quinta-feira, 21 de março de 2013

NO DIA INTERNACIONAL DAS FLORESTAS O GREENPEACE COLETOU ASSINATURAS EM VÁRIAS CIDADES DO BRASIL







21 de março é o Dia Internacional das Florestas. O Greenpeace agita as redes sociais para que mais brasileiros conheçam e abracem a Lei do Desmatamento Zero.

O Greenpeace é uma organização global e independente que atua para defender o ambiente e promover a paz, inspirando as pessoas a mudarem atitudes e comportamentos, garantindo um futuro mais verde e limpo para esta e para as futuras gerações. Investigam, expõe e confrontam crimes ambientais. Os Valores são Independência, Não Violência, Confronto Pacífico e Engajamento.

As campanhas envolvem: mudanças climáticas, proteção às florestas, oceanos, agricultura sustentável, poluição e energia nuclear. No Brasil, as principais frentes de trabalho são a proteção à Amazônia e a campanha de Clima e Energia.

O Greenpeace está presente em 43 países de todos os continentes, contando com o apoio de quase quatro milhões de colaboradores em todo o mundo e cerca de 20 mil voluntários.
A sede brasileira da organização encontra-se em São Paulo, com escritório também em Manaus e em Brasília. Possuem atualmente mais de 35 mil colaboradores e cerca de 300 voluntários espalhados por oito capitais brasileiras: Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio, Salvador e São Paulo.

Em 2012, o Greenpeace perdeu a grande guerreira Tatiana de Carvalho, uma das mais antigas ativistas no Brasil, faleceu após um acidente em uma cachoeira próxima a Brasília.

Tatiana lutou na campanha por um Brasil Livre de Transgênicos e, com a mesma garra, batalhava atualmente pelo Desmatamento Zero. Dos corredores sisudos do Congresso Nacional aos labirintos da Amazônia. “Tati nunca mediu esforços para que a floresta e seus povos fossem protegidos. E tudo isso com uma autenticidade e energia que pouco se vê no mundo de hoje”, desabafa Marcio Astrini (Coordenador da Campanha da Amazônia Greenpeace).

O Ártico é um dos lugares mais misteriosos que existe no planeta. É a casa dos ursos polares, das focas e das raposas do ártico que, ultimamente, têm sofrido com as mudanças climáticas e disputado o território com empresas que querem explorar os recursos naturais existentes na região.

O derretimento das calotas polares, a corrida pelo petróleo e a crescente militarização no Ártico têm destruído a vida de muitas dessas criaturas. Os ursos polares estão morrendo e o aquecimento global ameaça a sobrevivência da espécie.

Denúncia: O maior desmatador da Amazônia

http://www.ligadasflorestas.org.br/?utm_source=ma&utm_medium=emailBR&utm_content=link_txt&utm_campaign=2012-12-18&ref=ma_18-12-2012_txt

Para continuarem com esse trabalho nas redes e nas ruas, sua contribuição é muito importante. Colabore para que essas e mais ações para proteger nossas florestas sejam possíveis.

Faça parte desse time junte-se ao Greenpeace: http://www.greenpeace.org.br

Foto/arte: Reprodução/divulgação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário