segunda-feira, 14 de outubro de 2019

"O CÉU PINTOU O LAGO DE VERMELHO" É A NOVA OBRA DO POETA CÍCERO NEPOMUCENO


Se em seu primeiro livro "Se7e Pecados Tropicais”, Cícero Nepomuceno nos convidava, através de uma poesia mais underground, a olhar com atenção para a vida corriqueira e a pensar sobre os pecados já conhecidos, a nova obra do poeta "O Céu Pintou O Lago de Vermelho" é mais clássica, traz poesias mais leves onde se reconecta com à natureza, o céu e o lago.

Em seu novo trabalho, o poeta faz uma espécie de ensaio sobre o Eu e a Natureza, tecendo um anagrama na tentativa de conciliar Deus e o homem. A polaridade é destaque na obra que traz a intrigante relação entre "O Céu" e "O lago", onde as poesias refletem a luz da natureza, do desapego, dos relacionamentos, contrapondo-se pelos profundos questionamentos nas turvas águas do lago.

A ilustração do livro ficou por conta de artista plástico Danilo Yamamoto, parceria que parte expandindo a poesia através das suas ilustrações. "Conheci o Danilo em uma casa de cultura chamada 'Estação Brasil', lá eu participei de alguns eventos e saraus. Somos amigos há quatro anos, esse é o segundo trabalho que fazemos juntos e diferentemente das técnicas utilizadas no primeiro livro de colagem, spray e aquarela, ele teve a sensibilidade de compreender contexto poético e nos entregar uma arte com base na técnica oneline".

Membro da ONG Paz Sem Fronteiras, na qual o poeta revela ter um trabalho muito bacana, utilizando a arte em prol da cultura de paz. "Essa aproximação com a ONG me fez muito bem, descobri que essa sensação de tranquilidade, calmaria e de querer um lugar mais pacificado, já fazia parte da minha identidade. Foi muito importante adentrar poesias antigas e identificar essa essência em cada estrofe".

Cícero Nepomuceno é paulistano e desde adolescente tinha uma inclinação poética pela arte. Integrou bandas na adolescência, época em que passou a fazer os seus versos próprios e chegou até a arriscar composições melódicas, que até hoje mantem o projeto musical 'Licença Poética'. Todo esse trabalho rendeu a publicação independente do livreto"Labutaria – Poesia Sonora". Depois disso, o poeta adentrou saraus, apresentou sua arte e se valendo das redes sociais, passou a publicar poemetos e versos avulsos, registrando ali os seus sentimentos. Em 2017, lançou o livro "Se7e Pecados Tropicais" e agora está de volta com seu novo trabalho buscando desbravar outros universos nessa caminhada literária e nos presentear com muita poesia!

Ficha Técnica

Título: O Céu Pintou O Lago de Vermelho

Autor: Cícero Nepomuceno

Preço: R$ 36,00

Selo: Editora Kazuá

ISBN: 978-85-5565-208-0

Formato: 21 x 14 x 0,5

Páginas: 112

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário