quinta-feira, 4 de outubro de 2018

FELIPE FOLGOSI COMEMORA O SUCESSO DA CAMPANHA DA GRAPHIC NOVEL “CHAOS” NO CATARSE QUE SEGUE ATÉ O DIA 10 DE OUTUBRO


ator e roteirista Felipe Folgosi comemora o sucesso da Campanha de sua nova graphic novel “CHAOS”, no site de financiamento coletivo Catarse que segue até o dia 10 de outubro. “CHAOS” é a sequência do universo iniciado pelo autor em “Aurora”, lançado em 2015.

Sobre a nova história, Felipe comenta “Ela começa onde a anterior parou, mas com o Gabriel dominando a cena no combate à Nova Ordem Mundial, ao lado dos personagens que conhecemos, Ryan, Cláudia e Annabelle. Claro que também teremos novos heróis e vilões, muitas sequências de ação eletrizantes, e como no Aurora, tudo isso muito bem amarrado numa trama que envolve ciência, filosofia, política, sociedades secretas, trans-humanismo, ação, sacrifício e aventura. Enfim, um thriller de ficção-científica com muita teoria da conspiração, do jeito que a gente gosta! “.

Felipe desenvolve uma história de ação surpreendente que mistura fatos científicos e questões filosóficas. “Como fã do gênero, penso que as melhores histórias partem de premissas reais combinadas de forma inusitada e levadas às últimas consequências, então pesquisei muito para que cada termo científico usado, cada dado técnico citado gerasse uma sensação de verossimilhança no leitor”, explica o autor, que levou dez anos para escrever “Aurora”, mas que precisou apenas de seis meses para concluir o roteiro de “CHAOS”, no final de 2015. “Como já havia feito a pesquisa para o Aurora, que foi extensa e detalhada, começando com dados sobre astronomia e física, passando por partículas cósmicas, precessão dos equinócios, aceleradores de partículas, agências de inteligência militar, sociedades secretas e toda essa loucura, quando chegou a hora de escrever o Chaos foi muito mais rápido porque o universo já estava criado”, relata.

Felipe estudou cinema em São Paulo e fez especialização em roteiro na UCLA, Estados Unidos. Ele desenvolveu inicialmente o roteiro de “Aurora” para o cinema, mas adaptou a trama para história em quadrinhos ao perceber seu imenso potencial gráfico. Em “CHAOS”, ele segue a receita de sucesso. “Consegui juntar elementos suficientes para criar uma história plausível partindo de uma premissa fantástica, misturando astronomia, medicina, evolucionismo com uma boa dose de teorias da conspiração”, finaliza.

Fã de quadrinhos, Felipe conta que a inspiração de “CHAOS” vem tanto do universo das HQs quanto da ciência e para isso, precisaria encontrar um artista a altura. A missão foi dada ao desenhista argentino Emilio Utrera, que além do traço e arte final, também colore a obra. Felipe, que procurou um artista por quase dois anos, enfatiza “Encontrei no Emi um parceiro que estava buscando faz algum tempo, um cara completo, ponta firme e extremamente sensível na tradução do roteiro e layout para o papel. Estou bem satisfeito com o trabalho dele e acredito que o público brasileiro também ficará”.

Sobre

Felipe Folgosi

Felipe Folgosi fez faculdade de cinema na FAAP e especialização na UCLA por dois anos, com ênfase em roteiro.

Desde 2000 tem colaborado em vários veículos como o Jornal da Tarde, revista da Avianca e na revista Licensing Brasil. Em 2001 ganhou o Concurso Nacional de Dramaturgia promovido pelo Ministério da Cultura com a peça "Um Outro Dia".

Começou a fazer teatro aos quinze anos e estreou aos dezessete na televisão com a minissérie "Sex Appeal", na Rede Globo, em 1993. Em seguida fez a novela "Olho no Olho", onde era o protagonista Alef. Depois esteve em "Explode Coração", "Corpo Dourado", "Vidas Cruzadas", "Jamais te Esquecerei", "Começar de Novo", "Os Ricos Também Choram", "Prova de Amor", trilogia "Os Mutantes" e “A Terra Prometida” na Rede Record.

Como apresentador, esteve no programa "Tá Ligado" da Fundação Roberto Marinho, em STV na Dança na TV Senac, em "Acredite Se Quiser" na Band. Mais recentemente participou do longa-metragem "A Grande Vitória" com Caio Castro e Sabrina Sato, da série "Politicamente Incorreto"com Danilo Gentilli, na FOX, e da novela "Chiquititas" do SBT. Felipe acabou de participar do programa da GNT “Que Maravilha- Aula de Cozinha” e atualmente está no seriado “171-Negócio de Família” para o Universal Channel. No teatro fez mais de dez peças, entre elas "Gato Vira-Lata", de Juca de Oliveira. Em 2018, Felipe lançou o longa-documentário “Traço Livre”, que coproduziu e apresenta, sobre o cenário atual do quadrinho independente no Brasil. Com previsão de lançamento para 2019, ele estará no longa “Eu Sou Brasileiro” de Alessandro Barros.

Lançou em 2015 sua primeira Graphic Novel, “Aurora”, que foi um sucesso de crítica e público, tendo sido indicada ao maior prêmio dos quadrinhos nacionais, o “HQMix”.

Em 2017 lançou seu segundo projeto em quadrinhos, desta vez uma história de suspense e terror psicológico chamada “Comunhão”. Participou também das coletâneas “Visões de Guerra” e “Selva Gazeta Gráfica”.

Em 2018, Felipe lançou seu curso online de composição narrativa chamado “Contador de Histórias” na plataforma cultural Savoá.

Também participa da antologia “Narrativas do Medo Volume 2” com o conto “Non Plus Ultra”, lançará sua próxima Graphic Novel chamada “Um Outro Dia”, prevista para o segundo semestre e já está produzindo a continuação do Aurora chamada “CHAOS” para 2019.

Emilio Utrera

Cartunista e escritor argentino, Emilio criou quadrinhos autorais como BARRAS e P4TRIOTAS.

Também na revista Fierro, participou de uma antologia para editora americana Vertigo e ganhou o primeiro lugar no Concurso Nacional de Graphic Novel da Prefeitura da Cidade de Córdoba. Emilio foi finalista do concurso nacional para o jornal de San Luis e uma recebeu menção honrosa no concurso de quadrinhos da “Revista Cultural Ñ".

Serviço

Campanha da graphic novel “CHAOS”, de Felipe Folgosi no Catarse

Roteiro, adaptação, layouts e produção: Felipe Folgosi

Até o dia 10 de outubro com recompensas exclusivas


Arte: Emilio Utrera

Preço: R$39,90

Quantidade de páginas: 128 de arte, 136 totais.

Fonte/Foto-reprodução/divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário