terça-feira, 30 de abril de 2019

MARIANA GAMBOA INICIA CARREIRA SOLO COM VIDEOCLIPE DE “TÃO SÓ” EM PARCERIA COM CARLOS ALFANO E LEO MANCINI


Rumar novos caminhos em carreira solo sempre é uma escolha difícil. No entanto, Mariana Gamboa, além de experiente, também está cercada de parcerias de renomes que provam que carreira solo está longe de ser uma carreira solitária em busca de reconhecimento musical.

Cantora profissional desde os 16 anos, Mariana descobriu o amor pela música muito antes: aos 5. Ainda criança aprendeu a tocar órgão com sua irmã e participou de corais de sua escola e da prefeitura municipal do Guarujá. Sua avó era cantora de Ópera. Mariana – sem dúvida – vivia em uma casa musical.

Depois de voltar para sua cidade natal, São Paulo, e passar 16 anos cantando na disputada noite paulistana com a banda Bubbles, e com sua banda de rock formada só por mulheres, a Hey, Ladies!, Mariana Gamboa resolveu reunir todas as suas principais influências musicais em um projeto autoral.

O start com o trabalho vem através da música “Tão Só” – uma parceria com o músico Carlos Alfano na letra e melodia e com a assinatura de Leo Mancini na produção musical lançada em videoclipe através do seu canal no Youtube (https://bit.ly/2PvRVm1) no dia 26 de abril.

Como uma pegada country e pop, o single “Tão Só” fala a respeito de várias situações pelas quais – em algum momento já passamos na vida – se sentir só mesmo quando se está acompanhado, ou querer está com alguém que já deixamos partir. “Não sei bem por que as coisas mudam de lugar / De repente nossas vidas não estão no mesmo andar / Sentindo falta, sentindo medo / Procuro um jeito, de não me sentir.../” é um trecho da música que trata principalmente da forma como lidamos com a solidão e as mudanças.

Rótulos e definições musicais não são a sua preocupação

“Por que se limitar a apenas um estilo musical quando se pode usar elementos de vários e fazer algo sem rótulos? Sou fã de pop, rock, country e southern rock e tenho Steven Tyler, Pink, Freddie Mercury, Kid Rock, Shania Twain, Carrie Underwood e Rita Lee como minhas principais influências. Por isso, me lançar em uma carreira solo era essencial para que eu finalmente pudesse pisar em novos terrenos e explorar ideias que antes só ficavam na minha imaginação”, explica Mariana e complementa, “Sou alucinada pela Ivete Sangalo, ela representa tudo o que admiro em um artista e de quebra tem um timbre grave dos deuses”.

Spotify: https://open.spotify.com/album/6VfXmtqKTZTjCO4ubS6p5p

Deezer: https://www.deezer.com/br/track/667418242

Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=DemzTgwqfZo&feature=youtu.be

Redes Sociais

facebook.com/marianagamboaoficial

instagram: @marianagamboaoficial

Ficha Técnica | Música:

Voz: Mariana Gamboa

Letra e melodia: Mariana Gamboa e Carlos Alfano

Produção musical: Leo Mancini

Direção e Produção de vídeo: Leandro Blotta Lucas Satti @aninhavilches @ichbineinepolly

Violão, bandolim, backing vocal: Leo Mancini

Bateria: Paulo Jiraya

Baixo: Fabio Duarte

Piano: Nei Medeiros

Ficha Técnica | Videoclipe:

Direção: Lucas Satti

Direção de Fotografia: Lucas Satti

Câmera: Leandro Blotta

Assistênte de Câmera: Pollyana Oliveira

Produção: Ana Maria Vilches

Colorista: Guilherme

Makeup e Cabelo: Silvia Zardo

Stylling: Mariana Schittini

Foto: Edu Lawless Photography'n'Art

Edição de Imagem: Marcelo Calenda

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário