quarta-feira, 24 de julho de 2019

EMPRESAS REAPROVEITAM RESÍDUOS E EVITAM DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS


Nosso país não está numa boa colocação quando o assunto é desperdício de alimento. De acordo com dados da FAO Brasil – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, o Brasil descarta cerca de 40 mil toneladas de alimentos, nos deixando na 10ª posição no ranking dos países que mais desperdiçam comida no mundo. Frutas, hortaliças, raízes e tubérculos são os mais descartados. Um dado que muitos não imaginam é o desperdício de carnes e pescados, tanto no momento de produção como na venda da matéria-prima. E é pensando nisso, desde já, que uma empresa catarinense reaproveita toneladas de resíduos de peixe que seriam descartados. Para contribuir com o mercado de reciclagem a empresa Agroforte, com sede em Biguaçu, tem capacidade de beneficiamento diário de até 300 toneladas de resíduos de proteína animal que iriam parar em aterros sanitários ou lixões.

De forma consciente e em parceria com peixarias, filetadores, grandes empresas de pecados e mercados públicos, a Agroforte transforma, e torna útil, 70% do peixe que não serve para ser comercializado. Essa matéria-prima acumulada diariamente passa por um processo de beneficiamento e se transforma em farinha e óleo. Desse insumo 25% é farinha, 5% é óleo e 70% é água, que a empresa devolve dentro dos padrões estabelecidos pelos órgãos competentes para o meio ambiente. Por mês, esses rejeitos que seriam desperdiçados são transformados em, aproximadamente, 1000 toneladas de farinha e 200 toneladas de óleo. Esse insumo é a base para a fabricação de ração para pets, de alta qualidade e que serão vendidas no Brasil e no exterior.

Desde 2002, a indústria trabalha com excelência na coleta de resíduos de peixes e hoje, com cerca de 700 empregos diretos e indiretos, é uma empresa totalmente voltada para o crescimento da sociedade e preocupada com a sustentabilidade.

Fonte/Foto-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário