segunda-feira, 17 de junho de 2019

GENE JOHNSON EXIBE PINTURAS E COLAGENS NO ANEXO LUME


O artista americano Gene Johnson tem verdadeira fixação pelas formas geométricas, cores e textura da metrópole. Ele sente as diferentes tensões que permeiam as esferas da cidade e as transforma em histórias contadas através de camadas de tintas e colagens. Estas narrativas serão apresentadas em Resíduos, exposição que entra em cartaz no dia 18 de junho no Anexo Lume, espaço que a Galeria Lume dedica a mostras de artistas convidados.

Johnson passou alguns anos em trânsito por grandes centros urbanos, como Nova York, Cidade do México e São Paulo. Hoje, aos 74 anos, oferece ao público uma linguagem própria, flexível, intuitiva e emocional. É autor de uma obra pendular, que caminha entre extremos, se assemelhando às situações cotidianas das metrópoles que o inspiram.

Sua produção pictórica é marcada pelos grandes formatos, uma escolha que exprime ao visitante fragmentos tipográficos da cidade. A exemplo de Stepscape illusion (2019), tela na qual o artista oferece uma espécie de vista panorâmica da geometria das vias públicas.

"Pinturas são como histórias contadas em camadas, sempre desviando, evitando-se, dividindo-se, escolhendo e enfrentando verdades. São trechos recortados do que queremos que seja conhecido", afirma Johnson.

Já nas colagens, Gene opta por escalas menores e faz uso de materiais como papel e metal para criar sobreposições. Como em JapanCollage (2018), na qual ele traz ao público formas assimétricas que figuram as sensações de intimidade e ludicidade.

As histórias contadas por Gene Johnson são formadas por diversas camadas. Ora sutis, ora densas, carregam a dualidade típica de quem vive na metrópole. É um convite ao visitante para explorar as diferentes facetas do caos e do equilíbrio.

Sobre o artista

Gene Johnson (1955) nasceu em New Jersey, nos Estados Unidos. Estudou Artes Plásticas na Flórida e em Nova York, onde passou a morar no Soho, importante reduto para produção de artistas visuais. Desenvolveu seu trabalho artístico pintando e participando de exposições naquela região, até o início dos anos 1990, quando se mudou para o México. Após seis anos vivendo na Cidade do México, Gene fixou residência em São Paulo e mais tarde em Ilhabela. No fim dos anos 2012 voltou ao México e hoje vive entre San Miguel de Allende e Nova York. Seu trabalho vem sendo mostrado de forma consistente em museus e galerias, tanto em exposições coletivas quanto individuais em países como Estados Unidos, Brasil, México e Japão.

Serviço:

Resíduos, individual de Gene Johnson

Local: Galeria Lume

Endereço: Rua Gumercindo Saraiva, 54, Jardim Europa

Abertura: 18 de junho, terça-feira, a partir das 19h

Período expositivo: 18 de junho a 3 de agosto

Visitação: de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h | sábados, das 11h às 15h

Telefone: (11) 4883-0351

Fonte/Imagens-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa - Legenda: Stepbalance, 2019 | Gene Johnson Stepscape illusion, 2019 | Gene Johnson

Nenhum comentário:

Postar um comentário