segunda-feira, 4 de julho de 2022

PASOLINI É ATRAÇÃO NO 33° CURTA KINOFORUM 

 


A 33ª edição do Festival Internacional de Curtas de São Paulo – Curta Kinoforum confirma sua realização no período de 18 a 28 de agosto e anuncia a arte deste ano.

 

Reconhecido como um dos mais importantes eventos mundiais dedicados ao filme de curta duração, o festival este ano acontece de forma híbrida (presencial e online) e tem como destaque um programa especial celebrando o centenário de nascimento do cineasta Pier Paolo Pasolini. Pelas Mãos de Pasolini reúne cinco títulos, realizados entre 1960 e 2021. As obras trazem participações do diretor italiano como roteirista e narrador, ao lado de um curta brasileiro recente com inspiração pasoliniana e um episódio por ele dirigido para o longa RoGoPaG – Relações Humanas.   

 

Pasolini é colaborador no roteiro de “Stendalì” (1960), de Cecilia Mangini, no qual uma lamentação fúnebre é cantada por mulheres de Salerno em um dialeto que veio dos antigos gregos que colonizaram aquela parte do sul da Itália. Já o documentário “O Cinema de Pasolini. Notas para um Critofilme (1967), de Maurizio Ponzi, é um ensaio de crítica cinematográfica centrado no conceito de montagem como ritmo e poesia, que reflete sobre o estilo do cinema de Pasolini. O cineasta participa com depoimento e cenas de seus filmes.


Dirigido por Pasolini, “A Ricota” (1963) é um curta metalinguístico sobre um personagem icônico da fome do terceiro mundo. Nele, um diretor marxista, interpretado pelo cineasta e ator norte-americano Orson Welles, realiza um filme na periferia da cidade de Roma baseado na Paixão de Cristo. O filme chegou a ser censurado e Pasolini foi julgado por ofensa ao Estado italiano e à religião. “A Ricota” é um episódio de ”RoGoPaG – Relações Humanas”, longa-metragem também assinado por nomes como Roberto Rossellini, Jean-Luc Godard e Ugo Gregoretti.


O Rapaz Motor (1967), de Paola Faloja, conta com narração e argumento de Pasolini, a partir de um relato ocorrido com ele. A produção acompanha a relação de diversos adolescentes com motores e motocicletas. Já o brasileiro de pegada experimental “Pierpaolo” (2021), de Ivan Claudio, traz a oralidade do cinema de Pasolini e a sua voz radical na poesia, nos filmes e na vida.


Também poeta e escritor, Pier Paolo Pasolini (1922-1975) foi um polemista que criticava as estruturas de poder, segundo a crítica especializada. Inconformado, intenso e revolucionário, realizou filmes marcantes, como ''Accattone - Desajuste Social'' (1961), sua estreia na direção. Seguiram-se "Mamma Roma" (1962), com Anna Magnani, e ''O Evangelho Segundo São Mateus'' (1964), obras influenciadas pelo neorrealismo italiano. Abordou também temas clássicos, como em ''Medeia'' (1969) e na chamada ‘trilogia da vida’, composta pelos longas ''Decameron'' (1970), ''Contos de Canterbury'' (1973 e ''As Mil e Uma Noites'' (1974). O provocador ''Saló ou Os 120 Dias de Sodoma'' (1975) foi seu último filme. Pasolini morreu em 2 de novembro de 1975 no balneário de Ostia, a 30 km de Roma, em circunstâncias mal esclarecidas, após uma briga com um garoto de programa.


Em 2022, a arte do festival evoca a volta do público às salas de cinema, após as restrições provocadas pela Covid-19. Ela é assinada pela Leste_Br, empresa que foi finalista do Brasil Design Awards por seu trabalho para o Curta Kinoforum em 2020.

 

O Festival Internacional de Curtas de São Paulo – Curta Kinoforum é uma realização da Associação Cultural Kinoforum, entidade também responsável pelas Oficinas Kinoforum de Realização Audiovisual, entre outras atividades.


Sobre a Associação Kinoforum


Criada em 1995, a Associação Cultural Kinoforum promove atividades e projetos que apoiam o audiovisual brasileiro através de ações de formação cidadã com foco na inclusão cultural e social. Sua missão é a de promover o desenvolvimento pessoal e sociocultural por meio da linguagem audiovisual. A associação é responsável, além do O Festival Internacional de Curtas de São Paulo – Curta Kinoforum, da Oficinas Kinoforum de Formação Audiovisual, Guia Kinoforum | Festivais Audiovisuais, projeto Crítica Curta e pelas ações Kinoforum nas Telas.


serviço:


33º FESTIVAL INTERNACIONAL DE CURTAS DE SÃO PAULO - CURTA KINOFORUM 


18 a 28 de agosto de 2022 


gratuito 


presencial (em várias salas de São Paulo) e online (com acesso pelo endereço kinoforum.org)


Fonte: Assessoria de Imprensa



Nenhum comentário:

Postar um comentário