sexta-feira, 1 de novembro de 2019

GALERIA LEME/AD E EDITORA CAPIVARA LANÇAM LIVRO SOBRE A OBRA DE THIAGO MARTINS DE MELO


O maranhense Thiago Martins de Melo é autor de uma obra potente, carregada de signos e questões pós-coloniais. Uma síntese de sua trajetória foi compilada na publicação homônima foi lançada na Livraria da Vila (Alameda Lorena, 1731 - Jardim Paulista) pela Editora Capivara, selo dedicado a títulos de artes visuais, arquitetura e fotografia brasileira, em parceria com Galeria Leme/AD, focada em arte contemporânea e representante do artista.

Organizado por Samantha Moreira, com coordenação editorial de Ana Carolina Ramos e design de Flávia Castanheira, a publicação abrange o percurso e o universo de produção dos últimos oito anos do artista, cuja produção se desenvolve no campo da pintura e na expansão dessa linguagem com outras mídias.

A publicação traz também uma seleção de cinco artigos inéditos, análise assinadas por autores de diferentes gerações.

Figuram textos como A destruição da arapuca, o jogo dos caçadores canibais e outras notas, do historiador de arte e curador Josué MattosPinturas ambientais - a narrativa pictórica pré-moderna na obra recente de Thiago Martins de Melo, do curador Manuel NevesMinha voz é flecha ardente nos catimbós que vivem aqui, da cientista social Viviane Vazzi PedroBárbara Balaclava, do pesquisador e curador Moacir dos Anjos e A morte como morte e a morte como vida, do curador Germano Dushá.

Thiago Martins de Melo é dos que, com mais notoriedade, se aplica em discussões polissêmicas e densamente narrativas, intenso teor político e histórico. Com pinceladas vigorosas, que deixam na tela o rastro do pincel ainda carregado com a massa da tinta em relevo, suas pinturas subvertem a limitação bidimensional e por vezes no processo de criação se transformam em instalações.

Sobre o artista

Thiago Martins de Melo (1981) nasceu em São Luís, no Maranhão, e atualmente vive e trabalha entre sua cidade natal, São Paulo e Guadalajara (México). Seu trabalho já foi exibido em instituições como MASP – Museu de Arte de São Paulo, MAR – Museu de Arte do Rio (Rio de Janeiro), Astrup Fearnley Museum (Noruega), Rubell Family Collection - Contemporary Arts Foundation (EUA), Museu da República (Brasília), Instituto Tomie Ohtake (São Paulo), Caixa Cultural Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), Fundação Joaquim Nabuco (Recife), Centro Cultural São Paulo (São Paulo), Santander Cultural (Porto Alegre, Rio Grande do Sul), e Itaú Cultural (São Paulo) e em eventos como a 31ª Bienal de São Paulo (São Paulo), 12ª Bienal de Lyon (França), Bienal de Dakar (Dakar, Senegal), Bienal do Mercosul (Porto Alegre, Rio Grande do Sul) e a 1ª Bienal Internacional de Assunção (Assunção, Paraguai).

obra de Thiago Martins de Melo está em coleções como Rubell Family Collection - Contemporary Arts Foundation, Miami, EUA; MASP -Museu de Arte de São Paulo, São Paulo, Brasil; Thyssen-Bornemisza Art Contemporary, Viena, Áustria; Museu de Arte Contemporânea do Ceará, Fortaleza, Brasil; Astrup Fearnley Museum of Modern Art, Oslo, Noruega; Coleção Gilberto Chateaubriand; PAMM - Pérez Art Museum Miami, Miami, EUA.

Ficha técnica:

Thiago Martins De Melo
Editora Capivara
Organização: Samantha Moreira
Páginas: 304
Valor: R$ 110,00

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário