domingo, 16 de junho de 2019

JURADOS COM EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS SÃO CONFIRMADOS NA 17ª EDIÇÃO DO CONCURSO VINHOS E DESTILADOS DO BRASIL


Uma das bases que consolidaram o 17ª Concurso Vinhos e Destilados do Brasil, que ocorre entre os dias 15 e 18 de julho, são os jurados participantes. Com suas respectivas experiências no mundo de vinhos e destilados, representam no evento todo o prestígio de suas bagagens profissionais.

O concurso tem como objetivo premiar e destacar a bebida nacional de melhor qualidade, impulsionando a exportação e valorização dos produtos em âmbito nacional e internacional. Os rótulos participantes ganham credibilidade por, 30% deles, serem laureados com medalhas Duplo Ouro, Ouro e Prata.

A expertise da mesa avaliadora é o que fundamenta o concurso. Um seleto grupo de sommeliers e especialistas com reconhecimento internacional farão a degustação as cegas.

O presidente da mesa será Eduardo Viotti. Autor e jornalista especialista em vinhos, líder de mesa em concursos internacionais, fundador e diretor editorial das revistas Vinho Magazine, Viotti tem um extenso currículo de participação no setor. Para o jurado, o lançamento do Guia Vinhos e Destilados do Brasil é mais um passo para o reconhecimento das bebidas adultas. “Além de regulamentar as produções nacionais com informações importantes, é uma alternativa que dissemina e divulga a cultura dos produtos nacionais”, ressalta.

José Luiz é o diretor do Concurso Vinhos e Destilados do Brasil. O publicitário é líder do “Nexial Marketing Group” e agrega ao evento sua ampla experiência como degustador de concursos internacionais, organizador de eventos sobre vinhos e matérias sobre bebidas adultas e seu mercado.

Muito conhecido no universo dos vinhos, Carlos Cabral é um nome de peso para o evento. Palestrante, educador, especialista renomado em vinho do porto, fundador da “Sociedade Brasileira dos Amigos do Vinho”, colunista do “Consulado Geral de Portugal”, consultor degustativo do “Grupo Pão de Açúcar” e autor de artigos sobre vinhos e cervejas, Cabral reconhece a relevância do concurso. “A seriedade dessa prova só valoriza o produto nacional. Sempre uma crítica positiva dará origem a melhora de qualidade, além definir tendências de mercado”, explica.

Para a ocasião, a presença de sommeliers é muito importante. Um deles é Dionísio Chaves, consultor do “Supermercado Zona Sul”, bicampeão nacional do concurso da Associação Brasileira de Sommeliers, bicampeão da América do Sul, vice-campeão das Américas, com experiência em elaboração de cortes de vinhos em Portugal e jurado em grades concursos internacionais de vinho. “Esse julgamento, que reúne vários especialistas do mercado, valoriza ainda mais os produtores, quebrando os preconceitos com os produtos nacionais”, conta. Álvaro Galvão, membro da Associação Brasileira de Sommeliers, consultor de distribuidores e produtores de vinho, especialista em enogastronomia, jurado em concursos internacionais de vinhos e editor do blog Divino Guia e Portal Chefs do Apetite também compõe a mesa. O profissional afirma que fazer parte de um evento como o Concurso Nacional de Vinhos e Destilados em sua 17ª edição, é uma honra e privilégio para poucos. “Os vinhos e destilados que o Brasil vem apresentando estão num ótimo patamar e dificulta cada vez mais o trabalho dos jurados, o que é especialmente bom”. O professor em cursos de sommeliers, Renato Fascino, é presença confirmada. Consultor de produtores de bebidas, curador de concursos, técnico sensorial, autor de livros sobre bebidas finas e jurado frequente em grandes concursos sobre vinho e cachaça, Fascino ressalta “por ser às cegas, o concurso dá transparência ao produto sem rótulo”.

A mesa também contará com importantes profissionais de comunicação. Didu Russo, fundador da “Confraria dos Sommeliers”, palestrante, escritor, blogueiro de vinhos e colaborador dos veículos “Vinho e Cia”, “FeComércio” e “Corriere Vinícolo de Milão”, enfatiza a seriedade do concurso. “É um painel muito rico para acompanhar a diversidade e o que está sendo oferecido”. Paulo Grecca, jornalista especializado em gastronomia e turismo, colunista no “Portal da Rede Bandeirantes” autor de matérias sobres gastronomia nas revistas “Dropsmag”, “Brasil Travel News”, “Cool Magazine” e jurado de concursos internacionais sobre bebidas; e Arthur Veríssimo, colaborador da revista “Trip”, apresentador de TV em séries sobre bebidas, colunista da “Revista Gol”, repórter de matérias sobre aventuras, autor do livro “KarmaPop” e jurado em concursos sobre cachaças, também são presenças confirmadas.

No Concurso Vinhos e Destilados do Brasil as mulheres também mostram o seu desempenho. Ana Laura Guimarães blogueira, diretora executiva do aplicativo “Cachaciê” e jurada em vários concursos nacionais sobre cachaça e Daniella Romano, sommelier, editora do site “Aromas do Vinho Gourmet”, coordenadora do “Grupo Ver o Vinho”, apresentadora do programa “Vinhos e Afins”, idealizadora de kits para treinamento em aromas de vinho, cachaça e cerveja e degustadora em vários concursos internacionais de vinho representarão o trabalho feminino no setor. Para Romano, estimular a concorrência nos concursos é incentivar a qualificação dos concorrentes. “Quanto mais os produtores participam de concurso, mais eles se empenham para que o resultado seja bom”.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário