quinta-feira, 19 de agosto de 2021

LIVE DE APRESENTAÇÃO DE ENTREVAMENTO, ROMANCE DE ANTÔNIO MARIANO

 


O escritor Antônio Mariano lança, nesta quinta-feira, dia 19, às 19 horas, seu primeiro romance, intitulado Entrevamento. O evento será transmitido pelo perfil do autor no Facebook e pelo canal Tome Poesia, Tome Prosa. Será transmitido pela Kotter TV, canal do grupo Kotter Editorial, do Paraná, que publicou a obra. O livro está disponível nos formatos impresso e ebook e pode ser encontrado na loja Amazon e no site da editora: www.kotter.com.br.
 
Pelo o YouTube, o lançamento pode ser acompanhado ao vivo no link: https://www.youtube.com/watch?v=SN4KFSJxD1g
 
Participarão da live de lançamento o escritor Daniel Osieck, editor executivo, que representa a Kotter Editorial e os escritores Rosa Amanda Strausz, Tiago Germano, Lau Siqueira, Ana Lia Almeida e Sérgio de Castro Pinto, primeiros leitores do romance que contribuirão com  comentários a respeito da obra.
 
SINOPSE
 
O  que  leva  um  homem  a  perder  suas  referências  até  considerar-se  “um  cego”? Narrado  por  Moacir,  a  partir  do  presídio  no  qual  cumpre  pena,  o  romance  alterna  diário  e recordações  para compor  um  painel  do colapso emocional  e  psicológico do protagonista.
 
Um  a  um,  seus  suportes  –  família,  amizade,  trabalho  e  sexo  –  desabam.  Não  por acaso  ambientado  no  Nordeste,  o  romance  mostra  um  protagonista  sufocado  pelas  muitas  –  e tantas  vezes  contraditórias  –  exigências  do  mundo  masculino,  sem  se  dar  conta  disso. 
 
Moacir se  diz  cego  mas,  como  narrador  de  sua  história,  tem  apenas  os  próprios  olhos  para  orientá-lo.  Ainda  que  pressinta a aproximação do desastre,  não consegue  fugir  dele.
 
Assombrado,  no  passado,  pela  paixão  por  Sandra  Regina  e  no  presente  pela  ojeriza  a João,  seu  companheiro  de  cela  homossexual,  o  protagonista  nos  conduz  a  um  mundo  no  qual a  supremacia  masculina,  poder  de  decisão  e  virilidade  são  forças  destrutivas,  que  não poupam  nem  sequer  aqueles  que  as  possuem.
 
Na opinião W. J. Solha, “Antônio Mariano cria uma densa narrativa em que – como  auriga de Circo Romano – controla com extrema perícia os impetuosos cavalos de sua biga – o branco e o negro, do presente e o do passado -, mantendo-nos tensos como ficavam as multidões que lotavam o Coliseu. Isso não apenas pelo que narra, mas pelo como narra. Seu narrador  é  um ser em que domínio literário, paixão e ódio se confundem, ele todo uma bomba-relógio nos seus tique-taques finais”.

Na avaliação de Lau Siqueira, ‘Entrevamento’ é daqueles livros que surpreende até pelo ritmo da narrativa. Mariano vai intercalando a voz do narrador entre o tempo da memória e o tempo presente. Passo a passo vai seduzindo o leitor do início ao fim. Apresenta uma trama que dialoga com a realidade das populações invisíveis numa cidade média brasileira. Tudo acontece na capital da Paraíba. É tamanha a exatidão que percebemos uma história sendo contada e outra sendo pautada. Uma prosa tatuada pelas mazelas da contemporaneidade.”

Para Rosa Amanda Strausz, que assina a orelha da obra, “Poucas vezes se viu um romance pinçar a jugular do machismo estrutural com tanta precisão. Desenhar o perfil de um dos tantos Moacir que encontramos nas manchetes dos jornais sensacionalistas não é tarefa para amadores. Exige um sofrido exercício de alteridade, um mergulho quase suicida na formação da própria masculinidade e um domínio seguro da linguagem”.
 
Antônio Mariano nasceu e reside em João Pessoa, estado da Paraíba, nordeste brasileiro. Publicou, até o momento, seis livros, sendo quatro de poemas, a saber, O gozo Insólito (1991), Te odeio com doçura (1995), Guarda-chuvas esquecidos (2005) e Sob o Amor (2013). Publicou em nova edição, em 2015, a sua estreia no gênero conto, desta vez sob o título de O dia em que comemos Maria Dulce. Entrevamento é a sua estreia no gênero Romance.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário