brasil Audiovisual Independente, associação que reúne 670 empresas produtoras do país e que é responsável pela curadoria da MAX.

Em 2020, o evento vai contar com os players de maior renome internacional, como Amazon Studios e Netflix. Outro destaque é a presença de canais como Sony, AXN, Discovery e Warner Bros, que participam pela primeira vez da MAX. Há ainda a presença de parceiros de anos anteriores, que estão de volta, em busca de projetos criativos e inovadores, como Viacom, Nickelodeon, Curta, Arte 1, Canal Brasil, GNT e Multishow. E ainda grandes distribuidoras brasileiras de produções audiovisuais: Pandora, Vitrine Filmes, Elo Company, Boulevard Filmes e Olhar Distribuidora.

“Também participará da programação de negócios a Trace Brazuca, que acaba de ser lançada no Brasil. Trata-se de uma plataforma voltada para a cultura afro-brasileira, trazendo, para a programação de negócios, o tema da diversidade, que sempre fez parte dos debates de conteúdo da MAX. Além disso, em 2020, haverá a presença de grandes produtoras independentes - como Pródigo, Boutique e Sentimental, até de produtoras menores, como Movioca, Apiário e Accorde. Todas elas com conteúdo sendo exibido em importantes canais e plataformas”, salienta Soussumi.

"Árvores dos Araújos"

Por meio das Rodadas de Negócios da MAX, realizadores de todo o país têm a oportunidade de realizar parcerias para a produção de conteúdo de mídia e entretenimento. Foi o caso da obra audiovisual "Árvores dos Araújos", série infantojuvenil com 26 episódios de 13 minutos, que foi licenciada para o Canal Nickelodeon, a partir de uma rodada de negociação feita na MAX de 2019.

Breno Nogueira, sócio da Dromedário Cinema e Vídeo e produtor da série, comenta sobre a experiência de apresentar o projeto. “A MAX é um momento muito importante para os produtores, porque permite que estejamos frente a frente com os principais players do mercado audiovisual (canais, plataformas, distribuidoras e outras produtoras). A experiência é fantástica, já que essa aproximação nos permite apresentar nossos projetos e mostrar que Minas Gerais tem uma produção audiovisual grandiosa. Por isso, tenho participado de todas as edições da MAX.”

Segundo Nogueira, o evento foi fundamental para a viabilização do projeto. “A nossa participação na Rodada de Negócios permitiu que o canal conhecesse a série e avaliasse a pertinência com os seus propósitos. A partir desse encontro, demos continuidade às negociações e fechamos o licenciamento algum tempo depois. ‘Árvore dos Araújos’ vem sendo exibida desde julho”.

O realizador destaca a importância de eventos como a Max para a viabilização de projetos audiovisuais. “A MAX é hoje reconhecida nacionalmente. Grandes players estão presentes em busca de conteúdo, inclusive, produtoras do eixo Rio-São Paulo. A meu ver, é um evento que traz grandes oportunidades para o produtor mineiro. Estamos muito felizes de, mesmo com a pandemia, a MAX ter sido mantida”.

Como funcionam as Rodadas de Negócios

As Rodadas de Negócios são encontros de 20 minutos entre um produtor de conteúdo audiovisual ofertante e um player comprador (representantes de canais de TV, distribuidoras, programadoras, coprodutoras, investidoras e outros agentes do setor).

Para participar, o ofertante deve apresentar previamente sua proposta, em inscrição on-line. Cada ofertante poderá cadastrar até cinco projetos, para análise de até cinco players por projeto. As categorias são documentário, ficção e animação. Os compradores selecionam os projetos que lhes interessam para compor a agenda de encontros.

Os criadores independentes podem apresentar aos players projetos de audiovisual, como longas-metragens, séries, programas de TV, documentários, reality shows, além de conteúdo de catálogo. Todos os projetos inscritos serão pré-analisados pelas empresas investidoras. As reuniões serão agendadas ao término do período de avaliação e, assim como as demais atividades da MAX 2020, serão realizadas virtualmente.

Na última edição da MAX, em 2019, foram apresentadas propostas de 13 estados brasileiros e foram realizados 462 encontros durante a Rodada de Negócios.

Sessões de pitching

A programação de negócios da MAX inclui ainda as sessões de pitching, das quais podem participar produtores audiovisuais com projetos inéditos e em desenvolvimento. As sessões de pitch são a apresentação curta de uma proposta a uma banca selecionada de players. Os ofertantes podem inscrever projetos, que estejam em fase de desenvolvimento, nas categorias documentário, ficção e conteúdo infantil.

Como nas edições anteriores, o tempo de apresentação é de sete minutos, mas em formato virtual. A apresentação poderá ser gravada, dando ao produtor a liberdade de utilizar esse recurso de forma criativa. Após a exibição da apresentação, será feita a defesa ao vivo para os compradores da banca.

Sobre a MAX - Minas Gerais Audiovisual Expo

A 5ª edição da MAX – Minas Gerais Audiovisual Expo é realizada pelo Sebrae Minas, Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) e Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, com o objetivo de promover negócios e atividades de capacitação profissional para o incremento da indústria de audiovisual.

Desde a sua primeira edição em 2015, a MAX se consolidou como espaço para reflexão e caminho para viabilizar a produção, coprodução e distribuição de projetos. No contexto definido pela Covid-19, o evento reafirma sua vocação e amplia seu alcance, oferecendo mais acesso e abrangência, por meio das possibilidades tecnológicas de interação, sem a necessidade de deslocamento dos participantes.

Em 2020, a expectativa é aumentar a participação, já que o acesso virtual se mostra mais democrático e inclusivo para realizadores do interior do estado e de outras partes do país. Além disso, permite aos convidados e ao público a conciliação com a participação em outros eventos e a realização simultânea de outras atividades. 

Serviço:

Minas Gerais Audiovisual Expo – MAX 2020

De 16 a 19 de novembro, totalmente virtual

www.minasgeraisaudiovisualexpo.com.br

Foto/crédito: Paulo Márcio - Legenda:  MAX - Rodada de Negócios

Fonte: Assessoria de Imprensa


Nenhum comentário:

Postar um comentário