quinta-feira, 20 de julho de 2017

CONSUMISMO NA MODA

O processo diário de vestir-se, além de ser uma necessidade, para proteger o corpo, tornou-se também uma forma de motivação. As pessoas escolhem suas roupas por necessidade, para estar na moda, para marcar a sua personalidade e até para demonstrar status. O consumismo exagerado e a maneira como essas escolhas são feitas às vezes podem ser equivocadas. Você já parou para pensar que este consumo também ajuda a diminuir os recursos naturais do planeta?

A quantidade de água para produzir somente uma camiseta pode chegar a 2.700 litros. Além de toda a água que consumimos diariamente, outras mercadorias também utilizam os recursos naturais do planeta. O intuito não é tornar você uma pessoa que pensa o tempo todo em como aquela peça de roupa foi produzida, se a mão de obra é escrava ou não. O objetivo é demonstrar que escolhas certas podem contribuir na preservação do planeta e ajudar você a encontrar o seu estilo.

A consultora de estilo, Liana Medeiros, afirma que todas as pessoas tem um estilo próprio. “Quando entramos em uma loja devemos ter claro: precisamos daquela vestimenta? Vamos comprar só porque está na moda ou para ficar mais feliz? Todos esses sentimentos são passageiros. O mundo nos bombardeia de informações o tempo todo, "compre isso", "compre aquilo", "must have" "tem que ter", "use agora!", que acabamos sobrecarregados com tantas informações e às vezes não está claro a mensagem que gostaríamos de passar e da vida que levamos. E quando não fazemos as escolhas, a indústria acaba decidindo por nós”.

Aprender que a referência mais importante para montar um look somos nós, nem sempre é tarefa simples. A consultoria de estilo ajuda as pessoas a escolherem com mais critério, pensando no que já possuem, o que fará diferença no guarda-roupa e na vida. “Quando entrar em uma loja a pessoa saberá reconhecer o que veste bem o seu tipo físico. Peças lindas não significam necessariamente que serão peças ideais para serem usadas na sua vida. Durante o processo da consultoria de estilo, passo para as minhas clientes a questão do guarda roupa inteligente. Ela aprende quais são os seus "SIM'S e a partir disso fica mais fácil identificar quais são os "Não's"”, afirma Liana.

Identificar todas as armadilhas de consumo, ajuda a contribuir com a preservação dos recursos naturais, definir o estilo pessoal e otimiza o tempo para escolher uma roupa no guarda-roupa. “O momento que dedicamos para escolher o que vamos vestir precisa ser agradável e não uma tortura. Afinal, quem vai nos abraçar o dia todo são as nossas roupas”, finaliza Liana.

SOBRE A CONSULTORA LIANA MEDEIROS

Liana Medeiros é do Rio de Janeiro e está trabalhando, há pouco tempo, em toda a região do Vale do Itajaí, estando sediada em Blumenau. Faz seis anos que ela trabalha com consultoria e se formou em moda na Universidade Veiga Almeida (UVA) e em consultoria de imagem pela Fashion Institute of Tecnologgy. Além disso, tem formação em Moda Contemporânea pela Esmod International.

Liana sempre quis trabalhar com moda, mas de uma forma diferente, que atingisse as pessoas, e não só de uma forma conceitual ou de produção. Foi então que se encontrou na consultoria, trabalhando o ser humano como um todo e não apenas como um cabide para andar na moda.

Foto: Daniel Duchon

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário