domingo, 17 de novembro de 2019

FELIPINHO LANÇA “VEM ME DAR UM CHEIRO” E CELEBRA O AUTÊNTICO FORRÓ COM PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DE SANTANNA O CANTADOR


Para comemorar a data do Dia Nacional do Forró instituída em homenagem ao nascimento do Rei do Baião, Luiz Gonzaga, em 13 de dezembro de 1912, o cantor e compositor paraibano Felipe Alcântara, celebra o autêntico forró lançando sua nova música e clipe “Vem me dar um cheiro”, com participação especial de Santanna o cantador.

“Vem me dar um cheiro” está disponível em todas as plataformas digitais e é uma composição do próprio artista em parceria com Abdias Sá que assina também a Direção Musical. "Quero agradecer ao meu parceiro Santanna que veio para gravar comigo em João Pessoa, muito obrigado. Queremos levar para todo o Brasil nosso autêntico forró que é a maior expressão do povo nordestino”, declarou Felipinho.

Foi em Lisboa que Felipe descobriu sua verdadeira missão na música, e desde o seu retorno ao Brasil resolveu encarar de frente esse desafio, que é ser porta de entrada do forró para novas gerações e para quem nunca ouviu antes. Ao longo de sua história Felipinho teve oportunidade de conhecer muitos palcos, cidades, estados e países. Em dezembro retorna a Lisboa para participar do Baião In Lisboa Festival.

Felipe Alcântara segue trilhando uma nova fase musical solo e com novos projetos iniciando na carreira de ator.

SOBRE:

FELIPE ALCÂNTARA

Felipe Alcântara, cristão, pai, marido, paraibano, compositor, cantor, surfista de paixão, louco pela família e pela música. Nasceu com o DNA de músico, seu avô era maestro e seu pai deu continuidade a música tocando por diversão diversos instrumentos como cavaquinho, violão, saxofone além de percussão em geral. Desde criança ouvia seu pai e seus tios se encontrando para fazer música, e eles sempre o incentivaram a tocar.

Com 4 anos de idade, Felipe, já tirava os primeiros sons de instrumentos percussivos, aos 9 anos começou a dar os primeiros acordes no cavaquinho com ajuda do seu pai, e desde então não parou mais. Influenciado pelo surf, que passou a fazer parte do seu estilo de vida, Felipe aos 14 anos formou sua primeira banda, que era uma banda de rock chamada Quarto de Apê do qual nunca fez uma apresentação. (hahaha) Ainda nessa época Felipe junto aos amigos começou a animar festas de 15 anos com uma banda de samba que ele passou a participar.

Logo em seguida começou a se interessar pelo forró. A pesquisa e o interesse pelo ritmo foi mais profundo, o levando a participar de alguns trios de forró na época da escola. Ao entrar na universidade, no curso de Turismo (do qual é graduado) teve a oportunidade de morar na Europa, e lá descobriu que a música realmente era o talento que Deus derramou sobre ele. Começou então a fazer voz e violão em bares e restaurantes, tocando músicas em geral, tocava percussão em uma banda de samba (acompanhando Dinho e Rapha Zamorano), tocou forró em Lisboa e Londres ao lado de grandes amigos (Rogerinho do Acordeon, Enrique Matos, e Zeu Azevedo) e teve oportunidade de rodar países como Espanha, Inglaterra, Irlanda, além de Portugal que era onde morava e mais atuava. Ao voltar para o Brasil resolveu assumir a música como profissão, e teve oportunidade de formar um quarteto de forró com Lucy Alves (Os Parahybas), e logo em seguida entrou na banda Os Gonzagas onde durante cinco anos espalhou música pelo Brasil e pelo mundo. Durante esse período teve a oportunidade de retornar a Europa em turnê nos anos de 2014 e 2017. Junto à Os Gonzagas, Felipe também teve a oportunidade de vencer o Festival de Itaúnas – ES, tendo uma música de composição sua em parceria com Carlos Henrique e Yuri Gonzaga, como vencedora do festival.

Ao longo da estrada Felipe pôde dividir o palco com grandes nomes da música brasileira como Elba Ramalho, Chico César, Padre Fábio de Melo, Pinto do Acordeon, Cezinha, Flávio José, Santana O Cantador, Lucy Alves, Tato Cruz (Falamansa), Antonio Barros e Ceceu, entre outros. Em 2015 participou do programa SuperStar com a banda Os Gonzagas, chegando a semi-final, e a partir daí assumiu a missão de levar a música do nordeste para todas as gerações.

Um ano antes do Superstar, Felipe, passou por uma grande dor, a morte do seu pai, e ao mesmo tempo teve um encontro profundo com Deus, o que aflorou no artista o desejo de dar sentido a missão assumida por ele através da música. Atualmente, Felipe dá seus primeiros passos na carreira solo, com a proposta de cantar uma música que nasce a beira mar, e leva uma mensagem de uma maneira leve o amor, a esperança, a fé, a vida e o dia-a-dia de todos nós, pessoas que acreditam em um mundo melhor.

SOBRE:

FICHA TÉCNICA:

Música: Vem me dar um cheiro

Composição: Felipe Alcântara/Abdias Sá

Direção Musical: Abdias Sá

Participação especial: Santanna O Cantador

Gravação e edição: Venâncio Veber e Gabrielle Cardoso

Letra: VEM ME DAR UM CHEIRO
FELIPE ALCÂNTARA

Tenho dormido pouco
Tenho pensado em você
Estou ficando louco
Louco de tanto querer

Tenho contado as horas
De te ver no meu portão
Mas se você demora
Maltrata o meu coração

Vem me dar um cheiro vem me dar carinho
Que eu te dou primeiro um beijo de mansinho
Vem com teu chamego me trazer a paz
E me dar sossego cada dia mais

Vem me aquecer com um toque de ternura
E pra cada medo me trazer a cura
Vem com teu sorriso afastar a dor
Eu sou doidinho pelo teu amor
Ai ai como te ter é bom

Quando sinto a saudade apertar
Não tento me livrar dela
Faço uma ligação
Abro a porta e a janela
Espero chegar meu dengo
Enquanto canto pra ela

LINKS:

https://www.youtube.com/watch?v=5Sx7SrZ00Og

https://www.letras.mus.br/felipe-alcantara/vem-me-dar-um-cheiro/

Para saber mais sobre Felipe Alcântara acesse as Redes Sociais:

Site oficial: www.felipealcantara.com

Instagram: @felipealcantara

Facebook: fb.com/f3lipealcantara

Spotify: https://open.spotify.com/artist/68XUTRIiJ9uTLbjX0NJV98?si=JJqLVVB1T-KZzaNzilolTw

CONTATOS

Telefone: ‪

(83) 996367201/ (31) 3441 5942

WhatsApp:

(31) 986110352

E-mail:

comercial2@talentosproducoes.com

Fotos-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário