domingo, 16 de setembro de 2012

LANÇAMENTO EM LOS ANGELES DO DOCUMENTÁRIO INTELECTUAIS DA VIDA




Em 1975 o brasileiro Paulo Freire é convidado para contribuir com a alfabetização popular de Guiné-Bissau, a convite do Ministro da Educação Mário Cabral. Dessa experiência ele escreve Cartas Á Guiné-Bissau propondo um novo modo de conceber a alfabetização, combinando-o com as ideias do africano Amilcar Cabral.

O documentário Intelectuais da Vida retrata o encontro das ideias de Freire com as de Cabral, ambos defensores da educação popular. O vídeo será lançado durante o VIII Encontro Internacional do Fórum Paulo Freire, que acontecerá em Los Angeles (EUA), entre os dias 19 e 22 de setembro, organizado pelos Institutos Paulo Freire da Inglaterra e de Los Angeles e contará com a presença de conferencistas de todo o mundo.

Expor através de depoimentos e imagens os ideais e a prática de dois grandes revolucionários foi um desafio para os diretores José Ramos Barbosa e Mercicleide Ramos. Ambos se dedicaram a uma pesquisa de resgate a objetos da época. Além disso, o vídeo dialoga com o tema do Encontro - Imaginar um mundo onde é mais fácil amar – A Educação e a Justiça Social de Paulo Freire.

A construção do roteiro teve a colaboração da pedagoga Daniele Dias e do mestrando guineense Heldomiro Henrique Correia. O curta tem duração de 20 minutos e teve imagens gravadas no Brasil (João Pessoa), Guiné-Bissau (Bissau) e Cabo Verde (Praia e Mindelo).  Os educadores da UFPB, Timothy Ireland, Neroaldo Pontes, Laura Brito, Luiz Gonzaga, Emília Prestes e Adriana Diniz, traçam um breve perfil das ideologias freireanas complementadas com os depoimentos de Florenço Varela (Cabo Verde) e Francisca Medina (Guiné-Bissau).

O diretor e professor, José Ramos Barbosa, conta como surgiu a ideia “Sou da UFPB e participo do Projeto Africanidade. Durante minha ida a Guiné-Bissau e a Cabo Verde fiquei responsável por realizar algumas gravações das aulas do Projeto. Fiquei tão empolgado coma experiência, o povo africano, as belezas e particularidades dos lugares que logo surgiu o desejo de contar essa história. Ao retornar para João Pessoa fui motivado a fazer o vídeo e foi aí que tudo começou”. Ele revela que já havia trabalhado com Mercicleide Ramos durante a produção de videoaulas para o curso de pedagogia da UFPB Virtual. Sendo essa a primeira grande parceria entre os dois. “Quando convidei a Mercicleide falei sobre o pouquíssimo tempo em produzir o material e de todas as dificuldades que teríamos. Já conhecia o profissionalismo da jovem diretora e mesmo assim fiquei surpreso com sua coragem, dedicação e o olhar sensível. Acho que encontrei uma parceira do audiovisual”. Comenta o diretor.

“Esse é o primeiro trabalho que reúno um material capturado no exterior com o produzido aqui. Conhecia pouco sobre a obra do Paulo Freire e não sabia quase nada do Amilcar Cabral, que precisei estudá-los com empenho. Tudo foi planejado com muita atenção e quando vejo o resultado final fico bastante satisfeita”, conta a diretora.

O vídeo cita ainda o Convênio Sul-Sul e o Projeto Africanidade como experiências educativas bem sucedidas e revela que todas as pessoas são intelectuais da própria vida e podem ser considerados os freires de hoje. Intelectuais da Vida contou com o apoio do Centro de Educação da UFPB e do Núcleo de referência em educação de jovens e adultos: história e memória da Paraíba. 

Ficha Técnica
Direção e Produção
José Ramos Barbosa da Silva
Mercicleide Ramos

Direção de Fotografia
Lúcio César

Assistente de Direção de Fotografia
Davi Abraão

Imagens do Brasil
Lúcio César

Imagens de Cabo Verde e Guiné-Bissau
José Ramos Barbosa da Silva

Roteiro
Daniele Dias
Heldomiro H. Correia
José Ramos Barbosa da Silva
Mercicleide Ramos

Texto
José Ramos Barbosa da Silva

Narração do Off
Davi Abraão

Edição
José Ramos Barbosa da Silva
Mercicleide Ramos

Ator
Cleber Furtado da Silva


Nenhum comentário:

Postar um comentário