segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

ORGANIZAÇÕES SOCIOAMBIENTAIS E INDÍGENAS ANUNCIAM FESTIVAL AMAZÔNIAS EM 2020


"Como criar conexões genuínas entre as Amazônias - seus povos e tradições - e São Paulo?", essa foi a pergunta que fez nascer o Festival Amazônias, que realiza a primeira edição entre os dias de 17 a 21 de abril, ocupando diversos espaços em São Paulo, como o Theatro Municipal e a Praça das Artes, no Centro. Artistas, agitadores culturais e ONGs se uniram devido à emergência de falar sobre o cuidado com a floresta, sobre os movimentos em prol da população indígena e da região norte do país e, sobre a importância de discutir e entender a maior bacia hidrográfica do planeta.
A iniciativa é promovida por diversas ONGs de meio ambiente: COIAB, EngajamundoEscola de Ativismo, GreenpeaceSaúde e Alegria. O Festival também conta com o apoio do Instituto Goethe e da Secretaria de Cultura da Cidade de São Paulo.
Com a proposta de ligar afetos entre a cidade e a floresta, o evento contará com 100 artistas e ativistas da Amazônia e 30 de São Paulo, agregando também na programação residências artísticas, oficinas, exposições, encontros e rodas de conversa. Para definir a programação, uma pesquisa foi realizada por produtores, artistas e articuladores de todos os estados da Amazônia Legal - que inclui Amazonas, Roraima, Rondônia, Pará, Amapá, Acre, Tocantins, Mato Grosso e parte significativa do Maranhão.
O festival se propõe a pensar até onde os fluxos que emergem das Amazônias chegam. A imagem de rios que nascem ao norte e agora vão desaguar em São Paulo vai pautar os ativistas e artistas, criando um espaço para debater, construir e agir juntas e juntos, pensando que cuidar da Amazônia é cuidar da maior cidade do país e de todo o planeta.
Informações sobre a programação serão divulgadas em breve. 

Foto/crédito: Danila Bustamante/Instituto Goethe

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário