domingo, 5 de maio de 2019

LIVRO "COLÔNIA BLUMENAU NO SUL DO BRASIL" JÁ ESTÁ DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD GRATUITO


Depois de cerca de 20 anos de sonhos, tornou-se realidade o livro-álbum “Colônia Blumenau no Sul do Brasil”, lançado na última quinta-feira, no Mausoléu Dr: Blumenau. O resgate histórico é resultado de muitos estudos e pesquisas nos últimos anos, com algumas imagens inéditas, nunca vistas antes em outras obras sobre a cidade. “Morei um período na cidade, quando estudei no Colégio Santo Antônio, e apaixonei-me pela história e decidi que um dia faria esse resgate. Para isso, contei com a ajuda de muitas pessoas. Entre elas, Marcondes Marchetti e Kilian Kadletz”, declarou, durante a cerimônia de lançamento, Gilberto Schmidt-Gerlach, organizador do projeto. Cerca de 250 pessoas participaram do coquetel de lançamento, entre amigos, lideranças culturais, políticas e artistas.
O livro, que já está disponível para download gratuito no site da Biblioteca de Arte e Cultura (https://artecultura.inf.br/livro/colonia-blumenau-no-sul-do-brasil/), também será entregue nas bibliotecas de escolas públicas estaduais de Blumenau, bibliotecas municipais e alguns museus de Blumenau e região. Além disso, logo também estará disponível para download no site do Arquivo Histórico de Blumenau. De acordo com o organizador do projeto, essa obra prima só foi possível devido a Lei Rouanet e o apoio da Secretaria Especial de Cultura, do Ministério da Cidadania, do Clube do Cinema Nossa Senhora do Desterro, que é coordenador Geral e o proponente, do Instituto Histórico de Blumenau e os demais apoiadores. Durante seu discurso, a presidente da Fundação Catarinense de Cultura, Ana Lúcia Coutinho, destacou a importância de mais empresas apoiarem os projetos culturais, por meio da Lei Rouanet.
A obra segue a cronologia de 1848, quando aconteceu a 1ª Exploração do Rio Itajaí, até 1934, quando houve o desmembramento dos distritos de Blumenau. O livro-álbum é dividido em tomos, com edição em português e legenda das fotos em português e alemão, facilitando o acesso às pessoas que não entendem o idioma local.
Por meio de relatos, o livro mostra mais sobre como foi à disseminação da cultura germânica no Vale do Itajaí, e permite que a comunidade de Blumenau saiba mais sobre a importância e valorização do legado da imigração. “Esta edição é, sem dúvida, um referencial de leitura, não se trata de uma edição escrita de maneira enciclopédica ou acadêmica”, declara Sueli Maria Vanzuita Petry, diretora do Patrimônio Histórico Museológico da Fundação Cultural de Blumenau, e quem escreveu a orelha da obra.
Agradecimentos:
Gostaríamos de agradecer nossos patrocinadores Tarpan Comércio de Veículos e Peças Ltda, Gotemburgo Veículos, Breitkopf Administradora de Consórcio Ltda, Metalúrgica Fey Ltda, Posthaus Ltda, Celesc Geração S/A, Premier Veículos Ltda, Cartondruck Gráfica Ltda, BRDE e aos apoiadores, Instituto Histórico de Blumenau (IHB), Fundação Hermann Hering, Rotary Clube de Blumenau, Fundação Cultural de Blumenau, Prefeitura de Blumenau.
Ficha Técnica:
Coordenação Geral: Clube de Cinema Nossa Senhora do Desterro
Texto, Pesquisa, Revisão e Organização: Gilberto Schmidt-Gerlach
Pesquisa: Bruno Kilian Kadletz e Marcondes Marchetti
Produção Executiva: Rede Marketing Cultural
Coordenação Editorial: Dra. Carmen Lucia Fóes Cruz Lima Gerlach, Ariane Bisetto (In Memoriam), Gunnar da Cruz Lima Gerlach e Dra. Alice da Cruz Lima Gerlach.
Design, Tratamento de Imagens, Coordenação e Editoração Gráfica: Renato Rizzaro
Tradução: Pedro Jungmann
Impressão e Acabamento: Koncor
Capa: Joseph Brüggemann, c. 1865 – Porto de Blumenau / Hafen Von Blumenau (Acervo / Sammlung Bruno Kilian Kadletz)
Catalogação na Publicação: Onélia Silva Guimarães (CRB-14/071)
Foto/crédito: Eraldo Schnaider
Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário