segunda-feira, 23 de setembro de 2019

PESQUISA DA PMA PROPÕE ESTRATÉGIAS PARA AUMENTAR O CONSUMO DE HORTIFRÚTIS


A PMA representa a indústria de hortifrutis, reunindo produtores, distribuidores e varejo do setor. A entidade, presente em 55 países, realiza estudos de consumo global de frutas, legumes e verduras e a pesquisa no Brasil sobre "Estímulos e barreiras para o consumo de hortifrutis - um estudo com base em ocasiões" analisou – de forma qualitativa – quais as oportunidades para ampliar o consumo de FLV.

A pesquisa mostra que as frutas são consumidas em todas as refeições – café da manhã, lanche, almoço, café da tarde, jantar e ceia - principalmente como suco; já verduras e legumes são usados como acompanhamento de carnes no almoço e jantar. As pessoas só não consomem mais por falta de tempo de descascar e higienizar os hortifrutis. Por isso, a indicação é ofertar ao consumidor porções em embalagens mais adequadas, fácil de consumir a qualquer hora e com apelo de saúde. Essa estratégia vai fazer toda a diferença.

A pesquisa da PMA no Brasil aponta que:

• os consumidores brasileiros veem as frutas e verduras como partes fundamentais de sua dieta porque precisam consumi-las para ficar saudáveis e funcionais.

• Particularmente apegados à doçura, os consumidores sentem grande alegria ao comer frutas puras, enquanto as verduras são apreciadas pelo que trazem para os outros pratos.

• O suco é um alimento básico das dietas de nossos consumidores brasileiros – todos o bebem ao longo dia.

• O papel das verduras nas dietas dos consumidores brasileiros gira em torno da acessibilidade e versatilidade.

• Para expandir a utilização e consumo de hortifrútis nos seis espaços de demanda examinados, é preciso mostrar aos consumidores brasileiros como as frutas e verduras podem satisfazer as necessidades em cada ocasião.

Para estimular o consumo de FLV, a PMA sugere ao varejo que destaque observações sobre o sabor das frutas e verduras na sinalização dentro da loja, para gerar interesse e lembrar os consumidores da sua atração; e apresente receitas voltadas aos hortifrútis que façam as frutas/verduras ter o palco principal em relação aos grãos e carnes, chamando atenção para seus sabores.

A PMA observa, na conclusão da pesquisa, que o tempo para limpar, picar e cozinhar verduras, antes que elas estejam próprias para alimentação, desencoraja os consumidores de recorrerem a elas com mais frequência; e sugere que vale exibir variedades de verduras prontas para comer ou opções que dispensem o tempo de preparo para oferecer maior acessibilidade e consumo.

Sobre:

PMA – Produce Marketing Association é uma associação de produtos agrícolas frescos e flores, fundada em 1949 nos Estados Unidos, com a missão de conectar os interesses das cadeias produtivas de frutas, flores, legumes e verduras. A entidade conta com 2.900 empresas associadas, 46.000 compradores e fornecedores, em 55 países de cinco continentes. No Brasil, a entidade conta com 77 associados (produtores, distribuidores e varejistas

Pesquisa – "Estímulos e barreiras para o consumo de hortifrutis - um estudo com base em ocasiões" foi realizada pela multiplataforma da empresa NOW What, Biography, com 20 consumidores de 24 a 50 anos, de todo o Brasil, com renda familiar de 3 a 8 salários mínimos.

• Se quiser receber a pesquisa completa, envie e-mail para vera@veramoreira.com.br

PMA Brasil - https://www.pma.com/global-pma/brazil

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário