quarta-feira, 14 de agosto de 2019

PROARTE APRESENTA "REFLEXÕES" DE CARLOS ARAÚJO



As galeristas Mônica e Marcia Felmanas apresentam a exposição Reflexões com 18 obras do artista plástico Carlos Araújo, na da ProArte galeria. O vernissage, para convidados, será nesta quinta-feira, dia 15 de agosto, às 19h. A mostra aberta ao público, segue em cartaz até 24 de agosto, com entrada gratuita.

Durante o evento, Carlos Araujo participará de um bate-papo mediado pela idealizadora da PARTE (Feira de Arte Contemporânea), Tamara Perlman, debatendo as obras em exposição, cujo recorte destaca a importância de cultivarmos nossa parte espiritual e refletirmos sobre o nosso papel perante a humanidade.

A obra de Carlos Araújo evidencia um perfeito domínio da técnica de velatura, que associa diversas camadas de tinta conferindo profundidade e leveza ao resultado final. Suas pinturas remetem aos traços de Michelangelo e à escola renascentista, mas ao mesmo tempo são carregadas de espectros e assumem um tom metafísico pela definição fugidia das figuras humanas que emergem das telas. O artista busca relatar em suas obras a importância da breve peregrinação do homem em sua existência na Terra.

Sobre:

Carlos Araújo

Carlos Araujo começou sua trajetória ainda criança, quando aos 13 anos executou o painel "Alegoria de Carnaval". Entre 1971 e 1975 cursou engenharia na Universidade Mackenzie, em São Paulo. Em 1973, é convidado a participar da exposição Imagens do Brasil, em Bruxelas. No ano seguinte, faz a primeira exposição individual, no MASP, museu em que realizou outras exposições. No decorrer de sua carreira, realizou diversas mostras individuais e coletivas, no Brasil e exterior, entre elas no Parlamento Europeu, na Bélgica, e no Pantheon em Roma, sendo o único artista que teve uma exposição nesse local emblemático.

Seu discurso possui uma grande sensibilidade artística. Carlos pode ser considerado o mais figurativo dos abstratos. Em seus painéis monumentais, figuras emergem de fundos abstratos, flutuam no espaço e refletem a espiritualidade: o inatingível e o imponderável. Atualmente, dedica-se à pintura metafísica, baseada nos temas dos livros sagrados.

ProArte

A ProArte segue a definição de arte enquanto patrimônio cultural humano, encarando-a com admiração e seriedade acima de qualquer premissa. Há mais de 30 anos no mercado é liderada por Miguel Felmanas. Atualmente a Proarte concentra suas atividades em sua sede, na cidade de São Paulo, com intuito de sempre haver excelência nas escolhas curatoriais da casa.

A galeria realiza exposições, tais como a do Grupo Seibi, que reúne pintores nipo-brasileiros, como Tomie Ohtake, Manabu Mabe, Tikashi Fukushima e Kazuo Wakabayashi, e a do Grupo Santa Helena, considerado o grupo pictórico mais importante paulista com artistas como Volpi, Graciano e Bonadei. O acervo da galeria ultrapassa limites geográficos e vanguardistas, englobando peças dos períodos modernistas, concretistas e até mesmo os abstratos. Nomes como os de Di Cavalcanti, Alfredo Volpi, Portinari e Tomie Ohtake estão representados nesta coleção.

Serviço

Reflexões

Artista: Carlos Araújo

Vernissage: 15 de agosto, às 19h

Exposição: de 16 a 24 de agosto

Horário de funcionamento: segunda a sexta: das 10h às 20h; sábado das 10h às 16h

Local: ProArte Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1644.

Entrada franca 

Fonte/Imagem-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário