segunda-feira, 10 de junho de 2019

LIÇÕES QUE APRENDI DEPOIS DE SER PAI * POR RABINO DOR LEON ATTAR


1. Não existe manual 

Para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que permite andar de carro nas ruas da cidade, é preciso passar por curso teórico e depois um prático, aguentar a burocracia até que seja possível tirar a habilitação. 

Mas, para ser pai, não existe curso. Qualquer um pode ser pai, o segundo papel mais importante (depois da mãe) para criar um ser humano contribuinte para o futuro da humanidade.

Será que é para qualquer um? Quando eu me tornei pai, além de rezar muito para não estragar a vida dessa criatura tão frágil que é 100% dependente, aprendi que a única coisa que preciso é tentar ser o melhor homem que posso ser, minha melhor versão, isso inclui um pai de exemplo. 

Dizem que com o primeiro filho você comete todos os erros… não é verdade: até o sétimo filho já dá para pegar o jeito!

Não existe manual, mas muitas opiniões e dicas de como você deve ser como pai e do que o seu filho precisa. Não esquenta, trabalhe em si mesmo para ser uma pessoa melhor.

2. Amor incondicional 

Quando eu era mais jovem, pensava que os filmes de Hollywood e a vida das novelas era um relato da vida real do que todos queriam ter: a paixão e a vida romântica... Até que, além de crescer e amadurecer, vi o amor de outra maneira.

Estive atrás daquela sensação do mundo das fantasias, até ter o meu primeiro filho. E, de repente, veio um sentimento que nunca tive antes: assustador e uma alegria que não cabe no corpo.
Uma vez escutei que ter um filho é colocar seu coração fora de você no corpo de outro, que é parte de você, como resultado de uma união.

De uma hora para a outra, sua vida não tem o mesmo valor.

É um amor verdadeiro que não surge de ação ou de qualquer coisa exterior, mas que parte da sua própria essência, é incondicional!

3. Pai exemplo x Pai chefe 

Eu comecei minha vida profissional cerca de dez anos antes de virar pai, tanto em formação como em empreendedorismo, e você sempre aprende que para ter sucesso existem duas opções: ser líder ou ser chefe. E todos estão de acordo que o líder é melhor do que o chefe. 

O mundo precisa de líderes que fazem você querer ser melhor e te inspirar a fazer a tarefa que necessita ser feita! E ser pai não tem diferença nenhuma!

Meus filhos olham para mim e observam tudo! Não só a forma como falo e o que falo, mas o que faço e como me comporto. 

Conhece o ditado “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”? Ele exemplifica a diferença entre um líder e um chefe – e seus filhos sempre farão aquilo que você faz! E, no caso de seus atos não combinarem com sua fala, o fracasso está garantido!

4. Ser criança

Todos nós temos preocupações, algumas grandes e outras pequenas, umas deixam a pessoa acordada a noite, outras são capazes de fazê-la adoecer.

Mas, você já viu uma criança preocupada? Alguém já viu uma criança perdendo sono por problemas que tem que resolver no dia seguinte? Quando acontece esse momento em que uma criança vira um adulto chato e mal-humorado? Ou por que isso acontece? E, mais, para que isso tem que acontecer? Por que não podemos manter o espirito de criança sabendo que tem alguém que cuida de nós e que amanhã é um novo dia e o ontem não existe mais? 

Ser criança não significa ser infantil, mas manter a atitude de inovação e renovação todo dia e a cada instante!

5. Minha mãe tinha razão

Lembro que na adolescência, eu, como qualquer outro adolescente, achava que meus pais não entendiam e não sabiam o que era ser eu. Ser adolescente é acreditar que você sabe o que é melhor parar si mesmo, mais do que qualquer outra pessoa!

Mas, virei pai. Tudo que imaginei saber, ou pensei que seria diferente, acabei fazendo igual aos meus pais. Por que? Porque minha mãe tinha razão!

Uma coisa aprendi em negócios: quando você se encontra num dilema moral, ético ou até uma proposta, pergunte para si mesmo: “Será que eu preciso esconder isso da minha mãe? Ou vou ter orgulho a contar para ela?”.

De acordo com a reposta você saberá como agir.

Sobre o Rabino Dor Leon Attar

Nascido em Israel, R. Dor Leon Attar é sargento da reserva da Força de Defesa Israelense, é empresário investidor em várias áreas de atuação. É também escritor do livro O segredo da prosperidade judaica (Literare Books International), além de formado em acupuntura Coreana e medicina chinesa.

R. Dor Leon é um palestrante transformador, pois realiza diversos eventos em todo Brasil tendo como assunto central temas unicamente relativos ao judaísmo e Mentalidade Positiva Judaica, assuntos nos quais R. Dor Leon é treinador especialista e tem ajudado centenas de milhares de pessoas em todo o Brasil a conhecerem profundamente o verdadeiro judaísmo e a transformarem suas vidas.

Residente no Brasil há mais de dez anos, tendo já obtido a cidadania brasileira, fundador da Associação Judaísmo em Ação (AJA – judaísmo), que tem por finalidade de promover a verdade sobre o judaísmo e a sabedoria milenar judaica.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário