quarta-feira, 24 de abril de 2019

MOLHO DE MOSTARDA AJUDA NA PREVENÇÃO DO CÂNCER


A mostarda é um dos mantimentos mais usados nas refeições, a fim de dar um toque especial ao sabor dos pratos. O que pouco se sabe, é que além do sabor acentuado que ela oferece, esse alimento também é composto por diversos nutrientes e vitaminas, muito benéficos para o bom funcionamento do corpo humano.
A semente da mostarda é fonte de nutrientes como o cálcio, o ferro, magnésio, ômega-3 e vários outros. Além disso, ela contém altos níveis de selênio, um mineral com ação antioxidante para o metabolismo do cérebro e da tireoide. “A semente da mostarda tem um conteúdo notável de fito nutrientes antioxidantes, como o glucosinolato, isotiocinato e curcumina, que protegem contra o câncer”, revela a nutricionista Bianca Naves.
Como o molho de mostarda é preparado com as sementes, os nutrientes e benefícios são os mesmos. Os principais ingredientes, que compõem o molho são as sementes moídas ou esmagadas, com vinagre, para estabilizar o sabor picante e vinho, cuja escolha é essencial par determinar o sabor da mostarda. Em algumas receitas é comum utilizar açúcar, mel, ervas secas e especiarias, para atribuir sabores diferenciados.
Entre os benefícios e vantagens do consumo do molho estão: a melhora da digestão, uma vez que ela aumenta a produção de saliva, prevenção de diversos tipos de câncer, incluindo o do estômago e cólon, regula a tireoide, devido ao alto teor de selênio. Ela também tem ação anti-inflamatória, aliviando dores articulares e musculares, melhora a imunidade e ajuda na prevenção de gripes e resfriados, além de proteger a visão, já que é fonte de luteína e zeaxantina, dois carotenoides com ação ocular, reduz o colesterol graças a vitamina B3 que combate a aterosclerose, entre outras vantagens.
“Procure um molho de mostarda bem denso, de preferência com as sementes aparentes, esses apresentam mais nutrientes, logo, mais benefícios à saúde”, aconselha a nutricionista.
Bianca também apresenta alguns tipos de mostarda, entre elas, a Sinapis alba, uma variação do vegetal que traz a coloração branca, nativa da bacia do Mediterrâneo. A Brassica juncea, que apresenta uma coloração marrom e vem da Índia. A Brassica nigra, que é uma mostarda preta, encontrada no continente americano e a Sinapis arvensis, uma mostarda do campo, presente na Península Ibérica.
Saiba mais sobre a Sacciali:
Fonte/Fotos-reprodução/divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário