segunda-feira, 25 de novembro de 2019

ARTHUR SCOVINO INAUGURA MOSTRA COM OBRAS RELACIONAIS DENTRO DA PRÓPRIA CASA


O projeto "Casa de Caboclo - Av. São João" é um trabalho em processo do artista Arthur Scovino. Em um apartamento no Condomínio Prédio Banharão, no Centro de São Paulo, o artista abre nova mostra seguindo sua pesquisa com obras relacionais e produções orgânicas em constante transformação.

Em 2014, a obra "Casa de Caboclo" foi criada especialmente para a 31ª Bienal de São Paulo. No ano seguinte participou das exposições de obras selecionadas da Bienal em Belo Horizonte e Cuiabá. Desta vez a instalação será recriada, incluindo novos trabalhos e propostas de obras em processo que se constroem com a participação do público.

A origem desse trabalho foi durante a 3ªBienal da Bahia, na ocupação da Igreja dos Aflitos, em Salvador. A colaboração do público foi fundamental no processo da obra "São Jorge Elevador", por exemplo, exibida esse ano na exposição "À Nordeste no Sesc 24 de maio, e na criação do projeto para a Bienal de São Paulo que começou logo em seguida.

"A casa como metáfora indicando lugar de presença, foi idealizada e criada para o prédio da Bienal de SP, onde desenhei uma espécie de labirinto com sete salas. Cada sala abrigava uma obra como "Levando os elepês de Gal para passear", "Caboclo Pena-Rosa" e "Oráculo Caboclo", todos que agora terão novas versões para o apartamento 11 do prédio Banharão, 1113 da Avenida São João", explica Scovino.

Como (sobre)viver como artista na cidade de São Paulo¿ Dessa vez o projeto será totalmente independente, com a finalidade de se autogerir onde o público pode ser coautor das novas instalações, como por exemplo, São Jorge Elevador que ganhará nova versão para a cidade de São Paulo. Também haverá uma mostra de sessões relacionais de forma exclusiva com agendamento prévio de 1h no caso do "Oráculo Caboclo" e "Caboclo Pena Rosa", e nova edição de "Levando os elepês de Gal para passear" que esse ano se tornou bloco de carnaval na cidade e se prepara para mais uma edição em 2020.

A mostra foi aberta na quinta-feira dia 14 de novembro e segue até 14 de dezembro com programação de performances, oficinas e sessões particulares das ações relacionais. A programação poderá ser acompanhada pelo instagram do artista: @arthurscovino

SOBRE ARTHUR SCOVINO

(São Gonçalo, RJ. 1980) Nascido na região metropolitana do Rio de Janeiro, mudou-se para Salvador em 2008 para estudar na Escola de Belas Artes da UFBA. Desde então, desenvolve suas pesquisas artísticas em torno do ambiente, da cultura e das relações afetivas e sociais, sobretudo na Bahia. Atualmente em suas instalações e performances, investiga símbolos do imaginário religioso e da miscigenação brasileira.

Em 2013 recebeu dois prêmios dos Salões de Artes Visuais da Bahia que ocorrem em diferentes cidades do estado e em 2014 participou da 3ª Bienal da Bahia e da 31ª Bienal de São Paulo. Foi indicado ao Prêmio PIPA nos últimos 3 anos. Em 2016 participou da exposição "softpower - Arte Brasil" na Holanda e teve uma mostra individual na Galeria Solyanka VPA em Moscou.

SERVIÇO

Casa de Caboclo - Av São João / Arthur Scovino

Data: 14 de novembro a 14 de dezembro.

Endereço: Av. São João, 1113, apt.11. República - São Paulo.

Visitação: Quintas e sextas das 11h às 18h; sábados das 10h às 13h,

Visitação gratuita

Fonte/Fotos-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário