segunda-feira, 2 de julho de 2018

"ESTOU HÁ 17 ANOS LUTANDO CONTRA UM GORDO LOUCO DENTRO DE MIM", REVELA JOÃO GORDO NO CANAL ILHA DE BARBADOS DA REDE SNACK



PC Siqueira, Cauê Moura e Rafinha Bastos receberam João Gordo no canal Ilha de Barbados da Snack, maior rede multiplataforma brasileira de social vídeo, para conversar sobre mudança de estilo de vida.

O cantor lembrou que quase morreu algumas vezes, no ano 2000 chegou a ficar 23 dias na UTI devido a um derrame pleural: "O meu pulmão encheu de sangue, eu pesava uns 200 e tralalá quilos, minha diabetes foi a 560, eu não morri, nem sei porquê", revela.

João contou que depois tudo ainda saiu em turnê e teve outra recaída: "Em dezembro de 2000 eu tive uma overdose, usei speedball e desabei na pista do Lov E. A hora que eu acordei eu estava na UTI novamente, foi aí que a minha mulher Vivi, que estou há 20 anos, falou 'eu preciso falar pra esse cara que eu gosto dele antes que ele morra'. Graças a essa overdose eu estou aqui falando com vocês, eu tenho família, dois filhos, estou com o Ratos de Porão há 37 anos e estou aí vivo. Eu poderia ter morrido em 2000, estou mudando há 17 anos e não consegui mudar direito ainda, tenho recaídas, já parei de fumar cigarro 15 vezes e volto".

João conta que parou de fumar maconha há dois meses: "Quando eu fiz 54 anos eu falei 'pô faz 40 anos que eu fumo maconha e nunca parei', agora eu simplesmente parei. Eu quero ser exemplo para os meus filhos que são adolescentes, não posso exigir deles se eu sou o maior doido ainda, pelo menos nesse quesito. Sou vocalista de banda de hardcore e monstro que faz turnê europeia, vou lá na Espanha e nego dá presente de grego, então eu tenho que ter o culhão para recusar o bagulho, não é fácil. Eu estou há 17 anos lutando contra um gordo louco dentro de mim. Tenho a minha mulher e meus filhos me cobrando e é difícil pra caralho, porque eu vivo num mundo completamente louco, onde eu sou o rei dos loucos".

João conta que seu próximo passo é parar de beber completamente: "A minha mulher falou 'se eu pegar você tomando uma cerveja você está fudido'. Eu estou com 54, faltam seis para 60, será que eu chego lá?".

Para assistir o vídeo completo, clique aqui:http://www.youtube.com/watch?v=Vss46Z-YQSs

Sobre a Rede Snack

A Snack, fundada pelos publicitários Vitor Knijnik e Nelson Botega, é a maior rede multiplataforma brasileira de social video. Ela cria, produz, desenvolve e distribui conteúdo original multiplataforma (YouTube, Facebook, Snapchat, SVODs), e possui 3 unidades de negócio.

Snack Creators - área de production service, comercialização e gerenciamento para os talentos mais influentes do país como PC Siqueira, Barbixas, Flavia Pavanelli, entre outros.

Snack Studios - área de desenvolvimento e produção de séries originais multiplataforma, como o OK!OK!, canal sobre o mundo pop mais visto do YT Brasil, Vendi meu Sofá com a fitness girl Gabriela Pugliesi, Nosso Canal, apresentado pelas garotas mais bombadas da internet, Casa do Saber, de entretenimento cultural, entre outras séries originais, Ilha de Barbados, com Rafinha Bastos, PC Siqueira e Cauê Moura.

Snack Brands - serviços de criação, produção, mídia e inteligência audiovisual digital para agências e marcas. A área é responsável pela criação e produção do maior canal de marca do YouTube Brasil, Mundo da Menina by Pampili, que já ultrapassou 2M de inscritos, em parceria com a Sociedade Criativa da publicitária Tetê Pacheco.

A Rede Snack tem mais de 32 milhões de inscritos no YouTube, 12 mil vídeos publicados, mais de 3,4 bilhões de visualizações: http://www.youtube.com/user/redesnack

Fonte/Foto-reprodução/divulgação: Assessorai de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário