quarta-feira, 12 de junho de 2019

EMPREENDER POR NECESSIDADE: AS TRÊS DICAS PARA TRANSFORMAR ADVERSIDADE EM OPORTUNIDADE


O agravamento da crise econômica deu visibilidade a um contingente de brasileiros que decidiu empreender por necessidade. De acordo com o Sebrae, 39,9% dos empreendedores iniciais no país abriram negócios impulsionados pela demanda urgente de gerar renda. Nesse cenário, o empreendedorismo se tornou um desafio que surgiu como opção de atuação profissional, sobretudo para os cidadãos de menor renda. Em contrapartida, como todo desafio, empreender envolve a busca por novas qualificações e aprendizados para que o negócio tenha sucesso. O consultor e empreendedor serial Guilherme de Almeida Prado, fundador do Konkero – portal que é referência em finanças pessoais no país – enumerou três dicas fundamentais para os empreendedores.

Do sonho à realidade, quando se empreende por necessidade é comum que a pessoa queira fazer diferentes tipos de atividades, pois está precisando de dinheiro. Esse empreendedor por necessidade diversifica: produz bolos para vender; vende bijuterias da amiga; revende cosméticos; e cuida de crianças. Na análise de Almeida Prado, o problema é que esse profissional acaba não desenvolvendo a excelência em nenhuma das atividades. É nesse comportamento que está o erro número um e, também, a primeira dica. “Esse empreendedor não é lembrado pelo que faz de melhor. O ideal é escolher e focar em uma atividade que faz bem e que rende dinheiro”, afirma.

Definido o foco, o segundo passo – e dica – é o empreendedor definir metas e fazer um planejamento. De acordo com o consultor, empreender é um trabalho muito solitário e que envolve uma grande disciplina – um baita desafio. “Sem ter metas claras, a chance de dar errado é muito grande. Sem saber para onde ir é muito difícil que o empreendedor chegue a algum lugar. Minha sugestão é ter metas semanais. A pessoa deve definir um dia da semana para revisar como está indo. Por exemplo, segunda-feira, cedo, pode ser um bom momento para ver como foi a semana anterior e definir novos objetivos para os próximos dias”, recomenda.

Na visão do consultor, para dar ou aumentar o lucro o negócio só há três alternativas: vender mais, vender por preço mais alto ou gastar menos. No geral, o segredo está em uma combinação desses três itens. Assim, Almeida Prado sugere que as metas sejam sempre relacionadas a um desses itens. Ele acrescenta que para eleger as metas é preciso fazer cinco perguntas básicas e respondê-las honestamente: a meta é atingível, mensurável, específica (está clara e objetiva), relevante (faz sentido) e temporal (qual é o prazo para terminar)?

A terceira dica é criar uma sistemática de controle. “Pode ser um caderno, planilha ou mesmo um softwaregratuito. O importante é anotar tudo o que recebe e o que gasta com o negócio. Assim, o empreendedor consegue apurar se está sobrando dinheiro. É muito comum as pessoas venderem abaixo do custo. E isso é um perigo. Elas compram no cartão de crédito, a prazo, e recebem em dinheiro. Aí têm a sensação de que estão ganhando dinheiro, pois no início sobra dinheiro. Só que ao chegar a fatura do cartão não conseguem pagá-la e a situação financeira só piora”, avalia Guilherme de Almeida Prado, acrescentando que os três maiores erros dos empreendedores são: falta de metas; falta de planejamento; e não controlar receitas e despesas. “E esses erros são cometidos por empreendedores de qualquer porte”, comenta. Um outro erro comum é o empreendedor vender abaixo do custo. “Aí, vender mais, pode significar a morte já que o empreendedor simplesmente aumentará o prejuízo.”

Sobre o portal Konkero

Fundado por Guilherme de Almeida Prado em 2012, o portal Konkero (www.konkero.com.br) é referência em comparação de produtos financeiros e finanças pessoais com mais de 1,5 milhão de visitas por mês. A plataforma é totalmente gratuita e reúne, de maneira descomplicada, mais de duas mil páginas de conteúdo e dezenas de vídeos com dicas de finanças pessoais e explicações sobre produtos financeiros. No site, os internautas têm acesso a comparativos de centenas de serviços financeiros, realizados por uma equipe de curadoria que procura formas de comparar de maneira fácil e intuitiva produtos e serviços financeiros dos maiores bancos, seguradoras, financeiras e administradoras de consórcio do país. Sempre com o objetivo de ajudar o consumidor a fazer a melhor comparação antes de tomar a decisão de compra.

A Konkero é um negócio de impacto social e foi selecionada para o relatório PNUD-ONU de negócios inclusivos, além de ter sido acelerada pela Artemisia. Em seis anos de atuação, a Konkero já auxiliou mais de 51 milhões de pessoas, tendo ajudado 4,6 milhões a negociar dívidas; 2 milhões a entender melhor o uso do cartão de crédito; 2,2 milhões aprenderam a preencher cheque; e mais de 600 mil a compararem taxas de financiamento de carro. www.konkero.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário